Rondônia acha que adolescente não pode ler livros. Vão distribuir rótulo de shampoo?

Aquele que não aprende História corre o risco de repeti-la!

Bem, está se repetindo. Em 2010, o Conselho de Educação veio com uma de proibir o uso de livro de Monteiro Lobato em colégios. Os motivos é que ele era racista, preconceituoso e coisas afins. Pegaram como exemplo que o livro chama Tia Nastácia de negra. Acho que era para chamar de “moreninha”. Mas isso já era de outro autor. Para um pesquisador da USP, Monteiro Lobato era racista. Sim, ele era. Shakespeare também era. Vamos cancelar o Mercador de Veneza?

Bem, tanto bateram que começou um barata-voa para tirar das escolas livros “malvadinhos”. O problema é que o vento que venta lá, venta cá. E chegou a vez de Rondônia de proibir o uso de alguns livros tido como muito errados.

De acordo com a Folha, a Secretaria de Educação de Rondônia distribuiu hoje um memorando e uma lista de livros para serem recolhidos das escolas por conterem o que foi definido como “conteúdos inadequados” a crianças e adolescente. Pessoal meteu a boca no trombone e os corajosos cancelaram a medida que cancelava os livros. Todo mundo cancelando todo mundo!

Entre as obras censuradas estavam Caio Fernando Abreu, Carlos Heitor Cony (cujo único crime que cometeu era o de ser chato), Euclides da Cunha, Ferreira Gullar, Nelson Rodrigues e Rubem Fonseca. “O Castelo”, de Kafka também ia sendo censurado, junto com “Macunaíma”, de Mário de Andrade. Pessoal chiou feio, mas querem apostar que foram os mesmos que protestaram contra o racismo de Monteiro Lobato?

No início do ano, Bolsonaro tinha falado que os livros eram ruins porque “tinham muita coisa escrita”, e tinha que suavizar. Sim, reclamaram, mas é o mesmo pessoal que passou anos enaltecendo um analfabeto na política e batendo palmas para ele, dando grande margem de votos.

Sim, estou falando dele: Tiririca

Ou teve outro que enalteceram por não ter estudo? Bem, enfim, na grande Reversal da Ferradura, em eu não importa qual parasita esteja no comando, sempre terá o gado aplaudindo, e um bando de idiotas apontando os erros, para quando a maré mudar os críticos virarem o gado e o gado virar os críticos, mantendo este pudim de merda que é a política brasileira.

Querem saber o que eu acho? Eu acho que não estou nem aí. Quando eu falei, para variar, me xingaram. Então, está aí. Acharam certo eliminar do currículo certos livros que não gostaram? Bateram palmas? Tá na hora de cancelar mais livros, pois dois podem fazer o mesmo jogo. Parabéns pelo mundo que criaram.

Agora, chamem os bombeiros para dar fim a todos os livros. Porque eu avisei.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s