O que sabemos sobre Enceladus?

Enceladus é o incrível mundo gelado do sistema de Saturno. Seus mistérios ainda estão sendo descobertos aos poucos, mas já sabemos muito sobre ele; mesmo porque, uma mísera informação a mais já é muito mais do que se sabia até então. Sua brilhante superfície reflexiva feita de gelo e metano em forma sólida o faz o astro mais brilhante se só levarmos em conta os corpos sem luz própria.

Continuar lendo “O que sabemos sobre Enceladus?”

Estação Espacial Internacional: Uma ponte para ao Espaço

A Estação Espacial Internacional é uma das maiores conquistas da Humanidade. Volitando ao sabor da gravidade da Terra, a ISS é um exemplo como vários países, técnicos, cientistas e pessoas comuns trabalhando em conjunto podem alcançar maravilhas. É uma fantástica aventura pelo Espaço tendo a Terra embaixo observando-a em todo o seu esplendor.

Continuar lendo “Estação Espacial Internacional: Uma ponte para ao Espaço”

Como funciona a Ressonância Magnética

A Ressonância magnética é um importantíssimo método usado na medicina diagnóstica, principalmente pelo fato de ela não.ser invasiva, ou seja, a pessoa não precisa entrar na faca. O vídeo a seguir explica de maneira resumida e facilmente compreensível como os aparelhos de ressonância magnética funcionam. Bóra pro videozim?

Continuar lendo “Como funciona a Ressonância Magnética”

Recentes fotos de nosso amigo Sol

O Solar Orbiter é um satélite observador do… Sol. Este satélite foi desenvolvido pela Agência Espacial Europeia, com a missão de realizar medições detalhadas da heliosfera interna e do vento solar nascente do Sol, nosso amigo Sol, apesar de estar lá, bem longe daqui. Não apenas isso, O SOLO faz observações próximas das regiões polares do Sol, o que é difícil de fazer da Terra.

Continuar lendo “Recentes fotos de nosso amigo Sol”

6 novas tecnologias da NASA para explorar Marte

Volta e meia aparece algum idiota relinchando ao perguntar para que a pesquisa espacial com tanta gente passando fome… bláblábá. Também não entendo por que ele gasta com um celular ao invés de gastar tudo em comida para dar aos pobres.

Já a NASA está desenvolvendo muitas tecnologias para enviar astronautas a Marte já nos anos 2030. O bom é que nenhuma delas irá se perder. Sempre damos uma utilidade, que nem quando compramos alguma tranqueira que não sabemos direito para o que, mas arrumamos um uso rapidinho. Aqui estão seis coisas nas quais estamos trabalhando agora para possibilitar futuras missões humanas ao Planeta Vermelho.

Continuar lendo “6 novas tecnologias da NASA para explorar Marte”

Perseverance pesquisa as crateras marcianas

Você curte o Curiosity, né? Então, que tal mais um rover? Pois é, o próximo rover que a NASA vai mandar para o Planeta Vermelho é Perseverance. Já que design que funciona é mantido, pois não há sentido em bater cabeça com algo do zero, o Perseverance possui design bem parecido com o do Curiosity. Mr. P levará sete instrumentos científicos para estudar a superfície marciana na cratera Jezero, totalizando 23 câmeras, e dois microfones. O veículo espacial também será acompanhado pelo helicóptero (eu vou chamar de helicóptero. Tô nem aí) Ingenuity, que ajudará a Perseverance a procurar locais para estudar.

Continuar lendo “Perseverance pesquisa as crateras marcianas”

Um passeio pela Cratera Korolev

Este filme, baseado em imagens tiradas pelo Mars Express da ESA, mostra a cratera Korolev com 82 km de largura em Marte. A cratera recebeu o nome do engenheiro-chefe de foguetes e designer de naves Sergei Pavlovich Korolev, pai da tecnologia espacial russa. Este filme foi criado usando um mosaico de imagens feito de observações em órbita única da Câmera Estéreo de Alta Resolução (HRSC) no Mars Express.

A imagem em mosaico foi então combinada com informações de topografia dos canais estéreo do HRSC para gerar uma paisagem tridimensional, como em uma câmera de filme, para simular o voo mostrado no vídeo.

Continuar lendo “Um passeio pela Cratera Korolev”

Um retratinho mágico do Sol

O Sol é uma estrela fascinante. O mais fascinante do Sol é ser uma estrela e estar bem próximo de nós, sem nos queimar de forma horrível. Por isso, podemos apreciá-lo, observá-lo, estudá-lo e, claro, admirar as maravilhas que só uma bolona de átomos sendo fundido a milhões de graus celsius poderia proporcionar. É um mundo só seu, sem ninguém pisar lá ontem, hoje e provavelmente pelo resto dos seus 5 bilhões de anos que ainda lhe restam.

Continuar lendo “Um retratinho mágico do Sol”

Asteroides e outros Objetos Próximos

Objetos Próximos da Terra são corpos celestes cuja órbita intercepta a órbita da Terra. Eles podem ser asteroides, cometas e grandes meteoroides, tendo grande risco de colisão. Se você acha que isso não é nada demais, pergunte a qualquer dinossauro o que ele acha de um asteroide caindo na Terra .

Os NEOs (oriundo do acrônimo do nome em inglês) são um risco para naves espaciais, astronautas e satélites, além de, claro, cair na Terra e causar estragos. Estudá-los é, portanto, uma necessidade.

Continuar lendo “Asteroides e outros Objetos Próximos”