O modelo de ensino tradicional que forjou um império

Quando a gente fala “escola”, imediatamente se pensa em lousa, cadernos, anotações e professor corrigindo tarefa. Bem, não é muito diferente ao longo dos séculos, com alunos escrevendo as tarefas e os professores corrigindo usando TCHARAAAAAAAAAAN tinta vermelha.

Pedagogas chorando copiosamente agora. Continuar lendo “O modelo de ensino tradicional que forjou um império”

A Verdadeira História da Festa de Corpus Christi

Você sabe da festa de Corpus Christi, que se comemora em junho, principalmente por ser feriado, e você adora um feriado que eu sei! O nome oficial da comemoração (em latim) é Festum Sanctissimi Corporis Christi. Em grego, του ςώματος του κυρίου εορτή, e em terras lusoparlantes é chamada Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo. É uma celebração que ficou marcante por aqui por causa da tradição de fazer tapetes de serragem colorida criando mosaicos, imagens, figuras sacras etc. Mas você sabe como surgiu a Festa de Corpus Christi?

Aqui veremos os bastidores por detrás disso.

Uma Homérica Automação

Estamos investigando a automação, quando surgiu e porque surgiu. Surgiu porque somos preguiçosos, mas, mais do que isso, ela se disseminou em muitas obras e algumas delas eram apenas narrativas heróicas, Antes de enveredar para isso, entretanto, primeiro de tudo, precisamos saber que diabos é isso de automação.

Continuar lendo “Uma Homérica Automação”

Automação: O Início

O ser humano é preguiçoso por natureza. Se não fôssemos, não teríamos inventado ferramentas e tecnologia. Um dos problemas dos índios é que, tendo tudo à mão, eles não tinham motivo para desenvolver tecnologia; mesmo porque, se você tem água em abundância, não precisa fazer aquedutos, se tem comida ao alcance da mão, não precisa desenvolver armadilhas para capturar peixes ou crustáceos. Se está num clima temperado, não precisa se preocupar com abrigos e proteção contra frio ou calor extremos. Sem necessidade, não há a busca por facilitar a sua vida, posto que ela é fácil, já. Este é o argumento principal de Armas, germes e aço, do Jared Diamond. Continuar lendo “Automação: O Início”

Analisando séries e filmes de super-heróis XVII

Justiça que faltou para a Liga, ou Liga Whedonverse

Liga da Justiça é um filme bastante controverso e teve um festival de problemas. De todos os tipos. O filme estava atrasado, o orçamento estourou e a filha do Zack Snyder cometeu suicídio, deixando o cara na pior, compreensivelmente. Vamos falar um pouco sobre os dois filmes, mas antes, o pano de fundo. Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis XVII”

Analisando séries e filmes de super-heróis XVI

Stan Lee não é isso tudo, e sim; você foi enganado!

Ok. Você gosta do Stan Lee. Todo mundo gosta do velho Stan, ainda mais por causa das pontas que ele sempre fez nos filmes e séries, já aparecendo no seriado do Hulk com o Lou Ferrigno. Cada filme do MCU é mais concorrido no Onde Está Stan Lee do que o Wally. Obviamente, muitos acham que sem Stan Lee, os quadrinhos não seriam o que são, mas não estão muito errados…

Embora estejam errados. Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis XVI”

Analisando séries e filmes de super-heróis I

Introdução (a preliminar pode ser já com a introdução, né?)

Eu resolvi escrever esta série porque é um assunto que eu gosto e nunca escrevi a respeito, só brevemente e sem aprofundar muito. Gosto de histórias de super-heróis e não apenas os da DC e Marvel, mas desde os tempos dos filmes épicos como Jasão e os Argonautas, a série de filmes do Simbad (adoro o Simbad. Deveriam fazer mais filmes dele hoje e não aquele desenho tosco) e até mesmo os Dez Mandamentos (eu acho Moisés super-herói. Problema meu!)

Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis I”

Toscas discussões idiotas proferidas por quem quer aparecer

Como sempre, a falta do que fazer leva as pessoas a criarem tretas no Twitter. E a de hoje é por que temos que ter aula de Literatura estudando Machado e Assis, quando crianças deveriam ler Harry Potter. Óbvio, esta ideia retardada não poderia vir de outro lugar se não do cu de um youtubeiro (cu é aquele negócio de onde sai merda, né?). O problema, mais uma vez, é não entender para que ser escola e muito menos aula de Literatura. Continuar lendo “Toscas discussões idiotas proferidas por quem quer aparecer”