Psicopata infantil surta, se veste de preto, tenta matar todo mundo numa escola. Adivinhem onde

Todo mundo sabe o quanto o Sul e Sudeste são extremamente violentos, ainda mais Rio e São Paulo, com seus números alarmantes de mortes violentas que encabeçam a lista de cidades mais violentas do país. Um exemplo de ato de extrema violência foi o que um moleque que resolveu dar cabo de todo mundo numa escola. Continuar lendo “Psicopata infantil surta, se veste de preto, tenta matar todo mundo numa escola. Adivinhem onde”

Índia Urgente: Defunto está bem morto, mas vivo pros familiares muito vivos

Negação é uma coisa triste. Compreensível, mas para tudo tem um limite. Se bem que, na Índia, quem tem limite é município. Um exemplo disso é o caso de uma família enlutada que se negou a acreditar que um dos seus familiares tenha ido bater um papinho com Yama, o senhor do mundo dos mortos hindu. Então, mantiveram o corpo em casa, mesmo. Continuar lendo “Índia Urgente: Defunto está bem morto, mas vivo pros familiares muito vivos”

Voz dos Alienados 121

Eu sempre digo que o sonho de qualquer blogueiro é gente que o odeia. Quem gosta dos meus artigos mal interage e nem me divulga. mas o bando de idiotas, imbecis, retardados e débeis mentais em geral é que me dão mais atenção e estão sempre vindo aqui soltando sua verborragia ridícula. Vocês são a causa de eu postar mais artigos mostrando o quanto a religião de vocês é risível e suas fés são fracas, abaladas por qualquer texto, vindo parar aqui, no…

VOZ DOS ALIENADOS! Continuar lendo “Voz dos Alienados 121”

Quando uma brincadeira de rádio se tornou fatal

Rádio é um incrível veículo de massa. É um poder fenomenal, mas você sabe o que o Tio Ben pensa sobre grandes poderes. E foi uma irresponsabilidade que causou uma morte. Uma morte que seria evitada com uma única palavra. Mas essa palavra não veio e aconteceu o que aconteceu: uma família perdeu a sua mãe. Continuar lendo “Quando uma brincadeira de rádio se tornou fatal”

A história esquecida não divulgada

Como sabem, eu chutei o pau da barraca faz tempo. Não dou mais atenção o que vocês querem ou não querem que eu escreva. Vocês dizem gostar do meu blog, mas como eu já mostrei várias vezes, gostam, na encolha e não muito. Não compartilham, não falam dele. Se eu fosse preferir, prefiro muito mais os idiotas que me odeiam. Esses sim fazem boa propaganda.

Continuar lendo “A história esquecida não divulgada”

Os horripilantes casos de enterros prematuros

Algo de errado no ar. A respiração está difícil, pesada, a poeira entra pelas narinas. Um mexer das mãos bate com um som surdo. Madeira. A tentativa de mexer as pernas é infrutífera; não há espaço! Olhos se abrem, mas o que se vê é a escuridão aterradora, o corpo tenta se sacudir, mas a única coisa que se pode perceber é que está preso dentro de uma caixa. O grito de horror finalmente sai da garganta e é horrível, mesmo para a única pessoa capaz de ouvir: a mesma que gritou. O destino está selado… selado dentro de um caixão! E a desafortunada pessoa jazia ali, enterrada viva, e seus próximos minutos serão de uma agonia atroz enquanto cada molécula de oxigênio é consumida e a morte virá por asfixia.

Você já se perguntou do porquê de haver velórios? Não apenas pelo inveterado sadismo do Cristianismo, os velórios vieram por causa de um medo patológico: as pessoas serem enterradas vivas. Isso tem até um nome: Tafofobia. Continuar lendo “Os horripilantes casos de enterros prematuros”

Bichinho de estimação abala corações no concurso de pets

Em novembro do ano passado, o caos tomou conta do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. Como se aquele aeroporto que mais parece uma rodoviária já não tivesse problemas suficientes, um casal tentou embarcar num voo internacional da companhia aérea KLM. O casal queria embarcar com um coelho. A empresa disse que não podia, o casal alegou que era animal de suporte emocional, ainda não deixaram, o dono do coelho teve ataque de piti, quebrou tudo, rodou a baiana e foi um deus nos acuda. Sim, o casal era formado por jovens., como você adivinhou? Agora, a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) permite que coelhos vão na cabine junto com os adultos infantilizados.

Uma mãe de pet na Filadélfia, EUA, acha que se um animal fofinho (como oncinha pintada, zebrinha listrada e coelhinho peludo) pode ser um animal de suporte emocional, o aligator dela também pode. E conseguiu! Continuar lendo “Bichinho de estimação abala corações no concurso de pets”