Os magníficos modelos anatômicos de marfim

O marfim é um maravilhoso, lindo e fantástico material para se fazer obras de arte e joias. O problema dele: é obtido por meio de presas de elefantes, dentes de hipopótamos e dentes de narvais (aquilo que parece um unicórnio, é um dente). Ele foi o responsável por mandar muitas espécies – principalmente de elefantes – à extinção, e seu comércio é atualmente proibido, salvo para obras de artes antigas, o que abre um precedente pra vagabundo deitar e se esbaldar. No caso do Brasil, em 2017, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços aprovou o substitutivo ao Projeto de Lei 7332/17, que proíbe qualquer forma de comércio ou transporte de marfim e de queratina existente nos chifres de animais em extinção. Recebeu parecer favorável e a lei está na dança das cadeiras esperando o que vão decidir, já que está aguardando designação de relator na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

O marfim era usado para uma miríade de peças magníficas, mas não falarei delas de um modo geral e sim de um caso particular. Imaginem que se encomendava peças anatômicas detalhadas feitas de marfim. Mas quando eu falo “detalhadas” eram detalhadas MESMO, com direito a órgãos internos e até bebês no útero da mãe. Continuar lendo “Os magníficos modelos anatômicos de marfim”

Portland quer manter as normas de distanciamento e uso de máscara. Pessoal chilicou

Em dezembro de 2020, eu tinha escrito que vocês podiam me chamar de paranoico. As vacinas estão um perrengue até hoje, com vários políticos se estapeando para saber quem vacina quem. Eu falei que ia ficar na minha, bem acastelado, além de continuar saindo na rua de máscara. Adorei não pegar resfriado em ônibus lotado. A máscara ajudou bastante e vou continuar com ela.

Já Portland, no Oregon, achou que esta é uma excelente ideia e vai continuar com as medidas restritivas, como distanciamento social e obrigatoriedade de máscara. Sim, pessoal está chilicando. Continuar lendo “Portland quer manter as normas de distanciamento e uso de máscara. Pessoal chilicou”

A Verdadeira História da Festa de Corpus Christi

Você sabe da festa de Corpus Christi, que se comemora em junho, principalmente por ser feriado, e você adora um feriado que eu sei! O nome oficial da comemoração (em latim) é Festum Sanctissimi Corporis Christi. Em grego, του ςώματος του κυρίου εορτή, e em terras lusoparlantes é chamada Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo. É uma celebração que ficou marcante por aqui por causa da tradição de fazer tapetes de serragem colorida criando mosaicos, imagens, figuras sacras etc. Mas você sabe como surgiu a Festa de Corpus Christi?

Aqui veremos os bastidores por detrás disso.

Automação: O Início

O ser humano é preguiçoso por natureza. Se não fôssemos, não teríamos inventado ferramentas e tecnologia. Um dos problemas dos índios é que, tendo tudo à mão, eles não tinham motivo para desenvolver tecnologia; mesmo porque, se você tem água em abundância, não precisa fazer aquedutos, se tem comida ao alcance da mão, não precisa desenvolver armadilhas para capturar peixes ou crustáceos. Se está num clima temperado, não precisa se preocupar com abrigos e proteção contra frio ou calor extremos. Sem necessidade, não há a busca por facilitar a sua vida, posto que ela é fácil, já. Este é o argumento principal de Armas, germes e aço, do Jared Diamond. Continuar lendo “Automação: O Início”

Russos metem bronca porque exorcismo não é bagunça

2020 e 2021 foram anos punk e não vamos ter calmaria tão cedo. Os anos estão tão satânicos, endemoniados, assombrados e amaldiçoados, que só apelando para exorcistas, mas a grana não tá dando pra isso, já que estamos gastando horrores com máscaras e álcool-gel. Enquanto isso, uma comissão teológica da Igreja Ortodoxa Russa está preparando uma nova proposta para regulamentar procedimentos de exorcismo, já que até para ir ao banheiro russos fazem planos. Continuar lendo “Russos metem bronca porque exorcismo não é bagunça”

Analisando séries e filmes de super-heróis XVIII

A morte e ressurreição de Jesus, digo, da Liga da Justiça

O “Liberem Snyder Cut” foi um dos maiores movimentos de fãs. Curiosamente, a Warner ouviu, mas ouviu mais ainda o Zack Snyder, que conseguiu convencer os executivos da DC a refilmarem, digo, remendarem o filme da Liga da Justiça. Warner gastou 70 milhões de dólares e acabou refazendo cenas, refilmando diálogos e dando uma recauchutada em muito dos efeitos visuais… mas não todos. Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis XVIII”

Ceticismo.net com novo sistema de financiamento

Eu sempre que posso agradeço a todos vocês por ajudar a manter o meu site com suas muito bem-vindas doações. Obrigado de coração, gente. Tem aqueles que por algum motivo ou outro não estão me mandando dinheiro, gorjetinha, pichulés e merrecas em geral. Eu sei, deve ser algum estímulo.

Pensei muito e resolvi ajudá-los a se decidirem.

Continuar lendo “Ceticismo.net com novo sistema de financiamento”

Nova variante do coronga brasileiro se dissemina com rapidez

Com a brutal escalada de mortos por causa do coronavírus, ou corona vírus, ou Sars-CoV-2 ou COVID-19 ou Coronga, el Mavadón, o esforço internacional atrás de uma solução foi tão intenso que em menos de um ano já tinham vacinas, mesmo porque, só quando a água bate na bunda de país rico que se corre atrás. O problema é que alguns presidentes débeis mentais de republiquetas vagabundas foram contra as vacinas, preferindo remédio que não tem eficácia (e isso dito pela própria companhia farmacêutica que produz). A questão é que alguns retardados se recusaram a tomar as vacinas e resolveram não seguir as medidas sanitárias, e isso implicou em virarem plaquinhas de Petri pro vírus.

Moral da história: múltiplas mutações ocorreram no vírus, que agora tem outros efeitos sobre as pessoas, em especial aqui no Brasil. Continuar lendo “Nova variante do coronga brasileiro se dissemina com rapidez”

Apertem o cinto: o astronauta sumiu dentro da roupa

Algumas ideias são boas demais para serem ignoradas, mesmo que muitas dessas ideias tenha como principal combustível o álcool, mas não da forma como você possa pensar. E não, não me venham tentar convencer que pessoal que idealizou o projeto SuitSat estava careta, porque vão falhar miseravelmente. Continuar lendo “Apertem o cinto: o astronauta sumiu dentro da roupa”

Ex-governador contribui com a ciência e descobre tratamento contra COVID-19

Eu adoro políticos. Eles fazem tudo para aparecer, ainda mais em tempos de pandemia, que há uma busca desenfreada pelas melancias virtuais em tempos de redes sociais. Um perfeito exemplo é o ex-governador de Rondônia (é um lugar meio que perdido entre Nárnia e o Condado), Ivo Cassol.

Cassol resolveu ajudar no combate da pandemia do coronavírus ou SARS-Cov-2, o coronga. O distinto ex-governador veio com um método profilático que muita gente está aplaudindo, principalmente Darwin: usar solda elétrica como tratamento preventivo. Não sei por que estão achando ruim. Continuar lendo “Ex-governador contribui com a ciência e descobre tratamento contra COVID-19”