Taqui o meu blogroll. E o seu?

Eu sou um evangelizador de blogs, como vocês bem sabem. Qualquer um pode dizer que os blogs não morreram. Morreram, mas eu tento ressuscitá-los, enquanto aqueles que dizem que não morreram não fazem nenhum esforço para estimular que as pessoas escrevam. Por isso eu escrevi Pela Volta dos Blogs e perguntei Cadê os blogrolls?

Revolvi eu mesmo responder a esta pergunta. Continuar lendo “Taqui o meu blogroll. E o seu?”

Adolescente imbecil (eu sei) quis virar Wolverine com mercúrio

Adolescência é aquela fase que o sujeito pensa tudo, menos dos racional. Estou usando o termo “pensar” de forma abrangente (o corretor ia trocando para “aberrante” e eu fiquei em dúvidas).

Daí um moleque de 15 anos teve a ideia idos de ter visto Wolverine: Origens e resolveu que aquele metal líquido era algo conhecido, e injetou mercúrio via subcutânea.

Vendo meu fator de cura dar cambalhota, esta é a sua Sexta Insana!

Continuar lendo “Adolescente imbecil (eu sei) quis virar Wolverine com mercúrio”

Ranço estatal acha que ir ao Espaço é só para escoceses. Ou algo assim

Você deve ter visto que dois bilionários, Richard Branson e Jeff Bezos, foram ao espaço nos últimos dias. Isso está deixando muita gente irritada. Podem alegar que tanto a nave do Branson quanto a do Bezos não são foguetes de verdade. Bem, e daí? Vão dizer o que em seguida? As naves não são escocesas? Continuar lendo “Ranço estatal acha que ir ao Espaço é só para escoceses. Ou algo assim”

Idiotas acham que tem que pedir permissão pro bebê antes de trocar a fralda imunda dele

E no muito imbecil do retardo mental, me chega esta MA-RA-VI-LHO-SA notícia. Uma rede de creches australiana sugeriu que os pais não devem sair trocando aquela fralda cagada que parece lixo tóxico oriundo de um desastre nuclear (se você tem ou teve filho pequeno, sabe muito bem que a descrição é esta mesma). Os pais devem pedir permissão antes de trocar as fraldas, para garantir as mudanças “respeitosas”, seja lá o que isso queira dizer. Continuar lendo “Idiotas acham que tem que pedir permissão pro bebê antes de trocar a fralda imunda dele”

Educação financeira para crianças. Não é brinquedo, não

Há uma modinha agora que a solução para tudo que há de errado no mundo é aulinha de educação financeira para crianças. Sim, aquelas crianças que têm aula de Português e Matemática, mas somos um país de analfabetos nas duas disciplinas segundo mostra seguidamente o PISA. Isso será voltado para crianças filhas de investidores que estão muito ocupados para ensinar algo pros filhos. Continuar lendo “Educação financeira para crianças. Não é brinquedo, não”

Artigos da Semana 64

Estamos na marca de 500 mil mortos, e este número vai subir nesta semana que entra. Um dos artigos falou sobre como não aprendemos nada, e jamais iremos aprender. Também trazemos a história do bon vivant com 39 esposas que bateu as botas e o inventário será uma dor de cabeça. Ah, e vídeos da Natureza e de foguetes.

Mas ainda há o número de 500 mil mortes nos assombrando.  Por que as pessoas não aprendem?

Continuar lendo “Artigos da Semana 64”

E continuamos não aprendendo, né?

Em abril do ano passado, eu perguntei Aprendemos a lição? A respeito da loucura que estava o país e a proverbial incompetência dos governos em fazerem algo. Alçaram o Átila com sua voz de desespero que pouco ajudou. Não, não morreram 1 milhão de pessoas até o fim do ano como ele previra se nada fosse feito. Nada foi feito e hoje estamos caminhando para 500 mil pessoas. Sim, ainda é um número alarmante, mas o Átila contribuiu para os idiotas negacionistas minimizarem os efeitos. Continuar lendo “E continuamos não aprendendo, né?”

Líder de seita bate as botas e as viúvas querem que o sujeito volte pra se explicar

Um monte de homens (babacas) acha o máximo países árabes por lá ser permitido ter mais de uma esposa. O que estes idiotas não sabem é que a Sharia estipula que tudo o que for dado para uma esposa, tem que ser dado para todas as esposas. Sim, elas devem ser tratadas absolutamente iguais, incluindo quantidade de relações sexuais por semana. Ou seja, não é uma questão se pode ou não, é uma questão se você tem dinheiro para manter. Maioria não tem.

Normalmente, o Cristianismo não tem dessas de poligamia, mas é na base do “poder, não pode. Mas se quiser, pode”, como foi o caso com aquele Zé que morreu na Índia e era o cabeça de uma das maiores famílias do mundo, pai de 94 filhos e 39 mulheres. Só que o miserável bateu as botas e vem aquela parte divertida chamada “partilha de bens”. Continuar lendo “Líder de seita bate as botas e as viúvas querem que o sujeito volte pra se explicar”