O planeta que tinha que estar lá

Eu gosto da Astrologia. Ela é divertida! Meu divertimento principal é quando alguém pede para eu ler o horóscopo, eu pergunto pelo signo, me respondem e leio um horóscopo qualquer só pra ver a pessoa confirmar tudo aquilo. O problema é que a Astrologia é meio distraída. Não deu pela falta de umas coisinhas pequenas e sem importância.

Como planetas, por exemplo.

Continuar lendo “O planeta que tinha que estar lá”

Sim, até cometas possuem auroras

Todo mundo sabe o que são as auroras boreal e austral. Estes fenômenos são causados quando partículas de alta energia vindas do Sol dão de cara com a nossa atmosfera superior. Claro, como é de se esperar, não é uma exclusividade da Terra, Em outras partes do sistema solar, Júpiter e alguns dos seus satélites

O que ninguém tinha visto até agora é que cometas também podiam ter auroras

Continuar lendo “Sim, até cometas possuem auroras”

Os buracos da autoestrada da informação

Estamos na Era da reclamação. Isso é um ponto indiscutível. Antes, a gente entrava na Internet para buscar informações; e encontrávamos! Hoje, entramos na Internet para dizer que não encontramos informação alguma, que é um absurdo, como assim me pedem coisas que eu não sei, como irei aprender, bláblábláblá.

Continuar lendo “Os buracos da autoestrada da informação”

Igreja da Manguaça ou Gabola Church: Vai uma bebidinha aí, Jesus?

Eu sempre fui contra a religião institucionalizada. É uma forma de controle social e político. Nunca aprovei tal coisa. Contra a religiosidade, não. Eu até acho legal que a pessoa tenha alguma crença em algum salvador pessoal. Com isso, eu achei muito legal a iniciativa de uma igreja africana que reconhece que o álcool, a causa e solução dos problemas, é uma forma de chegar a Deus.

Aproveitando para curtir uma birita esta é sua SEXTANDO INSANA!

Continuar lendo “Igreja da Manguaça ou Gabola Church: Vai uma bebidinha aí, Jesus?”

Quando um batom ajudou nossas avós a vencer a Guerra

Uma guerra (as de verdade, não arranca-rabo temporário) causam sérios problemas nos países envolvidos. Não, não estou falando de democracia caindo no seu quengo. Estou falando a população depender de recursos básicos, como comida, por exemplo. Os governos tentam (ou deveriam tentar) garantir que sua população tenham o mínimo do mínimo possível. Mas esse mínimo pode dar uma resvalada, quando é por um bem maior.

Num momento que tudo começa a ser racionado, alguns itens de primeira necessidade são indispensáveis e escapam ao racionamento; isso inclui pães, remédios e… batons.

Continuar lendo “Quando um batom ajudou nossas avós a vencer a Guerra”

Artigo completo e definitivo sobre o que se sabe a respeito da descoberta em Vênus

Pessoal está alvoroçado com o que se descobriu em Vênus. Com meu blog é um blog de divulgação científica também, vou dar plenos detalhes sobre o que foi descoberto e no que isso implica.

Continuar lendo “Artigo completo e definitivo sobre o que se sabe a respeito da descoberta em Vênus”

1000 pedradas no céu noturno

Pelo Sistema Solar circulam um monte de pedregulhos. Quando o pedregulho vem tranquilo pelo Espaço, ele se chama “asteroide”. Mas se adentra a atmosfera da Terra, recebe o nome de “meteoro”, e depois que cai, a rocha lá formada recebe o nome de meteorito, a não ser que você seja um descendente de dinossauro, porque aí iria dizer “ANJO SURDO DO CARALHO!”

Continuar lendo “1000 pedradas no céu noturno”

Indo na contra-mão

Estava pensando uma coisa interessante. No início, os blogs eram diários, em que as pessoas escreviam o que estavam pensando, suas opiniões. O mesmo acontecia com as redes sociais. Você via algo legal, postava. Você sabia de algo interessante, compartilhava. Isso era com os blogs de tecnologia, por exemplo. As pessoas compartilhavam notícias e comentavam muito. Isso acabou com o advento do adsense, que para monetizar tinham que refrear as opiniões, pois por qualquer coisinha o Google metia o machado. Isso levou a uma profissionalização, acarretando mais sites noticiosos no mesmo padrão dos jornais. A tão odiada Velha Mídia venceu, já que ela mostrou o caminho do sucesso.

Continuar lendo “Indo na contra-mão”

Inácio de Antióquia: A questionável história de um mártir

Um dos perfeitos exemplos de devoção, amor a uma causa e estabelecimento da profissão de fé são os mártires. Eles se entregaram ao flagelo, ao sofrimento e à morte para mostrar o quanto seu amor a Jesus Cristo era maior e mais importante que tudo na vida, inclusive a própria vida. Um  dos mais conhecidos e venerados mártires cristãos é Inácio de Antióquia, que mesmo preso e sendo levado ao seu destino em Roma, onde seria jogado aos leões, manteve-se sereno e resignado, professando sua fé e exortando as pessoas a seguirem o Salvador, Jesus Cristo, o verbo feito carne.  Mas quem é esse Inácio de Antióquia que desperta tanta veneração? O que a História sabe sobre ele? Vamos buscar a verdade, pois ela nos libertará.

Continue lendo aqui