Artigos da semana 141

Depois de novembro, dezembro e janeiro com temperaturas de gente, fevereiro começou com as portas das fornalhas do Inferno abertas, no melhor estilo “tá pegando figo, bicho!”. Minha conta de luz vai dar um salto triplo carpado por causa do ar-condicionado e para diminuir minha tristeza vocês bem podiam ler e compartilhar os artigos que postei durante a semana, né?

Continuar lendo “Artigos da semana 141”

Homem morre com um tiro por causa de uma cachorrada

Diz o adágio jornalístico que um cachorro mordendo um homem não é notícia, mas um homem mordendo um cachorro é. Da mesma forma, podemos dizer que um homem atirando num cachorro pode até ser notícia, mas um cachorro alvejando um homem com certeza é notícia! No caso, esta última aconteceu no Kansas, lar da Dorothy e casas voadoras. Lá, um sujeito tomou um tirambaço de um rifle e nesse momento foi pro Céu ver se encontra alguma cidade esmeralda. Quem acertou o sujeito foi seu cachorro.

Alvejando pessoal descuidado com notícias que não fazem sentido, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Homem morre com um tiro por causa de uma cachorrada”

Pai metido a esperto cai na gandaia e deixa Alexa tomando conta da filha. E isso é só o fim

Este é um caso maravilhoso por todos os motivos errados, a começar que o título é a reviravolta, o plot twist. É tipo o filme Amnésia com Guy Pearce. Foi-me trazido de presente pela Bajoriana, que adora catar estas notícias esquisitas, assim como eu. Tudo termina com um cara que mora no País de Gales, perdeu a custódia de sua filha de cinco anos por usar um dispositivo Echo para vigiar a filha enquanto ela dormia e ele ia pro pub local. Lá ele mandava a Alexa transmitir a imagem da menina dormindo.

Mas calma que esse é o fim da história. O início é o que junta o insulto à injúria. Continuar lendo “Pai metido a esperto cai na gandaia e deixa Alexa tomando conta da filha. E isso é só o fim”

Homem desaparece, morre, é cremado, aparece… ih, o morto não era ele!

MARGÃO, URGENTE!!!

Péra… onde fica isso?

Um homem belo e faceiro que não costumava pegar bonde e nem tomava rum creosotado ficou estupefato quando voltou de viagem e descobriu que estava mortinho de Metha… ou pelo menos alguém achou que era ele e até o cremaram! Continuar lendo “Homem desaparece, morre, é cremado, aparece… ih, o morto não era ele!”

A Verdadeira História do Desastre da Mars Climate Orbiter

Há muito tempo me falaram que não existe outra causa de um desastre aéreo se não falha humana. Máquinas não aparecem do nada nem se reproduzem. Essencialmente, são construídas e operadas por humanos. Se deu algum erro, é falha humana. Se teve algum problema estrutural, foi problemas no projeto, em copo o equipamento ia ser operado, as condições que não foram estudadas adequadamente etc. Aliás, isso serve para tudo, não? Desde o desastre da Challenger até a cagada que fizeram no projeto do iPhone 4. Continuar lendo “A Verdadeira História do Desastre da Mars Climate Orbiter”

Só os antigos atenienses mais ricos pagavam impostos; e eles se gabavam disso!

Por Thomas Martin
Professor de Clássicos, College of the Holy Cross

Na antiga Atenas, apenas as pessoas muito ricas pagavam impostos diretos, e estes iam para financiar as despesas nacionais mais importantes da cidade-estado: a Marinha e as honras dos deuses. Embora hoje possa parecer surpreendente, a maioria desses principais contribuintes não apenas pagou alegremente, mas se gabou de quanto pagou.

Continuar lendo “Só os antigos atenienses mais ricos pagavam impostos; e eles se gabavam disso!”

De onde vem as cegonhas que trazem os bebês?

Você conhece a velha história que cegonhas trazem bebês. Mesmo que você tenha crescido e (espero) deixado de acreditar nisso, elas ainda estão presentes em cartoons, desenhos animados, cartões, produtos infantis e ainda povoam o nosso imaginário. Tudo muito bem, tudo legal, mas, cá pra nós, você nunca parou para pensar o que cegonhas tem a ver com bebês, certo? Continuar lendo “De onde vem as cegonhas que trazem os bebês?”

A Verdadeira História da Idade Média

Você pensa que sabe algo sobre a Idade Média. O caos sem sentido, os belos castelos, a imundície, os garbosos cavaleiros, a ignorância exacerbada, as Cruzadas, as iluminuras, as pestes devastadoras, os monastérios, a influência da religião, a Queda de Roma, a ascensão do Islã, o período do retrocesso, a tão-chamada Idade das Trevas. De início posso dizer: você apenas tem fragmentos, mas História não é feita de fragmentos. Fragmentos de informações são como pedras; você pode construir conhecimento com eles, como um castelo é feito de pedras. Mas um amontoado de fragmentos não são a História propriamente dita como um amontoado de pedras não é um castelo. Continuar lendo “A Verdadeira História da Idade Média”