Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende

O problema do jornalismo é que ele deixou de existir para dar lugar ao que eu chamo de jornaleirismo. Sabem aquela figura clássica do molequinho vendedor de jornais? Para vender mais jornais ele gritava as manchetes e quanto mais sensacionalista, mais chamava a atenção. Com isso, eles gritavam manchetes que efetivamente não estavam no jornal, inventando polêmicas que não existiam, seguidos de EXTRA! EXTRA! Isso despertava a curiosidade das pessoas e saiam vendendo os jornais, para então o bando de otários perceberem que foram enganados e o moleque ter picado a mula com bolso cheio de moedas. No dia seguinte, o processo se repetia. Com o tempo, jornais perceberam que poderiam facilitar este trabalho sem mentir (muito), bastando adequar as manchetes ou dando ao público o que o público quer: opinião de famosinhos. Celebridades sempre venderam tudo, você sabe.

Celebridades sempre foram cotadas para vender desde propagandas até programa de entrevistas falando sobre assuntos que não dominam. Às vezes, não dominam nem assuntos das suas áreas de atuação, mas deixemos isso de lado. Um exemplo são jornais correndo pra saber o que famosinhos acham das medidas contra a pandemia. Aí maluquices como

Por que, eu me pergunto, por que jornais precisam dar atenção apara famosos falando de assuntos que não são especialistas? Já basta especialistas relinchando bobagens no Twitter como o coronga ser doença de rico e que pobre estaria a salvo, pois só afetaria gente da Faria Lima, e ninguém teria problema indo pro carnaval? Um discurso que mudou rapidinho quando começou a ficar mais famoso e foi chamado para fazer propaganda de carro de rico?

Não que eu ache que esse pessoal seja impedido de falar qualquer coisa em suas redes sociais, mas jornalismo não deveria se preocupar em fazer apuração de temas? Se bem que já definiram que jornalismo é separar o joio do trigo e publicar o joio, mas foi exatamente este tipo de postura retardada que ficou divulgando um bando de imbecis terraplanistas, que junto com o pessoal zueiro acabou se espalhando e hoje eu tenho que ensinar pra crianças que não, a Terra não é chata feito pizza nem é o centro do universo.

Mas jornais lucram muito com isso. Gera cliques, retuítes e comentários. Os números crescem e correm pra mostrar para os investidores. Curiosamente, esses mesmos jornais são os que criticam a Mula Presidencial dizendo Bolsonaro, que não acredita na ciência.

Agora, eu faria algo inverso (não, não é este tipo de inversão, engraçadinhos). Que tal chamar o Hamilton com um monte de leigos para debater como uma Uno com escada seria o ideal para disputar o próximo torneio de Fórmula 1? Ou que tal colocar MC Carol para fazer dueto com ele cantando Mamãe da Putaria, no teatro Scala de Milão, exaltando a incrível semelhança com a obra de Putini*?

(*EU SEI!)

Mas jornaleiros não querem isso. Querem a venda imediata, pois amanhã não será mais notícia, então o círculo roda, a gira circula e a roda gira. Precisamos de nova polêmica. Enquanto isso as pessoas olham para isso e começam a espalhar a torto e a direito, para a mesma imprensa denunciar fake News. As fake News que ela mesma espalha.

No final, certo estava o Klopp, que deu esporro dizendo que ele tinha um boné e uma barba mal-feita e não era apto para falar sobre coronga, com o que pareceu protestos de jornaleiros insistindo que ele tinha que falar e ele se recusando.

2 comentários em “Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s