Espinafre da lata deixa australianos mucho lokos

Surpreendentemente, não é nada que fosse matar alguém, mas estamos falando da Austrália, que nunca facilita, também. No caso em questão, o pessoal dos cangurus foi fazer uma saladinha responsa e ganharam de presente dores de cabeça, alucinações, febre, delírio, visão turva, pupilas dilatadas, náuseas, vômitos, taquicardia e confusão, todos os sintomas de alguém chapadaço. O denominador comum era que as pessoas fizeram salada com espinafre, e muito provavelmente você não se lembra do Popeye loucão. Continuar lendo “Espinafre da lata deixa australianos mucho lokos”

Como remédios e tratamentos eram receitados de boca em boca

O Brasil é um dos campeões em automedicação. Normalmente, as pessoas não gostam de ir a médico. Ok, eu também não gosto, mas vou assim mesmo. Alguns não gostam e não vão, dando preferência por pegar indicações de tratamento com os conhecidos; com isso, pegam receitas e indicações de remédios e vão na farmácia comprar. Sim, eu sei o que você está pensando: alguns remédios precisam de receita médica, mas você sabe muito bem que sempre se tem uma amiga que consegue fácil mediante uns conchavos. Só que isso não é nenhuma novidade, ainda mais se formos para o passado, em que médicos eram raridade; ter dinheiro para pagar médicos, mais ainda! Então, como as pessoas se tratavam?

Na base do crowd sourcing.

Continuar lendo “Como remédios e tratamentos eram receitados de boca em boca”

Grandes Nomes da Ciência: o Homem Velho de Croghan

O Irlandês levantou cedo, como era de seu costume. Tomou um modesto café da manhã, embora estivesse acostumado a boas refeições, ergueu seu corpanzil, ajeitou a tira de couro trançado em seu braço – um símbolo de status que lhe era digno – e saiu de casa; para fazer o que, ninguém sabe, mas saiu. Saiu e era aguardado. Sorrateiramente aguardado.

O Irlandês foi atacado. De surpresa! Ele tenta se defender, se machuca até que uma facada em seu peito é fatal e ele cai, vencido. Seus algozes não terminaram aí. Cortam-lhe fora a cabeça, como se por ordem da Rainha de Copas, partem seu corpo ao meio e jogam o corpo do Irlandês vencido no pântano. O motivo do crime? Ninguém sabe. O Irlandês lá ficará por anos, décadas, séculos, milênios… até ser descoberto. Continuar lendo “Grandes Nomes da Ciência: o Homem Velho de Croghan”

Doidões advertidos por enfiar a língua onde não devem

“Idiota é quem faz idiotice, senhora”
– Forrest Gump

Eu consigo pensar numa grande quantidade de gente a quem esta descrição cairia muito bem. O tipo de pessoa capaz de cheirar pó de mármore, enfiar ozônio no reto e… lamber sapos.

Não querendo esses lances de ficar lambendo sapos para ver se dar barato, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Doidões advertidos por enfiar a língua onde não devem”

Pseudopesquisa idiota diz que seus filhos ficarão mais esquisitos que você

Nós somos extremamente dependente de tecnologia dede que criamos a primeira ferramenta. Não dá para desinventar a tecnologia, mesmo que o pessoal “Vida simples” (que não-raro moram em mansões equipadas, numa fazenda, e não numa palafita no meio do nada) fique dizendo que devemos nos abster das modernas tecnologias. Lindo e maravilhoso, né? Alguns criaram simulações preocupantes mostrando como os futuros humanos serão e eles são… esquisitos.

Alguns até fazem ordem unida totalmente desajeitada e seguem políticos que tocam berrantes.

Vendo como você vai conseguir ficar mais feio do que já é, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Pseudopesquisa idiota diz que seus filhos ficarão mais esquisitos que você”

O milagre fatal para a cura da gripe espanhola

Entre 1918 e 1919, o mundo viu uma das piores pandemias da História: a gripe espanhola, a mais devastadora da Era Contemporânea. Ela ceifou 50 milhões de vidas, inclusive o presidente eleito Rodrigues Alves, que não chegou a assumir a presidência do Brasil porque a gripe duzinferno levou-o embora. Especula-se que a gripe espanhola não é bem espanhola, já que a proposição mais aceita é que ela tenha surgido nos Estados Unidos, num acampamento militar. Continuar lendo “O milagre fatal para a cura da gripe espanhola”

A mais antiga farmácia do mundo

Vendo um pórtico antigo de uma construção alojada dentro de uma capela florentina do século XVI, ninguém daria nada por ela, mas ali está a farmácia mais antiga do mundo em atividade. O local esconde uma história interessante e faz parte da Itália, e por que não dizer, da história do próprio conhecimento científico.

A dita farmácia se trata da Officina Profumo-Farmaceutica di Santa Maria Novella ou Farmacopeia de Santa Maria Novella, que entre seu catálogo estão poções antigas como o Vinagre dos Sete Ladrões, o primeiro perfume moderno e até um licor de joaninha. E esta é sua história. Continuar lendo “A mais antiga farmácia do mundo”

Jovem cozinha frango com xarope e acha que está abafando

Jovem é uma praga. Ainda mais jovem com rede social. Não apenas isso, o jovem que quer hitar na Internet e fica inventando “desafios” idiotas que outros jovens acéfalos podem até tentar fazer, mas acaba sendo só replicação. De qualquer forma, as agências de saúde preferem o dito pelo não dito, e correm para explicar que aquilo que o Jovem Maldito está fazendo vai dar merda.

Um exemplo corrente é o bando de idiotas fritando frango em xarope e o FDA, a Anvisa dos EUA, correu para dizer o óbvio: vai dar ruim, imbecis! Continuar lendo “Jovem cozinha frango com xarope e acha que está abafando”

Quando uma brincadeira de rádio se tornou fatal

Rádio é um incrível veículo de massa. É um poder fenomenal, mas você sabe o que o Tio Ben pensa sobre grandes poderes. E foi uma irresponsabilidade que causou uma morte. Uma morte que seria evitada com uma única palavra. Mas essa palavra não veio e aconteceu o que aconteceu: uma família perdeu a sua mãe. Continuar lendo “Quando uma brincadeira de rádio se tornou fatal”