Prefiro o abacaxi

Jornaleirismo de recursos precisa de qualidade (ou algo assim). Sempre tem alguém para encher o saco (normalmente “jornalistas”) para que gastemos nosso rico dinheirinho para assinar jornais. O problema é que o dinheiro que querem se mostra uma péssima escolha. Uma cientista portuguesa percebeu isso quando fizeram ela dizer o que ela não disse. Continuar lendo “Prefiro o abacaxi”

Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende

O problema do jornalismo é que ele deixou de existir para dar lugar ao que eu chamo de jornaleirismo. Sabem aquela figura clássica do molequinho vendedor de jornais? Para vender mais jornais ele gritava as manchetes e quanto mais sensacionalista, mais chamava a atenção. Com isso, eles gritavam manchetes que efetivamente não estavam no jornal, inventando polêmicas que não existiam, seguidos de EXTRA! EXTRA! Isso despertava a curiosidade das pessoas e saiam vendendo os jornais, para então o bando de otários perceberem que foram enganados e o moleque ter picado a mula com bolso cheio de moedas. No dia seguinte, o processo se repetia. Com o tempo, jornais perceberam que poderiam facilitar este trabalho sem mentir (muito), bastando adequar as manchetes ou dando ao público o que o público quer: opinião de famosinhos. Celebridades sempre venderam tudo, você sabe.

Continuar lendo “Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende”

Sobre médicos, empatia e os horrores do circo televisivo

Se você não está debaixo de uma pedra, sabe como anda dando ruim a reportagem que o Dráuzio Varella fez no Fantástico, que foi ao ar em 1º de março, sobre a solidão dos transsexuais nos presídios. Tudo muito bem, um deles estava abandonado lá há 8 anos, ninguém queria saber dele, coitadinho da criança. Até ganhou um abraço do bom doutor. O problema é que a TV do século XXI ainda acha que está na década de 50, com pessoas sem interesse ou sem poderem checar nada, quando em cinco minutos dá pra levantar a capivara de alguém, e foi o que aconteceu.

Fazendo pesquisa rápida, pessoal descobriu por que a Suzy Oliveira fora presa. Já havia um indício: ela estava cumprindo pena na Penitenciária I José Parada Neto, em Guarulhos, SP. A pista é que esta penitenciária é destinada a criminosos por abusos sexuais. Só que no caso da Suzy, a bagaça era pior do que se pensava.

Continuar lendo “Sobre médicos, empatia e os horrores do circo televisivo”

Segundo imprensa, Antártida derreteu e tá pegando fogo, bicho!

“Quando um cachorro morde um homem, não é uma boa história. Um homem mordendo um cachorro, aí sim! É uma boa história”. Várias pessoas já foram creditadas como autores deste adágio, incluindo Mark Twain, que é uma espécie de Clarice Lispector gringa, já que há várias frases creditadas a ele. Na verdade, o autor desta frase está no livro The Stolen Story and Other Newspaper Stories, de Jesse Lynch Williams, escrito em 1899.

Se tem uma coisa patente no jornaleirismo de raiz (e isso não é exclusividade brasileira) é o título causar aquele impacto apocalíptico, já que a notícia mesmo não geraria tanta comoção. Um exemplo disso é o alarmismo que estão criando com uma coisa séria, mas não tão séria pro pessoal das manchetes. Resultado? A Antártida chegou a uma temperatura de 18,3ºC, significando que o gelo todo lá foi pro ralo e virou escárnio do pessoal de Curitiba, o lugar mais frio do Universo, segundo os próprios curitibenses.

Continuar lendo “Segundo imprensa, Antártida derreteu e tá pegando fogo, bicho!”

NASA AVISA: Vem pedregulhão aí, dizem jornaleiros

O que vende? Vende a notícia espalhafatosa, terrível, mundo cão e, melhor de tudo, o mundo vai acabar de forma horrível, numa catástrofe saem precedentes (mentira, tem precedentes), em que toda a vida na Terra será varrida do mapa, da Terra e de tudo mais, pois a própria Terra vai pro saco numa explosão cósmica quando um pedregulhão maior que a minha pilha de boletos acerta um porradão bem no meio de nossa fuça.

E isso porque a NASA informou que um asteroide pra lá de fodástico pode atingir a Terra em outubro e ceifar a vida na Terra. Sim, o jovem também. Já não parece tão ruim, não é mesmo?

Continuar lendo “NASA AVISA: Vem pedregulhão aí, dizem jornaleiros”