Voz dos Alienados 113

Aquele aroma de esterco. trazido pelo vento. A fétida sensação que mais bobagens foram escritas. A necessária preparação para um festival de retardo mental, besteiras, insanidades e o turbulento pensamento de mentes tolas, imbecis e retardadas.

Não, não é pronunciamento da Presidência da República. É a Voz dos Alienados!

Continuar lendo “Voz dos Alienados 113”

E continuamos não aprendendo, né?

Em abril do ano passado, eu perguntei Aprendemos a lição? A respeito da loucura que estava o país e a proverbial incompetência dos governos em fazerem algo. Alçaram o Átila com sua voz de desespero que pouco ajudou. Não, não morreram 1 milhão de pessoas até o fim do ano como ele previra se nada fosse feito. Nada foi feito e hoje estamos caminhando para 500 mil pessoas. Sim, ainda é um número alarmante, mas o Átila contribuiu para os idiotas negacionistas minimizarem os efeitos. Continuar lendo “E continuamos não aprendendo, né?”

Como chegamos nessas mortes por COVID-19? A culpa é da medicina

Todo dia ficam discutindo como chegamos a mais de 428 mil mortes. Claro, tem o pessoal “foi o nazismo”, outros acham (DE NOVO!) que há um plano horrendo para reduzir a população do Brasil. De novo, chamam o Primeiro Energúmeno de genocida. Outros culpam a Big Pharma, a Globo, a Imprensa Golpista (e eu já nem sei mais quem usa este argumento, já que é figurinha carimbada nos discursos das bestas da Esquerda e dos retardados da Direita).

Eu, por outro lado, não sou um imbecil histérico e tenho plena compreensão do que está acontecendo. Afinal o Ceticismo é ficar refletindo sobre a suposta realidade apresentada e contrapor com as evidências correntes. Posso, então, vaticinar: a culpa de tudo oque está acontecendo é do avanço científico. Continuar lendo “Como chegamos nessas mortes por COVID-19? A culpa é da medicina”

O vento que venta lá…

Uma coisa que as pessoas não entendem é que uma conquista pode muito bem valer para os dois lados, principalmente quando se quer um equilíbrio entre os dois lados. Pessoal está indignadíssimo com a França, e isso porque ela criou uma lei criando igualdade entre os gêneros, sob pena de multa quem não obedecer, levando à irônica ação de multar a prefeitura de Paris por privilegiar mulheres.

Pelo visto, ventou cá, também. Continuar lendo “O vento que venta lá…”

Para que eu preciso saber disso?

 

Tem um monte de maluquices rolando por aí, mas volta e meia vem sempre a xaropada “ain por que a escola não ensina isso e aquilo? Buáááá, quero aprender a cuidar do meu cartão”. Aí, ficam postando imagens idiotas como esta da abertura, como se A ÚNICA coisa que escola ensinasse é sobre clorofila.

Por que não ensinam como pagar contas? Como se faz para pedir um emprego? Como comprar uma casa? Por que a escola não ensina isso? A questão é… ela ensina.

Continuar lendo “Para que eu preciso saber disso?”

Brasil a caminho de fazer o mundo melhor, sem brasileiros

Estou acompanhando o bando de imbecis tendo ataque de palanca pelos atuais testes de vacinas contra o coronga. Oxford, FIOCRUZ e tantos outros estão correndo para desenvolver uma vacina, e não há nenhuma garantia que esteja pronta até o final do ano. Com isso, o Primeiro Energúmeno falou que não podia obrigar ninguém a tomar vacina. PRONTO! Começou o bando de idiotas dos dois lados.

Continuar lendo “Brasil a caminho de fazer o mundo melhor, sem brasileiros”

Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende

O problema do jornalismo é que ele deixou de existir para dar lugar ao que eu chamo de jornaleirismo. Sabem aquela figura clássica do molequinho vendedor de jornais? Para vender mais jornais ele gritava as manchetes e quanto mais sensacionalista, mais chamava a atenção. Com isso, eles gritavam manchetes que efetivamente não estavam no jornal, inventando polêmicas que não existiam, seguidos de EXTRA! EXTRA! Isso despertava a curiosidade das pessoas e saiam vendendo os jornais, para então o bando de otários perceberem que foram enganados e o moleque ter picado a mula com bolso cheio de moedas. No dia seguinte, o processo se repetia. Com o tempo, jornais perceberam que poderiam facilitar este trabalho sem mentir (muito), bastando adequar as manchetes ou dando ao público o que o público quer: opinião de famosinhos. Celebridades sempre venderam tudo, você sabe.

Continuar lendo “Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende”

Passageiro malucaço ameaça passageiros de avião dizendo que Jesus era Negão, sangue bom

Conheci um cara, que se chama Jesus. Só não veio hoje, porque acabei de inventar esta gracinha. O problema é que um idiota surtado (branco) ameaçou os passageiros de um voo da Alaska Airlines, que acabou tendo que fazer um pouso de emergência Seattle, Washington, no sábado. Sim, só isso já era para garantir pena de morte. Ninguém merece ir pra Seattle.

O inusitado, é que este energúmeno não pediu cem mil, cem mil dólares de resgate. Este boçal estava exigindo que aceitassem que Jesus era um homem negro. Tem vídeo, e a cereja do bolo você vai ver.

Continuar lendo “Passageiro malucaço ameaça passageiros de avião dizendo que Jesus era Negão, sangue bom”