Voz dos Alienados 109

Estavam com crise de abstinência, né? Eu também. Sinto falta quando o bando de malucos não passa por aqui e deixa as suas perfeitas mostras de imbecilidade. Mas eles são ótimos em sempre nos ajudar, escrevendo o monte de insanidades, dignas das mentes mais do que perturbadas.

Bem, chega de palavrório. Vamos à sua série favorita: VOZ DOS ALIENADOS!

Continuar lendo “Voz dos Alienados 109”

Voz dos Alienados 108

Estamos no meio da insânia. Ela começou há muito tempo e agora está cavalgando naqueles cavalos robóticos dos Galaxy Rangers. Pessoal também anda meio indócil nos comentários, e isso é bom, pois dá para se distrair dos retardos mentais do primeiro Energúmeno; mesmo porque, este bando de acéfalos que regurgita bobagens aqui não está por aí causando genocídios.

Então, já que estamos em meio a um lockdown auto-infligido, já que os governos estaduais são um bando de idiotas e não tomam uma decisão, vamos para mais uma edição do VOZ DOS ALIENADOS!

Continuar lendo “Voz dos Alienados 108”

Austrália racista não respeita a cultura dos povos

Eu acho péssimo quando um país quer impor sua cultura a todos que moram lá, principalmente estrangeiros, e age de forma racista quando uma cultura diferente quer continuar suas práticas. Muito errado isso, pois, temos a obrigação de aceitar, respeitar e permitir que todos os povos continuem com seus hábitos e costumes.

É por causa disso que eu repudio a Austrália, já que duas mulheres, com idades entre 23 e 50 anos, queriam que suas visões de mundo e cultura fossem respeitadas, mas autoridades fascistas australianas impediram e decretaram a prisão destas duas senhoras inocentes, só porque queriam que um médico fizesse um procedimento, e este racista resolveu denunciá-las às autoridades. Um absurdo isso!

Cortando fora qualquer coisa que afete nossa cultura, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Austrália racista não respeita a cultura dos povos”

Voz dos Alienados 107

Ah, aquele cheirinho maravilhosamente fétido está tomando o ambiente de novo.  Aquele aroma de ignorância, boçalidade e estupidez que brota da fossa séptica do retardo mental de um bando de idiotas que resolvem externar o melhor de si mesmos, e olhem que eu estou até sendo educado, pois eu ainda acho que estes energúmenos fizeram um esforço para escrever, já que mal têm capacidade cognitiva para ficarem respirando sem aparelhos.

Simbora pra mais um VOZ DOS ALIENADOS!

Continuar lendo “Voz dos Alienados 107”

Presidente idiota impede vacinação contra COVID e vem com remédio vagabundo sem provas

A Tanzânia é um lugar ótimo, mas só se você não for albino. Seu presidente, John Magufuli, muito preocupado com a alta taxa de pessoas doentes pelo coronga, já veio a público para dizer que os tanzaneiros, tanzanenses, tanzaquaras ou sei lá como é o gentílico daquela budega, não precisam se preocupar e que vacina de reto é órgão sexual intumescido. Sim, isso, mesmo. Nada de vacina e sabem por quê? Por que Deus protegerá o país. Eu ouvi um amém?

Se preparando para a picadura de loucuras, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Presidente idiota impede vacinação contra COVID e vem com remédio vagabundo sem provas”

Baby Yoda, dragões e os chatos do Espaço

Eu tinha feito um vídeo e volta e meia eu toco no assunto que muitos deslumbrados metidos a divulgadores científicos (eu peguei ódio deste termo, pelo tanto de cuzões que tem) achando que informar é ser árido, tosco. Se isolam na Torre de Marfim da Ciência.

Um exemplo foi uma postagem de um desses manés metidos a divulgadores de ciência de astronomia e astronáutica; o que é fácil. Basta kibar pegar os dados da NASA (públicos), traduzir e fingir que falou algo que não está disponível em lugar nenhum. Acontece que…

Continuar lendo “Baby Yoda, dragões e os chatos do Espaço”

Para que eu preciso saber disso?

 

Tem um monte de maluquices rolando por aí, mas volta e meia vem sempre a xaropada “ain por que a escola não ensina isso e aquilo? Buáááá, quero aprender a cuidar do meu cartão”. Aí, ficam postando imagens idiotas como esta da abertura, como se A ÚNICA coisa que escola ensinasse é sobre clorofila.

Por que não ensinam como pagar contas? Como se faz para pedir um emprego? Como comprar uma casa? Por que a escola não ensina isso? A questão é… ela ensina.

Continuar lendo “Para que eu preciso saber disso?”

Programa de Conscientização Ceticismo.net

Eu já falei que não gosto do primeiro energúmeno, mas querer colocar a culpa nele, acusando o governo de Anti-vaxxer por não dar valor às vacinas e à ciência é um pouco demais pra mim.  mas talvez eu esteja errado. A população só precisa de programas de conscientização.

Com sérios programas de conscientização, teremos uma resposta positiva na sociedade. Vamos dar exemplos de como conscientização funciona:

Continuar lendo “Programa de Conscientização Ceticismo.net”

IMPUNIDADE: Preconceituosos escolhem quem pode ter um emprego e quem deve ficar desempregado

O brasileiro tem a pseudociência e preconceito como nome principal. O sobrenome é o nome que os pais escolheram, mesmo. Claro, vão dizer que o obscurantismo começou agora, mas isso já é corrente numa bosta de país que reconhece astrologia como profissão regulamentada pelo Código Brasileiro de Ocupações (CBO 5167-05). O fato de ser uma “ciência” que trabalha com corpos celestes, mas que foi incapaz de perceber que tinham 2 planetas e um planeta-anão faltando é secundário.

Isso sempre será uma SEXTA INSANA!

Continuar lendo “IMPUNIDADE: Preconceituosos escolhem quem pode ter um emprego e quem deve ficar desempregado”

Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende

O problema do jornalismo é que ele deixou de existir para dar lugar ao que eu chamo de jornaleirismo. Sabem aquela figura clássica do molequinho vendedor de jornais? Para vender mais jornais ele gritava as manchetes e quanto mais sensacionalista, mais chamava a atenção. Com isso, eles gritavam manchetes que efetivamente não estavam no jornal, inventando polêmicas que não existiam, seguidos de EXTRA! EXTRA! Isso despertava a curiosidade das pessoas e saiam vendendo os jornais, para então o bando de otários perceberem que foram enganados e o moleque ter picado a mula com bolso cheio de moedas. No dia seguinte, o processo se repetia. Com o tempo, jornais perceberam que poderiam facilitar este trabalho sem mentir (muito), bastando adequar as manchetes ou dando ao público o que o público quer: opinião de famosinhos. Celebridades sempre venderam tudo, você sabe.

Continuar lendo “Famosos dando palpites sobre o que não entendem. Nem o jornaleiro entende”