Jornaleiro acha que morcego é ave

Eu gosto do jornaleirismo do Brasil. Aquela mistura de erro, ignorância, desinformação e cara de pau, principalmente na hora de encher o saco que a assinatura garante boas reportagens, o que sabemos não ser bem o caso.

Um exemplo disso é o Metrópoles, o jornal que ainda está no tempo do Levítico e acha que morcegos são aves. Continuar lendo “Jornaleiro acha que morcego é ave”

Trabalho estressante? Escolha um que deixe você se masturbar

Então, meu amigo, minha amiga. Eu sei que seu trabalho é estressante, você tem que dar duro longas horas, estar sempre aberta pros chefes querendo mais e mais, trabalhando arduamente a ponto de se esfolar todo, gastando muita energia, pronto pra receber tarefas árduas e ter que rebolar para cumprir as metas. Natural que você fique estressado. Já pensou se seu chefe desse permissão para você dar aquela aliviada no banheiro, fazendo aquela briga desleal mandando 5 contra um? Pois é, algumas chefes acham que é um direito do funcionário se masturbar para dar aquela aliviada e depois voltar ao trabalho.

Revirando os olhinhos com as notícias que aparece, esta é a sua SEXTA INSANA! Continuar lendo “Trabalho estressante? Escolha um que deixe você se masturbar”

Os magníficos modelos anatômicos de marfim

O marfim é um maravilhoso, lindo e fantástico material para se fazer obras de arte e joias. O problema dele: é obtido por meio de presas de elefantes, dentes de hipopótamos e dentes de narvais (aquilo que parece um unicórnio, é um dente). Ele foi o responsável por mandar muitas espécies – principalmente de elefantes – à extinção, e seu comércio é atualmente proibido, salvo para obras de artes antigas, o que abre um precedente pra vagabundo deitar e se esbaldar. No caso do Brasil, em 2017, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços aprovou o substitutivo ao Projeto de Lei 7332/17, que proíbe qualquer forma de comércio ou transporte de marfim e de queratina existente nos chifres de animais em extinção. Recebeu parecer favorável e a lei está na dança das cadeiras esperando o que vão decidir, já que está aguardando designação de relator na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

O marfim era usado para uma miríade de peças magníficas, mas não falarei delas de um modo geral e sim de um caso particular. Imaginem que se encomendava peças anatômicas detalhadas feitas de marfim. Mas quando eu falo “detalhadas” eram detalhadas MESMO, com direito a órgãos internos e até bebês no útero da mãe. Continuar lendo “Os magníficos modelos anatômicos de marfim”

Portland quer manter as normas de distanciamento e uso de máscara. Pessoal chilicou

Em dezembro de 2020, eu tinha escrito que vocês podiam me chamar de paranoico. As vacinas estão um perrengue até hoje, com vários políticos se estapeando para saber quem vacina quem. Eu falei que ia ficar na minha, bem acastelado, além de continuar saindo na rua de máscara. Adorei não pegar resfriado em ônibus lotado. A máscara ajudou bastante e vou continuar com ela.

Já Portland, no Oregon, achou que esta é uma excelente ideia e vai continuar com as medidas restritivas, como distanciamento social e obrigatoriedade de máscara. Sim, pessoal está chilicando. Continuar lendo “Portland quer manter as normas de distanciamento e uso de máscara. Pessoal chilicou”

Butão só aplica vacina se João Bidu deixar

O Butão é um lugar maneiro. Não, sério, eu realmente acho isso. Lá nos cafundós do Himalaia, a paisagem tem um quê de alienígena e de filme de kung fu com aqueles templos e fortalezas. O Butão tem 763.092 habitantes, ou seja, um bairro do Rio de Janeiro, e conseguiu a proeza de vacinar 93% da população adulta (cerca de 472 mil pessoas, praticamente um condomínio); mas teve um porém: tiveram que esperar que a astrologia batesse.

Hein? Pois é. Continuar lendo “Butão só aplica vacina se João Bidu deixar”

Nova variante do coronga brasileiro se dissemina com rapidez

Com a brutal escalada de mortos por causa do coronavírus, ou corona vírus, ou Sars-CoV-2 ou COVID-19 ou Coronga, el Mavadón, o esforço internacional atrás de uma solução foi tão intenso que em menos de um ano já tinham vacinas, mesmo porque, só quando a água bate na bunda de país rico que se corre atrás. O problema é que alguns presidentes débeis mentais de republiquetas vagabundas foram contra as vacinas, preferindo remédio que não tem eficácia (e isso dito pela própria companhia farmacêutica que produz). A questão é que alguns retardados se recusaram a tomar as vacinas e resolveram não seguir as medidas sanitárias, e isso implicou em virarem plaquinhas de Petri pro vírus.

Moral da história: múltiplas mutações ocorreram no vírus, que agora tem outros efeitos sobre as pessoas, em especial aqui no Brasil. Continuar lendo “Nova variante do coronga brasileiro se dissemina com rapidez”

Na Copa COVID Deus 0 x 1 Darwin

Lembram quando eu falei do presidente da Tanzânia, John Magufuli, estava muito preocupado com a alta taxa de tanzaneiros que estavam doentes pelo coronga? Pois é, ele tinha dito que não precisava de vacinas, porque Deus protegeria o país.

O problema é que se o deus que ele acreditava protegia o país, devia estar meio esquecido. Magugo-Magufuli morreu aos 61 anos, vítima de coronga. Eu fico muito triste com uma notícia dessas. Continuar lendo “Na Copa COVID Deus 0 x 1 Darwin”

Vereador de Canela adoraria sentir o cheiro de álcool-gel pela manhã

Eu adoro ideias. Sim, eu adoro! Algumas são o máximo. Avanços científicos, novas técnicas de produção, novos materiais, medicamentos melhores e mais eficientes, sínteses mais econômicas com menores emissões poluentes… tudo isso é o máximo e vem de ideias oriundas de mentes criativas. Há outro tipo de ideia que eu adoro: as de leigos totalmente ignorantes em certas coisas, mestres em tirar do reto alguma solução incrivelmente mágica. Um exemplo do primeiro foi o esforço da indústria farmacêutica e cientistas do mundo todo buscando uma vacina contra o coronavírus, ou corona vírus, ou COVID-19 ou coronga, mesmo (sim, eu sempre escrevo isso tudo. Sim, SEO. Me processe). O outro exemplo é um distinto vereador que teve uma ideia iluminada: se álcool-gel é capaz de matar o coronga, evitando que nos contaminemos, que tal encher um avião pulverizado e espalhar álcool-gel em todo mundo?

Eu realmente não consigo ver o que poderia dar errado.

Continuar lendo “Vereador de Canela adoraria sentir o cheiro de álcool-gel pela manhã”

Explorando o Sistema Solar

A aventura humana começou há muito, muito tempo. Ela continua até hoje, pois se oceanos não nos impediram de chegar em novas terras, novos mundos, não será o vazio do Espaço que irá nos impedir.

O espaço está lá nos aguardando e há muito o que se visitar, muito o que explorar e muito o que se descobrir. Primeiro foi o quintal de casa, depois, outros lugares além do Mar Vermelho, depois, outros continentes. Já fomos à Lua e a próxima parada é Marte. Próxima, mas não última.

Continuar lendo “Explorando o Sistema Solar”

Um panorama perseverante de Marte

A Perseverance já está em Marte há pouco tempo e já está trazendo informações e muitas imagens. Só para vocês terem uma ideia, 79 imagens individuais formaram um mosaico formando uma sequência de imagens panorâmicas de alta resolução da câmera Mastcam-Z, capaz de identificar objetos de cerca de 50 centímetros.

As imagens foram tiradas na tarde de Sol 4 (22 de fevereiro de 2021) da missão; um sol é um dia marciano, em que a câmera instruída para tirar imagens com giro de 360º em torno do horizonte visível do local de pouso. Bóra dar uma olhada:

Continuar lendo “Um panorama perseverante de Marte”