Para resolver tragédia do rio Doce, chamaremos cientistas, SQN!

Patch de Quimioterapia para combater o câncer
Usando o Twitter para entender as pessoas. Ou tentar, ao menos

A República Federativa de Banânia tem sérios problemas. Esses problemas começaram quando Cabral chegou aqui como emissário do Rei (não, ele não frequentou a Escola de Sagres nem poderia, já que ela não existiu) e Pero Vaz de Caminha pede um emprego pros parentes no final da sua famosa carta que falava das vergonhas de fora das índias. Com o passar do tempo, criamos medo,. aversão, raiva, ódio e caímos no sofrimento para com a Ciência. O Brasil é o país que odeia Ciência, cientistas e qualquer coisa que esteja minimamente ligado ao conhecimento.

Depois do desastre catastrófico que aconteceu no município de Mariana, MG, transformando a cidade e adjacências em algo digno de filme pós-apocalíptico que faria Mad Max parecer representar uma caixinha de areia num parquinho. Dessa forma, o que podemos fazer para resolver a situação? Chamar as maiores mentes científicas do país, como engenheiros (de todas as áreas) biólogos, botânicos, ecologistas (de verdade, com formação e não abraçadores de árvores), químicos, médicos e outros profissionais técnicos, certo?

ERRADO, mas você já sabia que eu ia falar isso.

Sebastião Salgado, o fotógrafo que se especializou em fotografar a miséria do país, ganhando um dinheirinho bom vendendo álbuns bem carinhos (claro que ele deu parte dos livros para quem ele fotografou) se reuniu com a presidente Dilma Rousseff para apresentar ideias de como ele e sua ONG vai resolver o problema, salvar o mundo das cáries e distribuir ORTNs a todo mundo, já que ORTNs valem mais que dinheiro.

Ele desenvolve projeto que recupera nascentes do rio Doce, o que é lindo e maravilhoso, se não fosse a questão que o problema é dali em diante. Mas quem se importa com esses detalhes? Isso é coisa de cientista chato e intrometido que vem avisando isso há anos, mas cientistas não aparecem tirando fotos com presidentes, a população não aprecia isso. Cientista tem que estar preocupado em fazer palestrinha para aluno de colégio, não fazendo pesquisa.

Mas por que será que apareceu essa iniciativa Vingadores do Tião? Provavelmente por causa dele ter sido criticado por não ter tomado uma posição quando o caldo, digo, a barragem entornou. Por que ele deveria tomar uma posição? Talvez por sua ONG receber “apoio” da Vale do Rio Doce. Ele foi criticado e sua assessoria que fica em Paris (hu-huuuuuummmm) disse que ele está ciente e preocupado com o que aconteceu. Com isso, Tião se reuniu com a Dilma.

O BNDES já tinha liberado 2,5 milhões de reais pro Instituto Terra reforestar a Mata Atlântica. Lindo, ainda mais se você acha que reflorestamento é plantar uma semente e ir embora, sendo feito de maneira rápida. Segundo me disseram com toda empáfia, o Instituto Terra tem engenheiros sanitaristas, florestais e blábláblá. CARACA! Não sei para que temos a EMBRAPA, então. Não sei para que Universidades. Ah, desculpem. Eu mesmo digo, eu mesmo esqueço: universidades são apenas para fazer papel social, enchendo de gente que quer ter o sonho de possuir um curso superior, como é o caso daquela tia que se formou em pedagogia e voltou a ser faxineira, porque ganhava mais. Eu falo, mas eu mesmo esqueço: Brasileiro odeia universidades, porque brasileiro odeia Ciência.

Bem, Tião disse que vai resolver o problema do rio Doce, com suas ações incríveis. Mas elas realmente devem ser incríveis, já que o rio Doce foi declarado como morto, extinto, já era, bau bau, RIP. Inclusive, já começou a coleta de animais, que estão gloriosamente seguindo os percursos das leis da Química e estão apodrecendo, deixando tudo contaminado. As pessoas desabrigadas ao Deus-dará? Nope, vamos cuidar da nascente do rio.

Quando perguntado como ele avalia a situação, Tião diz que a morte do Vale começou muito antes, patati, patatá. Afinal, ele vai salvar o que, então? Não respondeu, mas respondeu que a recuperação das nascentes custará 3 bilhões; e não podemos esquecer que eles ainda têm fundos presos no BNDES, e que agora serão liberados. Conveniente.

Ok, lindo. Mas e a lama? E a imundície? E as contaminações? Ops, não podemos tocar nisso, pois já teve gente me xingando, defendendo-o. Sim, Sebastião Salgado virou a nova fosfoetanolamina e é este câncer que ele vai salvar:


Boa sorte!

As Pollyanas estão defendendo Sebastião, achando-o lindo e maravilhoso. Ele será o Messias! Já devem até estar fazendo um kickstarter para arrumar dinheiro do pessoal, e vai ter, porque é fácil separar pessoas de sseus dinheiros. Daqui a pouco esquecerão, arrumando um novo salvador. É assim que o Brasil (não) funciona. Mas eu já devia saber que contra crenças não se luta. O crédulo não é movido por lógica e sim por um profundo desejo de querer acreditar.


ATUALIZAÇÃO

O Cristiano me trouxe esta magnífica ação para purificar o rio Doce. Acho que ela também é bem válida.


Fontes:

Patch de Quimioterapia para combater o câncer
Usando o Twitter para entender as pessoas. Ou tentar, ao menos

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Lismar Cardoso

    Há gente que não possui senso do ridículo.

  • NestorBendo

    Correndo o risco de falar groselha, dou minha opinião de engenheiro sobre essas barragens:

    Considerando que o brasileiro não se preocupa com prevenção de desgraças, as barragens restantes (que estão rachadas, pelo que eu soube) vão por água abaixo SEM FALTA. Se você mora no vale do rio Doce, arrume a sua trouxa e pique a sua mula!

    Ou, deixe o seu na reta, mesmo. Você é quem sabe.

    NestorBendo respondeu:

    Adendo: soube pelo jornal matutino de hoje (imprensa golpista, mimimi, whiskas sachet…) que o coeficiente de segurança de uma das barragens restantes foi estimado em 1.22, enquanto que o recomendado pela ABNT para obras de terra é 1.50. Portanto, a barragem JÁ ESTÁ INSEGURA.

    A cara do engenheiro que foi dizer em entrevista que ainda assim garantia a segurança da barragem foi aquela que diz: “Puta que o pariu, eu devia ter cobrado mais, minha carreira tá indo pra vala!”

    Corram para as colinas, corram por suas vidas.

    NestorBendo respondeu:

    Dr. André, parece que teve um caso similar na China, derrubando uns trinta prédios e soterrando um bazilhão de gente. Filial ou matriz da Samarco, eu me perguntei.

    Acho que descaso com normas de segurança não é exclusividade brasileira…

  • Claudio Veroneze

    Os pastores tão temperando o rio pra ver se o gostinho da morbidez fica menos doce. (menos doce pq a credulice é salgada pros bolsos,quanto mais sal,melhor para eles e quanto mais credulice, menos ciência,melhor pra igreja).

    NestorBendo respondeu:

    Se você tem que explicar a piada, ela é ruim.

    Claudio Veroneze respondeu:

    é verdade =/

  • Narciso L. Junior

    Daqui a semanas ou meses quando a lama for arrastada pela água da chuva eles voltam gritando ”tá vendo só curamos o rio”

  • Silvio Soares da Silveira

    Pô, olha aí, faz todo sentido, o rio é doce, jogando sal, tá resolvido o “pobrema”. (…toca vinheta de ” A Praça é Nossa”)

    NestorBendo respondeu:

    Não sei se solto o “Você acaba de invocar Praçodia, o proibido!”, ou se o “You shall not Praça!”…

    Why not both?

    Silvio Soares da Silveira respondeu:

    Mas repare bem, o mais engraçado de todos, é o “crentino” do canto esquerdo do vídeo, a “cara-de-porco-mijando” que ele faz, é de uma canastrice exacerbada.

  • Leandro, o Almeida

    Esse projeto mesmo que funcione durará no mínimo umas décadas pra resolver o problema do rio, sendo que a população necessita de ajuda pra hoje, digo, pra ontem!

    E sobre o vídeo do pastor, eu não sei ao certo, mas acho, talvez, é cedo pra afirmar, não irá ajudar muita coisa.

  • Silas

    se colocasse o produto que se usa para tratar a agua para beber, seria possivel usar aquelas barreiras. não é possivel sem, pois a lama não tem diferente densidade, então não boia nem afunda, se mistura em toda a agua do mar.

    Pryderi respondeu:

    Você falou isso de piada, né?

    NestorBendo respondeu:

    Ele tá falando de tentar floculação contra a situação?

    Pryderi respondeu:

    Foi o que entendi. Explico pra ele ou deixo-o descobrir sozinho?

    NestorBendo respondeu:

    Explica, que se aproveita mais, né não?

    Pryderi respondeu:

    É uma ideia retardada em que se gastará milhares de toneladas de cal e sulfato de alumínio para baixar toda aquela bosta de lama pro fundo, e mesmo assim não diantará nada.

    Silas respondeu:

    as boias so conseguem segurar se tiver densidade diferente. se o produto decantar ou boiar pode ser segurado nas barreiras. mas o molho sai mais caro que o peixe. lama não é poluente, já o produto para tratamento de água pode ser toxico a fauna. O uso do produto so seria justificavel se fosse com esgotos e este rio desaguar em um muito maior que seja usado para abastecimento, e todo o rio maior seria contaminado com pouco esgoto e teria que usar esse produto em todo o volume e não so no esgoto.

    Pryderi respondeu:

    Lama não é poluente…

    Pelo visto você não entende PICAS de desequilíbrio ecológico, né?

  • Silas

    Ainda bem que abandonam os reflorestamentos, pois se cuidassem a erosão genética seria muito maior.(as sementes são retiradas de uma so arvore de cada especie, e na próxima coleta se retira as sementes de arvores que foram replantadas e são todas irmãs, não tendo nenhuma variabilidade genética, que é o inicio para extinção caso haja qualquer diferença no ambiente.

  • Exatamente. Pessoal pensa que limpar toneladas e mais toneladas de lama de um rio é a mesma coisa que limpar a piscininha jacuzzi que tem em casa.

  • E a profundidade?

  • Removeram o vídeo. 🙁

    Pryderi respondeu:

    Tolinho, estamos na Internet. Nada some por muito tempo

    Lucho respondeu:

    Valeu!!