Category Archives: Ecologia

Pesquisadores estudam fluxos de água líquida sobre o gelo da Antártida

Tem gente que acha que Aquecimento Global é uma farsa. Boa parte dos motivos é que algum professor-doutor da USP falou que não, que pelo contrário, a Antártica não está derretendo. USP parece viver mais do seu nome do que pelos profissionais que têm lá (beijo, Chierice). O problema é que a realidade… bem, a realidade é o que é.

Já se tinha ideia que durante o verão polar as geleiras deviam ter algo semelhante a rios, com grandes quantidades de água líquida escorrendo. Até agora nada tinha se visto… até agora.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

A incrível usina termoquímica de Enceladus

Opa, novas informações divulgadas sobre as descobertas da sonda Cassini a respeito do satélite Enceladus e do Hubble a respeito de Europa, o satélite de Júpiter, não o continente. Muitos já estão especulando sobre a possibilidade de haver vida ou, pelo menos, condições capazes de sustentar o surgimento de qualquer ser vivo, ainda que tosco. Serio mesmo que isso foi o que descobriram?

Dica: Não.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pesquisadores desenvolvem sensor que detecta pesca com cianeto

Existem ideias tolas, ideias idiotas, ideias completamente burras e ideias “meu Deus do Céu, o que você estava pensando?”. Um exemplo dessa última é pescar usando cianetos, seja de sódio ou potássio. Cianetos são venenos; dessa forma, o espertão tem a “brilhante ideia” de espalhar cianetos na água de forma que os peixes fiquem atordoados e mais fáceis de serem capturados. Dessa forma, o cara cata os peixes e leva para vender. Maneiro, né?

Por algum motivo que não passa pela minha cabeça qual seja, vários países proíbem esta incrível tática de pescaria. Eu não sei… talvez por sairmos envenenando tudo em volta (inclusive você mesmo)? Não seria legal se tivéssemos uma forma de detectar cianetos no mar?

Sim, temos um químico para resolver isso!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Lampreias mudam de sexo dependendo da comida local

Tá vendo este ser vindo de um pesadelo que fez Belzebu acordar assustado? Pois é, é uma lampreia. Este ser das profundezas pode chegar até 120 cm de comprimento, não tem um esqueleto mineral, mas sim cartilaginoso. Esta coisa dos infernos se reproduz em águas doces, e só depois de adultos vão para o mar, preferindo águas tropicais, seja do Trópico de Capricórnio ou Câncer.

Além de ser feias como um demônio dos tempos antigos, as lampreias são tão esquisitas que o sexo pode variar mediante a velocidade de crescimento. Isto é, dependendo se elas crescerem devagar ou rápido, podem acabar se tornando menina ou menino.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

O pequeno satélite de longa longevidade

O satélite é pequeno, do tamanho de uma geladeirinha. Projetado para durar só um ano, mas já está há 17 anos em órbita.

O satélite Earth Observing-1 (EO-1) superou as expectativas em seus objetivos de tecnologia de seu tempo. 17 anos é muito tempo, mas ele aguentou firme. Hoje, vários satélites podem se considerar filhos dele, que estará ainda por aqui por bastante tempo.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Os Fósseis

Fósseis são vestígios de seres vivos do passado. Estudar fósseis é como uma viagem no tempo por uma Terra desconhecida, é entender nosso passado, e compreender o quão frágeis são os seres vivos, que podem desaparecer completamente, sem deixar vestígios, já que os processos de fossilização são muito difíceis.

Este é mais um vídeo falando sobre conceitos básicos de ciência, mais especificamente paleontologia.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Pesquisadores estudam as propriedades das teias da aranha-marrom

Nada é tão maneiro quanto teias de aranhas. Com uma resistência superior à do aço, as teias do amigo da vizinhança das aranhas são inigualáveis em termos de resistência e facilidade de trabalhar. Quimicamente, aquilo é um imenso fio de uma proteína (que é um polímero) que é produzido no fiofó das pernudas. Cientistas estão até hoje tentando sintetizar algo semelhante ao que 3 bilhões de tentativa-e-erro deram às filhas de Aracne. Mas uma espécie está chamando um pouco mais de atenção: a aranha-marrom (Loxosceles laeta) e seu modo de fiar suas teias.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Tom & Jerry versão real (não, não é fofinho)

Como você vê, aqui é preciso correr o máximo que puder para ficar no mesmo lugar. Se você quiser parar em qualquer outro lugar que não este, vai precisar correr pelo menos duas vezes mais rápido!

– da Rainha Vermelha para Alice

O conceito da Rainha de Copas (ou Rainha Vermelha) é usado em Evolução para explicar como duas espécies evoluem conjuntamente, mesmo (ou principalmente) quando uma é predadora da outra. a pressão evolutiva faz com que um evolua concomitantemente com a outra espécie, ou então haverá desequilíbrio e uma das espécies não continuará existindo, e acontece muito isso com espécies invasoras, que não tem predadores, e se alastra que nem praga. Mas por que eu estou falando isso?

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Aroeira é ótima contra bactérias malvadonas

A aroeira é uma árvore bem conhecida no Brasil, sendo algumas espécies conhecidas como aroeira-pimenteira ou Pimenteira do Peru (o país), mas tem muito pouco a ver com as pimentas que colocamos no acarajé bem quente e que ferra com a vida dos desavisados. Ela é rica em tanino, empregada nos curtumes, além de ser usada como forragem, fermentação para se fazer vinagre e bebidas alcoólicas e usada para a limpeza de pele, além de possuir ação bactericida.

Aliás, é exatamente esse o motivo da pesquisa que vou contar pra vocês. Senta aí que titio vai falar de uma espécie invasora.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Gás carbônico sendo dissolvido nos oceanos cada vez mais

Eu já tinha postado aqui sobre as grandes quantidades de gás carbônico (CO2) sendo dissolvidos nos oceanos acarreta em grandes problemas. Isso porque o equilíbrio se desloca e forma-se ácido carbônico (H2CO3),e causa muitos problemas, como a acidez nos oceanos oferecendo perigo às diatomáceas, talvez causar extinção em massa nos mares e oceanos e até mesmo aumentando o tamanho dos crustáceos, o que não é lá tão bom quanto à primeira vista se faz crer. Corais caribenhos, contudo, ainda estão vivendo bem.

Claro, nada é totalmente ruim ou totalmente bom. Com esse crescimento na absorção de CO2 nos mares e oceanos, são menos toneladas a ir para a atmosfera, que acabariam ampliando ainda mais o efeito estufa e criando o aquecimento global. De qualquer forma, estamos ferrados da mesma forma.

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας