Pesquisa aponta por que professor rala peito da educação em tempos de COVID-19

Com a pandemia e o Coronga à solta, um grupo que tem sido impactado é os professores. Alguns imbecis, idiotas e acéfalos que fazem muito, mas não mais que traduzir trabalho dos outros acham que é OK liberar os colégios no meio de uma pandemia, e só não o fazem porque professor tem sindicato. Sim, aquele sindicato que nunca consegue um dissídio que seja minimamente próximo da inflação (oficial. A inflação real a gente nem menciona mais).

Isso está acarretando vários professores largando o trabalho (lá fora. Aqui, pessoal está mendigando emprego). A pergunta é: por quê? É o que uma pesquisa procura responder e entender as razões pelas quais os professores deixam a profissão em tempos de COVID-19.

Continuar lendo “Pesquisa aponta por que professor rala peito da educação em tempos de COVID-19”

O que eu sei sobre a explosão no porto de Beirute

Deu muito ruim em Beirute ontem. Não sanduíche, a capital do Líbano. As notícias que começaram a chegar foi que houve uma enorme explosão. Começaram com um monte de informações desencontradas, como é normal em acontecimentos deste tipo. Achava-se que era algum ataque, você sabe… Líbano, né? Israel disse que não teve nada a ver com aquilo. Hezbollah confirmou que Israel não teve nada a ver com aquilo (sim, pois é). Alguns acharam que era um depósito de mísseis do Hezbollah e um energúmeno que meteu um texto no Google Translator achou que era uma loja de mísseis. Afinal, o que aconteceu?

Aconteceu uma sucessão de erros, foi isso que aconteceu!

Continuar lendo “O que eu sei sobre a explosão no porto de Beirute”

Areia, gafanhoto, coronga e brasileiros. 2020 tá ótimo!

Pessoal muito impressionável está tendo ataques de pelanca porque leram que alguns ventos fortes, daqueles bem quentes e intensos, sopraram no deserto do Saara e levantaram areia com tanta força que trouxeram aqui pro Brasil, dando aquela viagem maneira por milhares de quilômetros através do Atlântico.

Todo mundo em estado de alerta, mas . Os fortes ventos quentes sobre o deserto do Saara levantam areia nesta época do ano, assim como costumam levar a poeira por milhares de quilômetros através do Oceano Atlântico para as Américas. Este ano, o pó é o mais denso em meio século, com direito a redução drástica da visibilidade.

Continuar lendo “Areia, gafanhoto, coronga e brasileiros. 2020 tá ótimo!”

Sim, cães têm adolescência e são tão insuportáveis quanto humanos (sim, eu sei)

Adolescência é aquele período chato depois da infância. Enquanto crianças acham que sabem tudo e pensam ser capazes de mandar nos adultos, os adolescentes têm certeza. O pior é quando o vagabundinho de 30 anos ainda age como um moleque de 13 (anos ou QI); e se isso já é insuportável em seres humanos (dizem que adolescente é gente), é pior nos cães.

Sim, cães têm adolescência. E são tão insuportáveis quanto humanos (estou chamando adolescentes Homo sapiens de “gente”, mas não se acostumem).

Continuar lendo “Sim, cães têm adolescência e são tão insuportáveis quanto humanos (sim, eu sei)”

O coronavírus e o efeito da vítima identificável

Ontem, eu tive que me aventurar fora de casa, mesmo em tempos de pandemias, eu precisei sair. Eu realmente precisei. O mundo que vi foi estarrecedor. As pessoas agindo como se nada estivesse acontecendo. Eu com uma máscara PFF2 e outra de TNT por cima (paranoia ajuda a nos manter vivos, ainda mais depois do que eu vi) e pessoal na rua passeando como se nem fosse com eles. E isso porque a prefeitura do Rio baixou uma lei obrigando uso de máscaras em locais públicos.

Saindo um pouco disso, mas ainda no tema que vocês entenderão daqui a pouco, tem o caso da senhora que defendia abertura do comércio e que o coronavírus era coisinha sem importância. O problema é que a realidade bateu à sua porta da maneira mais funesta: seu marido morreu por Covid-19. Aí a postura muda, mas isso tem um nome: O Efeito da Vítima Identificável.

Continuar lendo “O coronavírus e o efeito da vítima identificável”

Testes para COVID-19 apresentam erros e podem dar resultado negativo mesmo em pessoas contaminadas

Estamos caminhando de vento em popa para o pico de infecções do COVID-19, também conhecido como coronavírus, ou Coronga, entre os mais chegados. Para quem trabalha como profissional de saúde, a exposição é um risco constante, e por mais que se tenha EPI disponíveis (você não, Brasil) é preciso ter testes à disposição. O problema está aparecendo quando muitas decisões médicas são tomadas por causa dos testes.

Como poderia isso dar errado? Alguns testes não serem confiáveis e darem respostas de falsos negativos, isto é, quando a pessoa está contaminada, mas o teste diz que ela está de boas. Conseguem imaginar o quanto isso vai dar ruim?

Continuar lendo “Testes para COVID-19 apresentam erros e podem dar resultado negativo mesmo em pessoas contaminadas”

Vi o magnífico discurso do Bolsonaro e estou sem palavras

Ontem teve pronunciamento presidencial. Em meio a um problema de saúde sério em nosso país, nosso presidente teve uma atitude ímpar no trato da pandemia. Não; é verdade! Sério! Eu fiquei impressionado, eu não tenho palavras para registrar o imenso estupefato de tais declarações.

Continuar lendo “Vi o magnífico discurso do Bolsonaro e estou sem palavras”

Um passeio pelo inocente mundo alheio ao Corona vírus

Eu tenho um blog, e o curioso é que o que menos faço nele é aquilo para o qual blogs foram feitos: falar do seu dia, de suas experiências. Mesmo porque os weBlogs eram para ser diários virtuais, que que você escreveria, bem… seu diário. Acabou virando muito profissional e com artigos e modo de se trabalhar como é o caso do WordPress. Bem, eu posso fazer isso de vez em quando, saindo da programação normal.

Em tempos de corona vírus, a recomendação é ficar em casa. Eu fiquei até onde pude, mas entrega de mantimentos não está disponível em todos os lugares, infelizmente., então, é tomar banho, me arrumar, um frasco de álcool-gel e sair à rua. Não levei máscaras, mas aí seria exagero (ou não seria?).

Continuar lendo “Um passeio pelo inocente mundo alheio ao Corona vírus”

Geosmina é pra fracos, diz São Paulo. Lá é agrotóxico, mesmo!

São Paulo tem vários problemas. Um deles é ser São Paulo, o outro é olhar pro Rio de Janeiro e pensar “que merda que eles estão fazendo que eu possa fazer bem pior?”. Depois de proibir canudo, sacola e copinho plástico, paulistenses olharam de novo pros riojaneirenses e perguntou “o que diabo tu tá fazendo aí, mano?”. Então, riojaneirenses respondem: “tamo servindo água com cocô e detergente, tá ligado?”. Paulistenses riem e dizem “Rá, nós vai fazê pior!”

Fazendo um brinde à insânia com um copo com água que passarinho não bebe, porque ele prefere cachaça, ESTA É A SUA QUINTA INSANA! (sim, antecipei. Me processe!)
Continuar lendo “Geosmina é pra fracos, diz São Paulo. Lá é agrotóxico, mesmo!”