Um Canadá como gostaríamos de ver do nosso quintal

O Canadá, ainda que seja um país como outro qualquer, parece ter alguma coisa mística nele, com suas paisagens, suas montanhas e seu frio do cacete. É um país maior que o Brasil, tendo 9.985.000 km² (Brasil = 8.516.000 km²), tendo população de apenas cerca de 38 milhões de habitantes (Brasil = 210 milhões hab.)

No vídeo a seguir, Florian Nick viajou por 5.500 km em seis semanas explorando as vastas paisagens de British Columbia e Alberta no Canadá, procurando os mais belos cenários, registrando as paisagens em 54.000 fotos (!), e com elas montando este vídeo.

Continuar lendo “Um Canadá como gostaríamos de ver do nosso quintal”

Museus de Viena abrem conta no Onlyfans para você ver nudes

Todo mundo sabe que Internet is for porn. Alguns provedores de conteúdo fingem que não é assim, ainda mais os de redes sociais, vivendo um misto de carolice com buscas de ganhar dinheiro, mas sem querer desagradar todo mundo. Isso leva a situações engraçadas e trágicas quando redes como Instagram e Facebook banem contas que colocam fotos explícitas, como a que abre este artigo.

Sim, obras de arte como esculturas e pinturas. O que se faz, então? Ora, parte-se pra repositório de peladezas, ué: o Onlyfans.

Continuar lendo “Museus de Viena abrem conta no Onlyfans para você ver nudes”

Taqui o meu blogroll. E o seu?

Eu sou um evangelizador de blogs, como vocês bem sabem. Qualquer um pode dizer que os blogs não morreram. Morreram, mas eu tento ressuscitá-los, enquanto aqueles que dizem que não morreram não fazem nenhum esforço para estimular que as pessoas escrevam. Por isso eu escrevi Pela Volta dos Blogs e perguntei Cadê os blogrolls?

Revolvi eu mesmo responder a esta pergunta. Continuar lendo “Taqui o meu blogroll. E o seu?”

Os blogs ainda respiram

Eu estou feliz hoje. Ainda com os infortúnios do mês, mas algo me fez ficar contente. Ouviram quando eu fiz o apelo Pela Volta dos Blogs. Não o blog metido a reportagem jornalística, ou os empolados arrogando moral superior. Estou falando do blog-raiz, o blog inocente, despretensioso, que quer apenas escrever algo que aconteceu, um conto, um momento divertido (ou não).

Sim, me ouviram.

Continuar lendo “Os blogs ainda respiram”

O Roque dos Garotos observando o céu

As Ilhas Canárias são uma maravilha pela sua geografia e limpeza, em todos os sentidos. Elas formam um arquipélago pertencente à Espanha, que fica no oceano Atlântico, perto da costa do Marrocos. É um local protegido de forma a garantir que não haja poluição luminosa, de forma a poder-se contemplar o céu noturno.

Continuar lendo “O Roque dos Garotos observando o céu”

Patagônia como você nunca viu

A Patagônia é um lugar incrível. Estando mais ao sul da América do Sul, numa região compreendendo parte da Argentina e do Chile, a Patagônia é fantástica. Podemos ver a aurora austral (no norte é “boreal”),  além de um fantástico céu noturno de tirar o fôlego.

O vídeo a seguir explora as belas e agrestes paisagens da Patagônia, estando com resolução animal de 8K, tendo sido registrado durante 6 semanas, viajando mais de 7.500 km de Santiago a Punta Arenas, capturando cerca de 100.000 imagens estáticas que se combinam neste timelapse.

Continuar lendo “Patagônia como você nunca viu”

No duelo de luzes, a artificial sempre ganha

Quando você viu o céu coalhado de estrelas da última vez? Era no centro de alguma capital? Pois, é. Tá difícil ver as estrelas fora o nosso Sol. A iluminação artificial das cidades faz com que as pobres estrelas tenham p seu brilho ofuscado. Astrônomos medem de um a nove, na escala de Bortle, o quanto a iluminação artificial atrapalha a visão do céu noturno; e este vídeo feito em 2016, rodado principalmente na Califórnia por Sriram Murali, percorre todos os níveis da escala, mostrando como a visão do Cosmos fica melhor em áreas menos poluídas pela luz.

Eu ainda quero ver o céu estrelado novamente, mas sei que, para isso, terei que ir bem para o interior, pois somos reféns de nosso próprio desenvolvimento tecnológico. Continuar lendo “No duelo de luzes, a artificial sempre ganha”

A sinfonia da distância do Universo

O Hubble Ultra Deep Field é uma imagem de uma pequena região do Espaço, mas de grande importância. Ela foi obtida por seguidas exposições do Telescópio Espacial Hubble entre 2003 e 2004, e é a imagem mais profunda do universo tirada em luz visível, registrando galáxias e estrelas como com seu brilho emitido há bilhões de anos. Com certeza, muitas dessas estrelas sequer existem mais, mas é um registro do passado, um “osso estelar” encontrado por um paleontólogo espacial que observa as entranhas de um Universo que há muito se modificou.

Esta imagem retrata um universo jovem, com idade entre 400-800 milhões de anos após o Big Bang. Muito antigo, não é, mesmo?

Continuar lendo “A sinfonia da distância do Universo”