Analisando séries e filmes de super-heróis XVIII

A morte e ressurreição de Jesus, digo, da Liga da Justiça

O “Liberem Snyder Cut” foi um dos maiores movimentos de fãs. Curiosamente, a Warner ouviu, mas ouviu mais ainda o Zack Snyder, que conseguiu convencer os executivos da DC a refilmarem, digo, remendarem o filme da Liga da Justiça. Warner gastou 70 milhões de dólares e acabou refazendo cenas, refilmando diálogos e dando uma recauchutada em muito dos efeitos visuais… mas não todos. Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis XVIII”

Analisando séries e filmes de super-heróis XVII

Justiça que faltou para a Liga, ou Liga Whedonverse

Liga da Justiça é um filme bastante controverso e teve um festival de problemas. De todos os tipos. O filme estava atrasado, o orçamento estourou e a filha do Zack Snyder cometeu suicídio, deixando o cara na pior, compreensivelmente. Vamos falar um pouco sobre os dois filmes, mas antes, o pano de fundo. Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis XVII”

Qatar judia de jogadoras de vôlei de praia

Algumas notícias me fazem ficar em dúvida. Quando há dois grupos idiotas envolvidos, não sei de quem eu rio mais. A loucura da vez é saber que o Qatar está hospedando o próximo evento do FIVB World Tour, o Circuito Mundial de Voleibol de Praia. Se só em saber disso você não começou a rir, é porque não sabe de um pequeno detalhe do Qatar: é um emirado árabe que, obviamente, segue a religião dos camelinhos de Allah.

Agora a gente faz a matemática, juta um país que segue uma religião tosca com mulheres de biquíni brincando de bife a milanesa na areia da praia e jogando bola pra lá e pra cá (uma só. Não duas). Continuar lendo “Qatar judia de jogadoras de vôlei de praia”

Artigos da semana 46

Vocês estão acompanhando a minha série de textos sobre séries e filmes baseados em histórias em quadrinhos, né? É uma bela coletânea de artigos e estou adorando escrevê-los. Se você acha que está demais, talvez eu volte com alguns outros assuntos, mas só se eu achar algo que valha a pena. Ou não. Não sei. Vou decidir na hora que for escrever.

Essa não é a maravilha dos blogs? Acompanhe o que eu escrevi esta semana.

Continuar lendo “Artigos da semana 46”

Analisando séries e filmes de super-heróis V

Vilões, o grande problema da Marvel (mas nem deveria ser)

Eu escrevi “Marvel”, no subtítulo, mas deveria ter escrito “Disney”, mesmo. Todos se referenciam à Marvel Studios, mas ela é de propriedade da The Walt Disney Company agora e isso porque a Marvel sempre esteve na pindaíba e faliu umas trocentas vezes. Nos anos 1950, a então Atlas Comics estava passando por maus bocados. Nos anos 1970, começou a haver uma contração do mercado de quadrinhos, mas ainda assim a Marvel conseguia se manter, apesar de seus títulos. Os personagens eram famosos, e o são ainda hoje. Mas curiosamente, isso não refletia nas vendas. Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis V”

Analisando séries e filmes de super-heróis IV

Gosta de filmes de super-heróis? Agradeça ao Tim Burton e seu Batman

Batman é um dos personagens mais icônicos, famosos e queridos da DC. Ele é tão importante que, sem ele, não teríamos os filmes da Marvel (seja da Disney, Fox, Sony ou Universal). E isso se deu ao fato do filme Batman, de 1989. Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis IV”

Analisando séries e filmes de super-heróis III

A maravilhosa mulher e os verdadeiros vilões


Mulher Maravilha do Perez é a melhor Mulher Maravilha.
Quem discorda está a serviço de Ares

Saiu o Mulher Maravilha 1984, mas antes de falarmos sobre o que é o filme (assunto esse que larga maioria não conseguiu deduzir pelo filme, apesar de ser bem explicado), vamos dar uma repassada na Diana, a Mulher Maravilha. É uma personagem criada por um psicólogo com duas fixações: a verdade e fetichismo.

Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis III”

Analisando séries e filmes de super-heróis II

A força além da super-força

Tudo bem, você acha que o primeiro super-herói foi o Super-Homem. Não foi. A ideia de criar super-humanos já estava presente mesmo em Bewoulf, mas se formos ver bem. Hércules era um semideus e Aquiles foi mergulhado no rio Estige e ganhou invulnerabilidade. O problema é que a mãe dele era idiota e não mergulhou totalmente, deixando os pés e tornozelos de fora. O calcanhar de Aquiles era seu Calcanhar de Aquiles, sua Kriptonita.

Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis II”

Analisando séries e filmes de super-heróis I

Introdução (a preliminar pode ser já com a introdução, né?)

Eu resolvi escrever esta série porque é um assunto que eu gosto e nunca escrevi a respeito, só brevemente e sem aprofundar muito. Gosto de histórias de super-heróis e não apenas os da DC e Marvel, mas desde os tempos dos filmes épicos como Jasão e os Argonautas, a série de filmes do Simbad (adoro o Simbad. Deveriam fazer mais filmes dele hoje e não aquele desenho tosco) e até mesmo os Dez Mandamentos (eu acho Moisés super-herói. Problema meu!)

Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis I”