O mau-humor demoníaco do vulcão Etna

Não se podia ver o que fosse: era como uma grande sombra, no meio da qual havia uma forma escura. Poder e terror pareciam estar nela e ao seu redor. A luz se apagou, como se uma nuvem tivesse coberto tudo. As chamas bramiram para saudá-la, e se ergueram à sua volta; uma nuvem negra rodopiou subindo no ar. A cabeleira esvoaçante se incendiou, fulgurando. A figura escura era envolvida em fogo. Continuar lendo “O mau-humor demoníaco do vulcão Etna”

Perseverance e os seus próprios 7 Minutos de Terror


Adoro  ver a NASA dando significados científicos pros acrônimos que arruma

Quão difícil é pousar com segurança em Marte? Tão difícil que muitas mais tentativas falharam do que tiveram sucesso. A próxima tentativa será na quinta-feira, 18/02/2021. Pousar é tão difícil que os técnicos da NASA chamam de Sete Minutos de Terror, e eu até já falei sobre ele antes, quando o Curiosity pousou em Marte em 2012. Agora, mais um rover está a caminho: O Perseverance, pois só a Perseverança alcança o sucesso!

Continuar lendo “Perseverance e os seus próprios 7 Minutos de Terror”

Pesquisa da NASA mapeia árvores para estudar ciclo do carbono

Cientistas do Goddard Space Flight Center da NASA em Greenbelt, Maryland, e colaboradores internacionais demonstraram um novo método para mapear a localização e o tamanho das árvores que crescem fora das florestas, descobrindo um número surpreendentemente alto de árvores em regiões semi-áridas e estabelecendo as bases para uma visão global mais precisa medição do armazenamento de carbono na Terra.

Continuar lendo “Pesquisa da NASA mapeia árvores para estudar ciclo do carbono”

No princípio era o início. E tudo estava parado; até que…

No início, havia a singularidade. No momento do Big Bang, o universo começou a expandir, mas era pequeno quente demais para a existência de prótons, elétrons e até fótons. Ao se expandir, prótons e nêutrons, chamados coletivamente de “bárions”, conseguiram se formar. As ondas sonoras do universo nascente, chamadas de “oscilações acústicas de bárions”, deixaram sua marca no cosmos ao influenciar a distribuição das galáxias. Cientistas exploraram essa impressão desde quando o universo tinha três bilhões de anos, ou cerca de 20% de sua idade atual de 13,8 bilhões de anos.

Continuar lendo “No princípio era o início. E tudo estava parado; até que…”

As prateadas fases de luar para 2021

Olá, como estão as férias de vocês? Ops, vocês não estão de férias, nem passeando nem se divertindo nem nada que um ser humano normal faz quando está de saco cheio de tudo e tem uma brecha no tempo? Que pena! Eu estou aqui curtindo meu tempo. Onde estou, o ar é limpo e posso ver o céu estrelado, o nascer do Sol e o brilho da Lua ainda que não seja exatamente o brilho dela, mas quem se importa com extrema correção científica? Continuar lendo “As prateadas fases de luar para 2021”

O balé de Júpiter

Júpiter em seu poderio gravitacional gigantesco é um sistema completo só para ele. Sua vastidão é esmagadora, só sendo superado pelo Sol. Ainda assim é belo ao se passar por cima dele. Sua imensa nuvem de gases e a fantástica tempestade que dura séculos (e é muito maior que a Terra) revolvem num balé mágico e lindo de se ver.

Continuar lendo “O balé de Júpiter”

Um eclipse visto de cima

Eclipses são uma maravilha da Natureza entre muitas maravilhas. Um dos motivos é sua raridade. Afinal, pôr-do-sol tem todo dia, Lua cheia, já nem tanto. Eclipses então, são bem mais raros.  Estamos acostumados a vê-los daqui “embaixo”, mas como é a aparência da Terra durante um eclipse solar total?

Continuar lendo “Um eclipse visto de cima”

O esverdeamento causado pelo aumento da temperatura global

Todo mundo está preocupado com a perda de áreas verdes. Há também o problema de aumento das áreas verdes, mas a mudança climática que está acarretando isso. À medida que os verões árticos esquentam, as paisagens do hemisfério norte mudam. Usando os dados do satélite Landsat para rastrear os ecossistemas globais da tundra ao longo de décadas, um novo estudo descobriu que a região se tornou mais verde, à medida que o ar mais quente e as temperaturas do solo aumentam o crescimento das plantas.

Continuar lendo “O esverdeamento causado pelo aumento da temperatura global”

O Rock do Espaço, bismillah!

Música é algo comum entre os humanos. Difícil quem não gosta de música, seja qual gênero for. A sonoridade mexe muito com nossa psique e não por acaso cursinhos apelam pra isso para “ensinar” o conteúdo. Sabem quem gosta também de música? O pessoal da Agência Espacial Europeia, a ESA. Sendo assim, eles gravaram um vídeo cantando uma melodia que vocês reconhecerão, a não ser que vocês sejam jovens malditos e jovem só presta para uma coisa: acabar. Continuar lendo “O Rock do Espaço, bismillah!”