A luminescente aridez da Antártida

A Antártida é um imenso deserto de gelo. A rigor, o maior deserto do planeta, se ignorarmos temperatura. É um dos lugares mais frios, secos e inóspitos da Terra, em seus -70ºC. Pelo fato de estar na direção oposta do Polo Norte (duh!), pode-se ver facilmente a Aurora Austral, que são quando partículas vindas do sól defletem na magnetosfera, deixando um rastro colorido.

Continuar lendo “A luminescente aridez da Antártida”

Um zoom pelo Chile

Chile é muito legal, principalmente se você fica longe dos chilenos, e mais ainda dos argentinos. As paisagens são fabulosas e não estou falando da capital ou área urbana. Para mim, quem visitou área urbana de uma cidade, visitou todas. O deserto, as montanhas, o céu noturno, as enseadas… isso sim, é maravilhoso. Ainda mais quando não tem mais ninguém por perto.

Continuar lendo “Um zoom pelo Chile”

A poeirenta beleza discutível de uma tempestade de areia

Tempestades de Areia são algo mesmerizantes, ainda que terríveis. Voos precisam ser cancelados, as pessoas precisam se abrigar e se você for o Tom Cruise, use a mágica do roteirista para ter sempre um óculos de proteção. Nah, o melhor é se abrigar mesmo.

Continuar lendo “A poeirenta beleza discutível de uma tempestade de areia”

Partnachklamm: Um lugar místico, mas não como você imagina

Apesar do que você possa pensar inicialmente, Partnachklamm não fica no Camboja nem é um templo hindu.Essa palavra não é nome de algum rei ou imperador ou lugar mágico como Shangri-Lá. É mágico de outra forma. Partnachklamm é uma palavra alemã, que significa Desfiladeiro Partnach. Este lugar magnífico é um paraíso de cachoeiras, formadas por inúmeros pequenos riachos que despejam suas águas no Canyon de 100m de profundidade.

Continuar lendo “Partnachklamm: Um lugar místico, mas não como você imagina”

Ilha Victoria: A ilha escondidinha

Você aprendeu na escola que uma ilha é uma porção de terra cercada de água por todos os lados. Também aprendeu que um lago é uma porção de água cercada de terra por todos os lados. Mas já pensou se a gente bancasse o Inception geográfico e tivéssemos uma ilha num lago? Ok, isso existe, assim como temos lagos em ilhas. Mas e se a gente chutasse o pau da barraca e tivéssemos  uma ilha em um lago em uma ilha em um lago em uma ilha?

Continuar lendo “Ilha Victoria: A ilha escondidinha”

Por que a noite é escura?

As perguntas mais simples são as mais complicadas de responder. As respostas em si até são simples, mas demanda certa abstração. Quando adultos, nos acostumamos a certos “fatos” da vida. O Sol brilha de dia, a Lua aparece de noite. O Sol é responsável pelo dia, por causa do brilho intenso e fim, acabou. Mas porque a Lua não tem dia claro, se é iluminada pelo Sol? Crianças não têm pudor de perguntar coisas simples, mesmo que nos pareça idiota. Nenhuma pergunta é idiota se é movida pela curiosidade. Mas, afinal, o que a noite, padres e a evolução do Universo tem a ver com o dia claro?

Olhando para o Céu Azul, inspiro-me em mais um capítulo do Livro dos Porquês!

Continuar lendo “Por que a noite é escura?”

A reconstrução do sobrevoo da Apollo 16

Eu adoro as Missões Apollo. A maravilha que foi terem que criar tecnologia que não existia para um grande feito. Todas as missões foram uma prova de quando se quer, se consegue, ainda mais quando se tem dinheiro, obviamente. Nenhum problema em engenharia é insolúvel tendo tempo e dinheiro! A Apollo 16 não é uma exceção.

Continuar lendo “A reconstrução do sobrevoo da Apollo 16”

A calma silenciosa dos Alpes do Norte

Os Alpes Austríacos são um lugar mágico por serem… bem, por serem os Alpes, né? Muitas histórias foram escritas lá. Histórias que o mundo não se esqueceu. Em 2020 houveram histórias, histórias de afastamento e morte. Enquanto algumas pessoas convivam confinadas em casa, outros estavam de quarentena exatamente nos Alpes

Continuar lendo “A calma silenciosa dos Alpes do Norte”