Voz dos Alienados 114

Adoro quando chega a época de postar as maluquices que o bando de imbecis defecam na área de comentários, achando-se incrivelmente inteligentes, mas com a profundidade de um lago seco. Os caras realmente se acham o máximo e demolem o conhecimento científico com um magnífico argumento do tipo “A ciência é formada de fatos”. COMO ELA OUSA? Que pouca vergonha é essa de se basear em fatos comprováveis? Um abeçurdo!!

Mas abeçurdo mesmo é a existência de idiotas que alimentam a VOZ DOS ALIENADOS! Continuar lendo “Voz dos Alienados 114”

Calbuco, el malvadón

Calbuco é uma cidade e comuna no sul do Chile administrada pelo Município de Calbuco, pertencente à Província Llanquihue da Região de Los Lagos, próximo próximo às cidades de Puerto Varas e Puerto Montt. É nessa região que fica o vulcão Calbuco, um estratovulcão que entrou em erupção em 22 de abril de 2015.

Continuar lendo “Calbuco, el malvadón”

O crime perfeito na ponta de uma agulha

O corpo lívido, sem vida, estava submerso na água serena numa casa às escuras e só a luz trêmula do banheiro banhava de uma luz amarelada o que ocorrera. Seu corpo nu e belo, alvo mesmo quando era viva, não veria a luz do sol novamente, mas em contrapartida não indicava sinais de violência. Uma morte em paz, sem dor ou desespero… ou assim parecia. Sapatos engraxados adentraram o banheiro, sujando-o. Outra pessoa, com o pijama encharcado, mostrara a cena. O homem do sapato engraxado parou em frente à cena; sim, ela está morta, senhor. Outros sapatos chegaram, analisaram criticamente o que estavam vendo. Não havia sinais de crime, mas algo não parecia certo perante aquela visão que poderia ser vista como uma foto artística, mas era um acontecimento bizarro por causa dos detalhes que pareciam não se encaixar.

Eram 23 horas e 30 minutos do que parecia ser uma noite calma do dia 3 de maio do ano de nosso Senhor de 1957. Elizabeth Barlow então desprovida da luz de seus olhos, jazia morta em Bradford, Yorkshire, no Reino Unido. E ninguém sabia como… ou por quê. Se era um crime, era um crime perfeito. Continuar lendo “O crime perfeito na ponta de uma agulha”

Iapetus: o satélite esquisitão de Saturno

Iapetus (eu me recuso a chamar de Japeto) é o terceiro maior satélite natural de Saturno. Ele (Iapetus, não Saturno) possui diâmetro de 1.471,2 quilômetros e um período orbital de 79,32 dias, e cuja distância até seu planetão controlador é de 3.564.300 km. Para você ter uma ideia, nossa Lua tem diâmetro de 3.474,8 km e está a uma distância de 384.400 km.

Continuar lendo “Iapetus: o satélite esquisitão de Saturno”

Geldingadalir, o vulcão estrelinha

Na Península de Reykjanes, na Islândia, o terreno é extremamente instável. De um lado temos o vulcão Fagradalsfjall, cujo cume mais alto é Langhóll de 385 m. Ao sul temos Geldingadalir outro vulcão, cuja erupção começou em 19 de março deste ano e está lá até agora cuspindo lava. Continuar lendo “Geldingadalir, o vulcão estrelinha”

Afinal, o vidro é líquido ou sólido?

Você deve ter ouvido esta história: a prova que vidros são líquidos altamente viscosos é que os vitrais das catedrais são mais grossos embaixo do que em cima; e a única explicação para isso é que o vidro vai escorrendo muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito lentamente ao longo dos anos, décadas e séculos.

É uma explicação simplista para mentes simplistas.

Continuar lendo “Afinal, o vidro é líquido ou sólido?”

Como as primeiras estrelas se formaram?

Como as primeiras estrelas se formaram? Para ajudar a descobrir, a simulação de computador SPHINX da formação de estrelas no início do universo foi criada, alguns resultados dos quais são mostrados no vídeo apresentado. Além da radiação de fundo, o universo estava escuro. Logo, pequenos aglomerados de matéria ricos em gás hidrogênio começam a se aglutinar nas primeiras estrelas.

Continuar lendo “Como as primeiras estrelas se formaram?”