Estado dos Camelinhos de Allah ataca patrimônio brasileiro

A saber, não foi o Cristo Redentor, aquela estátua sem graça depois que você conheceu Angkor, o Banho de Caracala, o Herodium e o Ushiku Daibutsu. Esses facínoras de turbante atacaram um dos maiores ícones da Internet Brasileira, no tempo que ícone tinha 256 cortes e 32×32 pixels. O que esses sacripantas, biltres, desclassificados, ignominiosos e disparatados insanos fizeram foi atacar o maior e melhor site da Internet, ganhador de prêmios e pronto para adoçar mais ainda a sua vida. Os retardados do Estado Islâmico resolveram atacar nosso querido e idolatrado pudim.com.br.

O Pudim.com.br é um dos melhores sites que eu conheço. Sempre coerente com sua plataforma, nunca se vendeu nem fez post pago da Nestlé ou Danone. É capaz dele até passar pelo crivo do Humanizaredes, o herói da moda (teremos artigo sobre isso. Aguardem).

Aí, aquele bando de jóquei de camelos vem e zoneia a bagaça. Pô! Eu sempre adorei o Pudim!. Então, você vai lá no site e vê o quê? Um babaca de pijama e toalha na cabeça se achando macho bagarai. Aí, chega fim-de-semana, Dona Hadija bota o filhão imbecil que hackeou aquilo pra arrumar o quarto.

Aí, Dilma fica "temos que conversar, temos que ter diplomacia". Diplomacia, pra mim, é mandar um B-29, com a Rogéria pintada na fuselagem, lançando o Ed Motta lá de cima. Já que ele praticamente está em massa crítica, bateu no chão, começa a reação de fissão e todo mundo vai pro Infernão.

Eu fico imaginando lá no paraíso muçulmano uma cena assim. Allah chega  e chama Mohammed.

– Mohammed. MOHHAMED! Taquiupariu, Mohamed,para de se atracar com o Gabriel e venha aqui!
– Chamou, ó Exaltado?
– Exaltado é o cacete! Meus seguidores fizeram o que eu mandei?

Mohammed checa seu iPad, mas toma um esporro. Pega uns pergaminhos velhos.

– Ó Clemente e Misericordioso! Eu inspirei Faruk a Bombardear o Parlamento de Israel.
– Muito bem! Muito bem!  – Allah esfrega as mãos. – Quantos dos seguidores do tosco do Jeová se ferraram?
– Nenhum, Magnificente! O Iron Dome explodiu o cessna. Analisando a caixa-preta, ouvimos um tal de Lito falar com Faruk que ele ia se foder.
– Tá bem. Faruk não era a faca mais afiada do conjunto. Mandou o Ahmed atacar pelas colinas de Golan?
– Ó, Ilustríssimo! Ahmed foi num blindado de assalto, mas tinha uma garota num tanque T-90 russo esperando e mandou Ahmed pro saco. Agora ele faz Stand-up em Vegas.
– Como assim uma mulher? CACETE! Já não falei que ser morto por mulher é inferno direto? Nenhum desses imbecis me escuta? Quem é essa garota?
– Não sabemos. Parece que participa de programa de rádio pela Internet.
– Eu não devia ter apostado os sumérios naquele jogo de pôker… Olha só o que me sobrou. Merda! Ah, E Abdullah? Abdullah foi de paraquedas. Ele conseguiu chegar no Domo da Rocha e tomar aquilo de assalto?
– Não, ó Epifânio! Ele caiu num cercado com guaxinins selvagens. Um deles arrancou os pelos e pulou pelado em cima de Abdullah.
– Pô, mas um guaxinim?
– O guaxinim em questão tem 186 kg, ó Infinito!

Allah já estava pensando se não seria uma boa hora de esquecer esse negócio de religião e montar um cana de Ciência no YouTube chamado Alala-ô.

– E aquele rapazinho… como é o nome dele? O filho da Zuleica. O que tem probleminhas na cabeça e é lentinho.
– Moroco? Bem, ele resolveu trabalhar com informática e hackeou o site mais visitado do Brasil.
– Brasil não é aquela pocilga que é o maior país católico, tem deputado que quer mudar a constituição pra transformar aquela merda numa teocracia evangélica e o cara com mais noção é ex-jogador de futebol?
– Sim, ó Desentupíssimo!
– Tá valendo. O que Moroco fez?
– Ele hackeou o site do Pudim.com.br e… senhor? SENHOR?

No vazio éter, a voz de Mohammed ecoa sem resposta. Ao longe Kratos passeia assoviando.


Fonte: O Globo E inútil é teu passado, Globo!

13 comentários em “Estado dos Camelinhos de Allah ataca patrimônio brasileiro

  1. a organização assumiu ? pra mim esse atentado parece coisa de adolescente gordo com carencia de atenção e tempo livre, nesse momento o gordinho ri ” hi hih hi hi enganei todos eles”

  2. – Não, ó Epifânio! Ele caiu num cercado com guaxinins selvagens. Um deles arrancou os pelos e pulou pelado em cima de Abdullah.
    – Pô, mas um guaxinim?
    – O guaxinim em questão tem 186 kg, ó Infinito!

    Graças ao Twitter agora eu consigo imaginar essa cena.
    Sacanagem, tio!

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s