Os buracos da autoestrada da informação

Estamos na Era da reclamação. Isso é um ponto indiscutível. Antes, a gente entrava na Internet para buscar informações; e encontrávamos! Hoje, entramos na Internet para dizer que não encontramos informação alguma, que é um absurdo, como assim me pedem coisas que eu não sei, como irei aprender, bláblábláblá.

Continuar lendo “Os buracos da autoestrada da informação”

Rinha de Parasitas: jogue já!

Nenhum de vocês é melhor do que ninguém, o que já configura que está a um pequeno passo da psicopatia. O máximo que vai diferir é mediante qual parasita ocupando cargo político vocês adoram passar pano, além de gente como eu, que queria passar pano em volta do pescoço deles num nó e apertar com força. De qualquer forma, o sonho de todos nós é vermos políticos saindo na porrada (o que pode mudar é a intenção). Já pensaram se vocês pudessem ajudar um político a meter a porrada no outro? SEUS PROBLEMAS ACABARAM!!

Continuar lendo “Rinha de Parasitas: jogue já!”

6 novas tecnologias da NASA para explorar Marte

Volta e meia aparece algum idiota relinchando ao perguntar para que a pesquisa espacial com tanta gente passando fome… bláblábá. Também não entendo por que ele gasta com um celular ao invés de gastar tudo em comida para dar aos pobres.

Já a NASA está desenvolvendo muitas tecnologias para enviar astronautas a Marte já nos anos 2030. O bom é que nenhuma delas irá se perder. Sempre damos uma utilidade, que nem quando compramos alguma tranqueira que não sabemos direito para o que, mas arrumamos um uso rapidinho. Aqui estão seis coisas nas quais estamos trabalhando agora para possibilitar futuras missões humanas ao Planeta Vermelho.

Continuar lendo “6 novas tecnologias da NASA para explorar Marte”

O fim magnífico de uma relíquia espacial

Na década de 1960, a NASA estava estudando a atmosfera terrestre. Para isso, criou o programa Observatório Geofísico Orbital (Orbiting Geophysical Observatory – OGO). Foram seis satélites lançados pelos Estados Unidos. OGO-1 foi lançado em 4 de setembro de 1964; OGO-2, em 14 de outubro de 196; OGO-3, em 7 de junho de 1966; OGO-4, em 28 de julho de 1967; OGO-5, em 4 de março de 1968 e OGO 6-foi lançado em 5 de junho de 1969.

Todos eles já tinham terminado seu serviço há muito, muito tempo. Todos caíram e viraram caquinha na atmosfera terrestre. Todos, menos o OGO-1, que teve seu fim glorioso em 29 de agosto último, devidamente registrado.

Continuar lendo “O fim magnífico de uma relíquia espacial”

Um passeio pela Cratera Korolev

Este filme, baseado em imagens tiradas pelo Mars Express da ESA, mostra a cratera Korolev com 82 km de largura em Marte. A cratera recebeu o nome do engenheiro-chefe de foguetes e designer de naves Sergei Pavlovich Korolev, pai da tecnologia espacial russa. Este filme foi criado usando um mosaico de imagens feito de observações em órbita única da Câmera Estéreo de Alta Resolução (HRSC) no Mars Express.

A imagem em mosaico foi então combinada com informações de topografia dos canais estéreo do HRSC para gerar uma paisagem tridimensional, como em uma câmera de filme, para simular o voo mostrado no vídeo.

Continuar lendo “Um passeio pela Cratera Korolev”

Como exoesqueletos realmente funcionam quando presos às pernas

Eu não preciso falar de exoesqueletos. Além de ser eugenia, como alguns idiotas falam, eles são um passo para o futuro, em busca de um mundo melhor. Estou falando de exoesqueletos, não de inúteis formados em Filosofia. Claro, nada é tão bom que não possa ser melhorado e, convenhamos, exoesqueletos ainda têm muito o que melhorar, mas cientistas estão fazendo a sua parte.

Uma recente pesquisa mostra como um sistema de rastreamento óptico (OTS, na sigla em inglês) – similar aos equipamentos empregado nas técnicas de captura de movimento usadas no cinema – ajuda a fazer modelagem computacional com o os procedimentos e forças envolvidas no uso de um exoesqueleto.

Continuar lendo “Como exoesqueletos realmente funcionam quando presos às pernas”

Astronautas instalam puxadinho espacial na Estação Espacial Internacional

Todo mundo tem problema de espaço. No Espaço não seria diferente, já que o espaço lá só é vasto do lado de fora da Estação Espacial Internacional, lá no Espaço. Espaço que não está no Espaço é limitado, já que espaço não é infinito nem no Espaço. Estamos sempre interpretando indevidamente as dimensões das coisas. Por exemplo, lemos que a estação espacial é do tamanho de um campo de futebol, mas sua área útil é muito menor que isso; mesmo porque, a ISS nem é retangular!

Assim como nós guardamos nossas tranqueiras num armário, astronautas também precisam de um lugar para guardar as traquitanas. Em 5 de dezembro de 2019, uma unidade de armazenamento protetora para ferramentas robóticas chamada RiTS (Robotic Tool Stowage) estava entre os itens lançados para a estação como parte da 19ª missão de serviços de reabastecimento comercial da SpaceX para a NASA.

Continuar lendo “Astronautas instalam puxadinho espacial na Estação Espacial Internacional”

Dê um rolé em Marte você também. Todos a bordo!

Você curte o Curiosity, né? Então, que tal mais um rover? Pois é, o próximo rover que a NASA vai mandar para o Planeta Vermelho é Perseverance. Já que design que funciona é mantido, pois não há sentido em bater cabeça com algo do zero, o Perseverance possui design bem parecido com o do Curiosity. Mr. P levará sete instrumentos científicos para estudar a superfície marciana na cratera Jezero, totalizando 23 câmeras, e dois microfones. O veículo espacial também será acompanhado pelo helicóptero (eu vou chamar de helicóptero. Tô nem aí) Ingenuity, que ajudará a Perseverance a procurar locais para estudar.

Continuar lendo “Dê um rolé em Marte você também. Todos a bordo!”

MAVEN explora os céus amigos de Marte

marte1

Maven significa Mars Atmosphere and Volatile Evolution ou Evolução Volátil e Atmosférica de Marte. Ela faz exatamente isso: está lá pesquisando como a atmosfera de Marte se tornou o que é, qual a sua história e como isso pode nos ensinar sobre a nossa própria história.

Ela estuda camadas eletricamente carregadas da atmosfera superior (a ionosfera) de Marte. Um fenômeno muito comum na Terra que causa interrupções imprevisíveis nas radiocomunicações. O que terá na ionosfera de Marte nos esperando?

Continuar lendo “MAVEN explora os céus amigos de Marte”

Respostas da primeira enquete do Ceticismo.net

As pessoas gostam de citar Steve Jobs, que fazia menção a Henry Ford quando este dizia que se fosse ouvir seus clientes não produziria carros, mas cavalos mais rápidos. O mesmo Henry Ford que dizia que você poderia escolher o carro deles na cor que quisesse, desde que fosse preta. Pouco depois ele lança carros de outras cores, na mesma medida que o iPhone não estava sendo pensado para (nem iria ter) aplicativos. Preciso continuar?

Ouvir as pessoas de vez em quando é bom. Não que toda ideia que lhe deem seja uma boa ideia, mas isso nem significa muito já que nem as minhas próprias ideias são um festival de acertos. Sendo assim, eu propus a primeira enquete. Vamos ver o resultado?

Continuar lendo “Respostas da primeira enquete do Ceticismo.net”