Jesus é um personagem histórico incontestável, dizem cientistas

Não é da Palestina que chega esta notícia, mas de um lugar muito improvável. Cientistas paquistaneses alegam ter encontrado a prova histórica e documental definitiva no tocante à existência de Jesus Cristo!

Os doutores Hakishan Sylwanah e Omanidon Thanus encontraram vários documentos antigos nas grutas desérticas do vilarejo de Ulm, Paquistão. Neles há diversas referências ao místico Ierushua Ben Zona que, segundo o Dr. Sylwanah, atestam que o personagem histórico descrito ali é, ninguém mais, ninguém menos que Jesus.

“Vejam só que maravilha de documento em papiro muito preservado! O texto está escrito em uma variante malgaxe do alto paquistanês e se refere a Iherusua, que significa ‘Sou Divino’. Já o sobrenome é um título que significa ‘filho de uma grande’, implicando que era descendente de uma rainha”.

O documento completa uma coletânea antiga chamada Os Suricatas, obras épicas que falam de uma guerra do bem contra o mal, mas que um deus vem à Terra para lutar pela verdade e justiça.

“Nesse ponto, o épico Os Suricatas termina abruptamente”, informa o Dr. Thanus. “Mas este documento – que chamamos Ksilófatro – é a sequência perfeita dele, onde o Enviado chega à Terra e passa um tempo escondido. Depois, vem estudar com sábios místicos paquistaneses e recebe a sua revelação, vai a uma terra distante e luta contra o mal. Morre, mas de seu túmulo continua a ensinar e espalhar a sua Palavra, até que sobe aos Céus numa nuvem produzida por determinadas ervas incineradas”.

A descoberta do Ksilófatro pelos dois cientistas foi problemática, pois os documentos estavam datados de 10 mil anos antes da realidade. Isso devido à presença de tatus selvagens na época. Entretanto, com o auxílio do Dr. Astolfo Araújo da USP, especializado em datações arqueológicas em presença de tatus, Sylwanah e Thanus conseguiram determinar a exata data dos documentos.

“Foi muito bom trabalhar no local”, disse Araújo feliz da vida. “Imaginem que um brasileiro desvendaria o segredo do cristianismo! Tava na cara que os documentos não podiam ter aquela idade toda, posto que qualquer historiador sabe que o documento mais antigo encontrado é o documento inca Rava Naguila, encontrado no México, e que data de 8 mil anos AEC”.

Nem todos estão felizes com o achado. Richard Dawkins, da Universidade de Oxford, alega que não é possível que tal descoberta seja verdadeira. No entanto, seu amigo Christopher Hitchens, ao examinar os documentos, ficou pensativo. Principalmente na parte que descrevia Iherushua como tendo 1,60 metros de altura. “Iherushua reamente não é grande”, disse laconicamente Hitchens.

A descoberta lançou novas luzes a toda história do Cristianismo. Na caverna onde foram encontrados os documentos, há a inscrição Harimat Eheyia, cujo nome os pesquisadores associam a José de Arimatéia.

“Isso é facilmente explicável”, disse Sylwanah. “Harimatan, no alto paquistanês malgaxe, significa ‘trazer’. Já Eheyia significa ‘aquele que mexe com madeira’ e isso evidencia que era ele que taria um carpinteiro, ou deus escultor, que moldaria o mundo, aplainando as diferenças”, completa com júbilo o Dr. Thanus, tornando-se cristão reformado depois dessa experiência.

Sobre a questão do nome e suas co-relações, quem explica é o professor Finkelfrankstein, da Universidade de Upsala, no Oriente Médio.

“Isso é óbvio, meus caros. Óbvio! Na época, Jerusalém era cosmopolita e uma megalópole. Vinham cidadãos de todas as partes. Mas os judeus sempre foram arredios com estrangeiros; logo, era comum os negociantes hebraicalizarem sistematicamente seus próprios nomes. Assim, surgiu o sobrenome ‘Arimatéia’, adotando um pré-nome comum do local: José”.

Ceticismo.net ainda está cético com relação a esta história toda. De minha parte, duvido muito que o Jóquei de Jegue tenha tido olhos puxados, mas depois do artigo das Mil Faces de Jesus, não posso dar certeza. Prefiro esperar as pesquisas continuarem, não esquecendo o sábio cientista português Manuel Venturoso Sabino d’Almeida: “Antes duvidar mil vezes que duvidar 999 vezes.”

53 comentários em “Jesus é um personagem histórico incontestável, dizem cientistas

  1. “Os suricatas”, hahaha!
    Acho que esses carinhas cavam ainda mais que os tatus.
    Essa foi boa, acabei de ver o 6 a 1 na Argentina e esse dia está cada vez mais engraçado.

  2. Também aposto no primeiro de abril.

    Richard Dawkins, da Universidade de Oxford, alega que não é possível que tal descoberta seja verdadeira.

    Tem muito cara daquele texto-sátira do “Foi Deus”.

  3. A descoberta do Ksilófatro pelos dois cientistas foi problemática, pois os documentos estavam datados de 10 mil anos antes da realidade. Isso devido à presença de tatus selvagens na época. Entretanto, com o auxílio do Dr. Astolfo Araújo da USP, especializado em datações arqueológicas em presença de tatus, Sylwanah e Thanus conseguiram determinar a exata data dos documentos.

    “Foi muito bom trabalhar no local”, disse Araújo feliz da vida. “Imaginem que um brasileiro desvendaria o segredo do cristianismo! Tava na cara que os documentos não podiam ter aquela idade toda, posto que qualquer historiador sabe que o documento mais antigo encontrado é o documento inca Rava Naguila, encontrado no México, e que data de 8 mil anos AEC”.

    Mais alguma dúvida da escrotice (no bom sentido) desse texto?

    huaahuahuahauahua

  4. Pra mim, Ulm é uma cidade da Alemanha, e suricate é o Timão, amigo do Pumba.

    […] até que sobe aos Céus numa nuvem produzida por determinadas ervas incineradas.

    Maconha?

    1. @Fabiane,

      e suricate é o Timão, amigo do Pumba.

      kkkkkkkkkkkk tbm imaginei isso lendo o texto uhahuahuauhauhuhahua

  5. muito boa andré…mas saquei a mentira quando vi a imagem que abre a matéira, é a imagem de uma ¨suposta¨biblia que foi encontrada naum me lembro onde, que estava possivelmnte escrita em aramaico ….e o papo dos tatus !!!!kkkk foi o cara que ganhou o ig nobel??? kkkk boa parabens! pelo bom humor !!!!! hail baphomt !!!! :evil:

  6. Cientistas paquistaneses foi a melhor.
    .
    mas não duvido muito que esse artigo está em algum site ou fórum religioso sendo analisado como uma verdade!

  7. Eu não confio no Dr Thanus…
    Ainda mais depois dos episódios relacionados ao Kubyus Kosmikus.
    Ainda bem que, no fim, após a intevenção do Dr Adam Warl-Ockius, tudo ficou resolvido.

  8. O Dr Sylwanah teve alguns embates filosóficos com o Dr Chapitaneous Marvelious e, pelo que sei, perdeu todos.

  9. sobe aos Céus numa nuvem produzida por determinadas ervas incineradas

    eu sempre soube que jesus era um hippie, agora não restam duvidas! :lol:

  10. Foi uma interessante mentira. Só não consigo admitir que depois do inexistente sudário de Turim (e afins) a indústria cristã dos mitos não tenha trabalhado com tanto ardor como antigamente, isto é, na elaboração de novas mentiras históricas e científicas para a divulgação em larga escala. Vê-se que o poder de domínio religioso caiu à proporção do avanço temporal, do avanço da ciência. Infelizmente, ainda existem falácias sendo abertamente pregadas aos crédulos, condicionadas sobre a base do analfabetismo científico. É o que impele muitos a acreditarem na epifania, nos milagres, nas afirmações bíblicas e permanecerem sem questionar a idealização de Deus, ou ao menos seus atributos de infinita bondade, onipotência, onipresença e etc. Sabemos que provas são necessárias para embasar uma afirmação e que todos se acham conhecedores de provas. Para nós, não há evidência que corrrobore a existência de Jesus Cristo. Para outros, o próprio relato bíblico, misturado a liturgias e argumentos históricos falsos ou imaginários, é a prova da existência de Cristo e, portanto, de todo o império das crenças cristãs. Não, nem sequer um mero coprólito revestido de santidade para confirmar a fábula do cristianismo!

  11. Mudando de assunto, André, estive lendo um pouco de um livro intitualdo “The 16 gods crucified”, citado no livro Zeitgeist, e quero saber se há algum embasamento sobre as afirmações que o autor faz, pois ouvi dizer que carece de fontes seguras. Há realmente alguma tradição que confirme que Hórus foi crucificado? Estarei aguardando sua resposta. E sobre a mentira acima, muito bem bolada, rsrsrs!

      1. @Abbadon, Esclarecimento: O livro está errado! Krishna não era de família pobre, não veio de uma mãe virgem, não morreu virgem e muito menos foi pregado num pedaço de pau. Nasceu de uma princesa, foi casado com mais de 15000 esposas e morreu com 125 anos de idade, ferido no calcanhar, por um caçador, cercado por uma penca de filhos. Veja aqui: http://www.gita.ddns.com.br/krsnapriya/krishnatempo.php
        .
        Hórus era filho de Ísis que era casada com Osíris. E eu não acredito que Osíris tenha ficado sem fazer fuc-fuc. Só disso já dá pra termos uma ideia de quão confiável este livro é.

  12. :wink: lendo alguns comentários me lembro do Einstein: Creio que existe duas coisas infinitas: O Universo e a BURRICE humana. Considerando que estamos numa das nações mais arcaicas do planeta, a coisa por aqui não poderia ser melhor. Também, um país que foi fundado por negros, portugueses e indios não daria outra coisa mesmo…

        1. Do resumo:

          Ao longo das últimas décadas, novas tecnologias, instituições, práticas e ideologias consolidaram-se em torno dos genes, o que veio a se constituir em uma revolução tecnocultural de amplo espectro. Neste trabalho, analisamos um debate recente ocorrido no Brasil em torno da pesquisa Retrato Molecular do Brasil, que teve por objetivo elucidar as “origens genéticas dos brasileiros”, a partir do seqüenciamento de porções do DNA mitocondrial e do cromossomo Y. Esse estudo, que lançou mão de enfoque genômico, toca em aspectos nevrálgicos da história e da constituição da identidade biossocial/racial da sociedade brasileira. Ao focalizar a recepção dessa pesquisa, exploraremos algumas das novas, intensas e abundantes formas de relação entre “natureza/genética” e “cultura/sociedade”, nas quais o DNA aparece como ator saliente em uma disputa entre modalidades de interpretar e transformar realidades sociais e políticas no Brasil.

          Eu não vi ali NADA dizendo que o BRASIL foi FUNDADO por negros e índios e sim num exame GENÉTICO da população.
          .
          Nota ZERO em História e em Interpretação de Texto. Vejamos, Alexandria foi fundada por Alexandre da Macedônia, logo, toda a população de lá possui carga genética macedônica, certo? Parabéns, Zé.

  13. Aiai. Eu realmente acho um saco esse papo do jesus ter existido sabe.

    Tá na cara que é uma baita mentira. Nem existem provas suficientes para suportar tal história.

    A evolução é suportada por uma imensidão de provas e sempre surgem mais e mais.

    E quanto ao que está na bíblia? É tudo contraditório e evidentemente hipócrita.
    Nada prova o que está naquela merda de cristão babaca.

    AAF ! Não sei como pode ter gente nesse mundo que ainda acredita nessas merdas.

    É desanimador. Se pelo menos eles não ficassem atrapalhando o desenvolvimento do conhecimento humano, já seria uma boa.

    Bom, quanto ao assunto em questão aí…só digo uma coisa :

    Logo vão descobrir coisas que provem que essa argumentação não possui fundamento algum.

  14. :sad: :sad: :sad: :sad: :sad: :sad: :sad: :sad: :sad:

    A ignorância humana me deixa muito triste.

    AAAFF ! Não aguento mais tanta chatisse e burrice desses crentes do caralho!

  15. Em discussão aqui em casa, meu irmão disse – Pera um pouquinho que já volto com a prova de que Deus existe!
    Digitando no babylon, rapidamente chegou à uma página cética, sem chegar a ler totalmente a matéria foi com o “notebruik” até a sala e disse sorridente – Aqui está a prova!
    Eu até levei um susto, mas sabia que logo depois de estar ciente dos fatos, poderia calmamente demonstrar o óbvio, de que ele está errado!
    Então li até o final, e nos comentários percebi que se tratava somente de uma brincadeira de primeiro de abril, caindo em descrédito pesquisas na internet para formar opiniões aqui em casa. Sempre quando “carinhosamente” discuto com ele esses temas, fico com vontade de dar muita risada de sua cara e obviamente não o faço, MENTIRA!, não há como evitar. ;-)

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s