Nova variante do coronga brasileiro se dissemina com rapidez

Com a brutal escalada de mortos por causa do coronavírus, ou corona vírus, ou Sars-CoV-2 ou COVID-19 ou Coronga, el Mavadón, o esforço internacional atrás de uma solução foi tão intenso que em menos de um ano já tinham vacinas, mesmo porque, só quando a água bate na bunda de país rico que se corre atrás. O problema é que alguns presidentes débeis mentais de republiquetas vagabundas foram contra as vacinas, preferindo remédio que não tem eficácia (e isso dito pela própria companhia farmacêutica que produz). A questão é que alguns retardados se recusaram a tomar as vacinas e resolveram não seguir as medidas sanitárias, e isso implicou em virarem plaquinhas de Petri pro vírus.

Moral da história: múltiplas mutações ocorreram no vírus, que agora tem outros efeitos sobre as pessoas, em especial aqui no Brasil. Continuar lendo “Nova variante do coronga brasileiro se dissemina com rapidez”

Na Copa COVID Deus 0 x 1 Darwin

Lembram quando eu falei do presidente da Tanzânia, John Magufuli, estava muito preocupado com a alta taxa de tanzaneiros que estavam doentes pelo coronga? Pois é, ele tinha dito que não precisava de vacinas, porque Deus protegeria o país.

O problema é que se o deus que ele acreditava protegia o país, devia estar meio esquecido. Magugo-Magufuli morreu aos 61 anos, vítima de coronga. Eu fico muito triste com uma notícia dessas. Continuar lendo “Na Copa COVID Deus 0 x 1 Darwin”

Pesquisa japonesa garante: Bactérias conseguem viver no Espaço. Só não garante que não nos escravizarão

Vida em outros planetas é sempre uma possibilidade, mas é preciso entender uma coisa básica: será que eles conseguiriam sobreviver? Volta e meia alguém aparece com a teoria da panspermia, que efetivamente não soluciona como a vida surgiu na Terra; afinal, ela teve que surgir de algum jeito em outro lugar. Como? Será que o que temos aqui seria capaz de sobreviver lá fora?

Uma pesquisa japonesa que começou em 2015 parece ter algumas respostas e mais um zilhão de perguntas. Uma das respostas? Sim, bactérias podem viver no espaço, tomando radiação ultravioleta no quengo. O “como” foi uma das perguntas.

Continuar lendo “Pesquisa japonesa garante: Bactérias conseguem viver no Espaço. Só não garante que não nos escravizarão”

Célula-tronco ajudando ratinhos com artrite. O próximo é você

A cartilagem é uma forma de tecido conjuntivo mais rígido que possui uma cicatrização lenta por ser avascular. Ela funciona como um tecido amortecedor que reveste a superfície do osso ao nível das articulações, protegendo-as. Ela possuem uma enorme capacidade de resistência à carga e permite o amortecimento e o fácil deslizamento, sem contato das superfícies ósseas, já que as revestem. Estão sempre em renovação, havendo em situações normais um equilíbrio entre a formação e a destruição da sua estrutura e uma pronta e eficaz resposta à reparação em caso de lesão.

Claro, nem tudo é perfeito e a partir de certa idade ou determinadas prevalências genéticas começa a haver perda dessa membrana que protege do atrito, acarretando muitos casos de dor nas articulações e artrite. Logo, seria muito bem-vindo uma forma de regenerar nossas queridas cartilagens, certo?

Continuar lendo “Célula-tronco ajudando ratinhos com artrite. O próximo é você”

Pesquisadores revivem micróbios do tempo dos dinossauros, mas não reviveram, independente do que os jornais disseram

Não, cientistas não reviveram nada, já que o micróbio nem tava morto. E não, não o xinguem de micróbio do caralho. Ele não causa doença. Estava lá de boas no mundinho dele, e nem tem nada a ver com morcegos. Eles são anteriores aos morcegos. O que aconteceu foi que pesquisadores deram uma revirada em solo oceânico, coletaram amostras de argila e estavam lá os microbinhos queridos. Só isso, mas você vai querer saber mais, né? Diz que vai, anda! Preciso ter mais visualização no site.

Continuar lendo “Pesquisadores revivem micróbios do tempo dos dinossauros, mas não reviveram, independente do que os jornais disseram”

Morcegos super-heróis têm poderes genéticos capazes de derrotar o capitão Coronga

Morcegos são animais mucho lokos. E nem é só nisso: o bicho é um mamífero, voa, usa eco-localização e ainda por cima aguenta e sobrevive a vírus potencialmente mortais, bactérias filhas da puta e micróbios do caralho! Achou muito? Pois fique sabendo que eles ainda resistem ao envelhecimento e ao câncer.

Continuar lendo “Morcegos super-heróis têm poderes genéticos capazes de derrotar o capitão Coronga”

O coronavírus e o efeito da vítima identificável

Ontem, eu tive que me aventurar fora de casa, mesmo em tempos de pandemias, eu precisei sair. Eu realmente precisei. O mundo que vi foi estarrecedor. As pessoas agindo como se nada estivesse acontecendo. Eu com uma máscara PFF2 e outra de TNT por cima (paranoia ajuda a nos manter vivos, ainda mais depois do que eu vi) e pessoal na rua passeando como se nem fosse com eles. E isso porque a prefeitura do Rio baixou uma lei obrigando uso de máscaras em locais públicos.

Saindo um pouco disso, mas ainda no tema que vocês entenderão daqui a pouco, tem o caso da senhora que defendia abertura do comércio e que o coronavírus era coisinha sem importância. O problema é que a realidade bateu à sua porta da maneira mais funesta: seu marido morreu por Covid-19. Aí a postura muda, mas isso tem um nome: O Efeito da Vítima Identificável.

Continuar lendo “O coronavírus e o efeito da vítima identificável”

Um universo, várias vidas, uma história

Nossa história mescla-se com a história do Universo, porque fazemos parte do Universo. Começamos quando havia a singularidade e tudo começou a expandir, formando estrelas, sistemas, galáxias, mais planetas, mais estrelas, mais planetas e o nosso Sistema Solar, com os planetas e a nossa Terra, passando pelos éons do espaço-tempo, começando o surgimento da Vida, passando por dinossauros e até chegar em nós, quando começou a Aventura Humana e chegou nos dias de hoje

Este vídeo magnífico e profundo (apesar da trilha sonora ser chata) mostra esta história, ainda que de forma resumida. Discute nossa própria existência sem dizer nada, mas mostra o pior de nós, mas nossas conquistas também

Continuar lendo “Um universo, várias vidas, uma história”

Pesquisa estuda eficácia das concentrações de álcool para combater o coronavirus, este miserável

O nosso amigo SARS-CoV-2, causador da síndrome respiratória aguda grave, mais conhecido como corona vírus 2, mas carinhosamente chamado de Coronga ainda apronta das suas, fazendo seu trabalhinho sujo de mandar todo mundo pra vala evolutiva. A infecção por este miserável está tocando o terror, com alta taxa de mortalidade e velocidade de infecção alarmante.

Isso você já sabe. Coloquei só para ajudar na busca no Google e encher linguiça (pelo menos, sou honesto). O assunto deste artigo é que segundo uma pesquisa divulgada pela OMS, você que só encontrou álcool-gel 47% pode ficar tranquilo. Ele é suficiente para mandar o coronga para a vala. Mas calma aê!

Continuar lendo “Pesquisa estuda eficácia das concentrações de álcool para combater o coronavirus, este miserável”

Artigos da Semana 9

Estamos na semana que Jesus entrou na porrada, morreu na sexta-feira, e ressuscitou três depois, no domingo. É religião, não questione. Também não questione a parte que ele morreu para nos salvar e voltou, anulando o sacrifício. Ou salvou sim, perdoando todos os pecados. Todos, todos, mas todos ainda somos pecadores por causa do Pecado Original. De novo, não pergunte.

Já no fim da páscoa, todo mundo com o rabo cheio de chocolate e passando mal de tanto comer, que tal dar uma olhada no que foi postado na semana?

Continuar lendo “Artigos da Semana 9”