Analisando séries e filmes de super-heróis I

Introdução (a preliminar pode ser já com a introdução, né?)

Eu resolvi escrever esta série porque é um assunto que eu gosto e nunca escrevi a respeito, só brevemente e sem aprofundar muito. Gosto de histórias de super-heróis e não apenas os da DC e Marvel, mas desde os tempos dos filmes épicos como Jasão e os Argonautas, a série de filmes do Simbad (adoro o Simbad. Deveriam fazer mais filmes dele hoje e não aquele desenho tosco) e até mesmo os Dez Mandamentos (eu acho Moisés super-herói. Problema meu!)

Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis I”

Toscas discussões idiotas proferidas por quem quer aparecer

Como sempre, a falta do que fazer leva as pessoas a criarem tretas no Twitter. E a de hoje é por que temos que ter aula de Literatura estudando Machado e Assis, quando crianças deveriam ler Harry Potter. Óbvio, esta ideia retardada não poderia vir de outro lugar se não do cu de um youtubeiro (cu é aquele negócio de onde sai merda, né?). O problema, mais uma vez, é não entender para que ser escola e muito menos aula de Literatura. Continuar lendo “Toscas discussões idiotas proferidas por quem quer aparecer”

Pela volta dos blogs!

Sério, eu me cansei disso. Não tenho mais nada pra ler na Internet. Os blogs morreram graças à sua usura de só quererem ganhar, ganhar e ganhar. Nada de errado com isso, mas o resultado foi a preocupação com o ad-sense e não conteúdo. O que vai ofender o google? O que não vai ofender? Ain, não posso perder a monetização. Socorro, perdi a monetização.

Desistiram dos blogs, mas quem desistiu foram os blogueiros, não os leitores.

Continuar lendo “Pela volta dos blogs!”

Maria, A virgem que não era

Os cristãos têm vários dogmas. Alguns são mais fortes que outros. Alguns deles são tão fortes que as principais vertentes cristãs, apesar de divergirem em quase tudo, aceitam de comum acordo, como o nascimento milagroso de Jesus de uma mãe virgem. Isso vale para católicos romanos e ortodoxos, e protestantes (não todos). Maria é cognominada “A Virgem” (ou Virgem Maria, o Virgi, ou Vixi, ou só Ixi), pois Jesus foi gerado sem que sua mãe tivesse feito sexo com alguém, muito menos José. Assim, o nascimento milagroso de Jesus o livra do Pecado Original, o que já o deixa mais santo que todos os mortais que nasceram e morreram. Claro, as coisas não são tão simples assim, e o problema é que, ao entendermos tudo o que estava por detrás disso, vemos que foi apenas fruto de uma briga política pelo poder, sustentada debilmente por uma confusão por parte dos redatores da Bíblia.

Continuar lendo –>

E-Book do site já disponível. Adquira antes que acabe!

Este projeto demorou. Demorou, mas saiu! Por muito tempo as pessoas têm me pedido uma versão ebook dos meus artigos, mas eu pensei que não seria necessário, já que tudo está aqui no site e facilmente acessível. Sim, eu sou um idiota! Eu esqueci que pessoas viajam e nem sempre estão com conexão com Internet.

Mas aí bate aquela vontade louca de ter um ebook, né, minha filha?

Continuar lendo “E-Book do site já disponível. Adquira antes que acabe!”

Os Melhores Artigos de 2018 parte 3

Esta é a terceira (e última) parte dos melhores artigos de 2018. Não, não terá mais nenhuma relembrança, ´prometo. O que teremos são artigos mesmo, mas calma lá, né? Eu gosto de relembrar estes artigos. Alguns eu até tinha esquecido, e se eu mesmo esqueci dos temas, que dirá os leitores. Isso sem falar que muitas vezes perdem a oportunidade de lê-los assim que sai, como eu falei na primeira parte. Nada demais nisso. Mas vá lá. Já tomei muito o tempo de vocês, vamos aos artigos

Vocês têm clicado para lê-los não têm?

Continuar lendo “Os Melhores Artigos de 2018 parte 3”

Os Melhores Artigos de 2018 parte 2

Você viu o listão dos melhores artigos parte 1? Coisa à beça, né? Bom, tem mais artigos que eu quero relembrar com vocês. Eu tive que descartar alguns que gostei bastante, mas se fosse incluí-los teria que colocar todos os artigos de 2018. Não é assim que funciona, então, devemos nos contentar com poucos. Ou nem tão poucos assim, mas de qualquer forma aqui vai mais uma lista. Será que teremos outra? Possivelmente sim, mas possivelmente não. Quem sabe o que tenho guardado pra vocês? Bem, não nos alonguemos. Curtam comigo:

Continuar lendo “Os Melhores Artigos de 2018 parte 2”

E o que ia acontecer aconteceu

Hoje é um dia importante na minha vida. Não sei se é tanto para vocês, mas pra mim é. É um dia que em meu coração ficou como um marco, um divisor de águas. Quando antes era tudo trevas, a iluminação chegou e vimos que nossas vidas, apesar de tantas mazelas, tantas desgraças, tantas desavenças, tanto disse-me-disse, tanto governo que mal se importa com o que é realmente importante, no dia de hoje ficou marcado como um ponto que a linha temporal mudou e tudo se tornou mais claro, mas lindo, mas perfeito.

De tudo e por tudo, com tantos xingamentos e ameaças, com tanta gente vindo me xingar pelo modo como me posiciono (ameaças sérias; de morte, inclusive!), não há mais como voltar. É isso aí, é definitivo. Só tenho que dizer que as crônicas estavam erradas e o inexorável aconteceu.

Continuar lendo “E o que ia acontecer aconteceu”

Uma brilhante história sobre os óculos

Acabei de me sentar para escrever. Bem, eu não conseguia ler direito o que aparecia na tela. Tive que pegar meus óculos, pois, eu fui premiado com miopia, hipermetropia e astigmatismo, já que meus olhos são fruto de um maravilhoso design de um projetista inteligente. Esses meus óculos são ótimos e eu os adoro. Suas lentes de resina inquebrável ficam escuros mediante presença de radiação ultravioleta, e sua camada anti-reflexiva ajuda a não ver a minha cara refletida na face interior da lente, o que dificultaria ver algo em ambientes claros. A armação é leve, com hastes bem firmes e resistentes (ainda não comprei uma armação de titânio, mas esta quebra bem o galho). Entretanto, o que eu tenho empoleirado sobre meu nariz funciona da mesma maneira que os óculos que meu pai usa, que meus avós usavam, que os anteriores a eles usavam. Que muitos dos antigos usavam.

Ajeitem suas lentes de leitura, para mais um Livro dos Porquês, que envolverá muita História e sobre assuntos que você não faz ideia que possam estar relacionados (e talvez nem estejam, mas aqui a vontade e o pensamento é o poder. Estou acordando suas mentes para o grande saber!)


ÍNDICE


Linguagem inclusiva – inclusiva de verdade ou “Por que usar @ e X no final das palavras é idiotice”

Olá amiguinhos e amiguinhas! Quanto tempo!

Então, vocês devem lembrar que muito tempo atrás numa galáxia muito distante eu escrevi alguns textos sobre fala e escrita. Hoje eu queria retomar esse tema pra explicar o que é linguagem inclusiva e porque enfiar x/@/e em tudo NÃO é a solução.

Antes de tudo, vamos lembrar de uns fatos básicos que eu venho ressaltando nessa série de textos:

Continuar lendo “Linguagem inclusiva – inclusiva de verdade ou “Por que usar @ e X no final das palavras é idiotice””