A Verdadeira História da Destruição da Biblioteca de Alexandria

As chamas irrompem pelas construções. Séculos e séculos de sabedoria, cultura e conhecimento são gradativamente destruídos, enquanto lágrimas escorrem pelo rosto da Rainha. O horror chocante pela perda de saberes antigos corrói a alma de Cleópatra enquanto vê sua tão amada biblioteca arder em chamas e todos os documentos sendo devorados pelo fogo implacável, com o crepitar que mais parece um grito por socorro para depois toda construção sucumbir às chamas e tudo se perder definitivamente. Continuar lendo “A Verdadeira História da Destruição da Biblioteca de Alexandria”

Voz dos Alienados 122

Ai, ai. Desde setembro do ano passado que eu não posto o melhor do pior do retardo mental de crentes. Tem chegado um bocado deles, mas normalmente são xingamentos toscos ou ameaças. Sem graça. O bom mesmo é quando estes meus queridos alucinados desenvolveu suas… sei lá como chamam aquilo. Pensamentos? Ideias? Sei lá. Assim posso dar aquilo que vocês tanto adoram: A VOZ DOS ALIENADOS!

Continuar lendo “Voz dos Alienados 122”

O papiro de 16 metros encontrado em Saqqara, no Egito

O Egito é uma das civilizações mais famosas e que despertam interesse e penetra fundo no imaginário popular. As Pirâmides, os templos, e, claro, as múmias. Não apenas isso, os magníficos hieróglifos esculpidos em pedra, pintados sobre gesso e escritos em papiro. O Egito não para de trazer maravilhas enterradas sob a areia milhares e milhares de anos, e a todo momento há algo fascinante emergindo, como o enorme papiro encontrado, com quase 16 metros de comprimento.

Continuar lendo “O papiro de 16 metros encontrado em Saqqara, no Egito”

Só os antigos atenienses mais ricos pagavam impostos; e eles se gabavam disso!

Por Thomas Martin
Professor de Clássicos, College of the Holy Cross

Na antiga Atenas, apenas as pessoas muito ricas pagavam impostos diretos, e estes iam para financiar as despesas nacionais mais importantes da cidade-estado: a Marinha e as honras dos deuses. Embora hoje possa parecer surpreendente, a maioria desses principais contribuintes não apenas pagou alegremente, mas se gabou de quanto pagou.

Continuar lendo “Só os antigos atenienses mais ricos pagavam impostos; e eles se gabavam disso!”

De onde vem as cegonhas que trazem os bebês?

Você conhece a velha história que cegonhas trazem bebês. Mesmo que você tenha crescido e (espero) deixado de acreditar nisso, elas ainda estão presentes em cartoons, desenhos animados, cartões, produtos infantis e ainda povoam o nosso imaginário. Tudo muito bem, tudo legal, mas, cá pra nós, você nunca parou para pensar o que cegonhas tem a ver com bebês, certo? Continuar lendo “De onde vem as cegonhas que trazem os bebês?”

Nefertiti: Rainha, Poder e Mistério

Os pés mundanos caminham pelo terreno outrora sagrado. A luz intensa açoita quilômetros e mais quilômetros quadrados em volta e nada demais aparenta. Apenas deserto, areia, cascalho e pedras, mas há muito mais que os pobres olhos humanos podem ver. Os pés cautelosos temem estragar algo importante, algo irrecuperável se destruído, enquanto outros pés despreocupados caminham pela região, pouco importância dando. Apenas pagaram, faça-se o serviço, e apenas isso. Continuar lendo “Nefertiti: Rainha, Poder e Mistério”

A Verdadeira História da Pedra da Roseta

O homem de uniforme azul para, em meio ao sol escaldante. Tira o chapéu e enxuga o suor naquele lugar que ele desdenhava por achar ser um recanto miserável, inculto, esquecido por Deus e o mundo. Aquele não era o seu conceito de civilização, ele queria ir para casa. Ele acompanha os seus soldados para mais um dia de serviço por ordem do Imperador. Ao chegar no ponto que tinha que estar e preparar para destruir tudo, ele viu algo inusitado. Uma pedra. Um pedregulhão, mas não era uma pedra comum. Era algo… diferente. Uma rocha trabalhada, um granito escuro que serviria para mudar o mundo, mas ninguém sabia. Para o homem, ainda era uma pedra, mesmo assim, mas o homem era curioso e o que ele viu quando chegou mais perto.

Continuar lendo “A Verdadeira História da Pedra da Roseta”

Como o uso da Inteligência Artificial é danoso para os criadores de conteúdo em texto

A Inteligência Artificial está sendo cada vez mais usada em várias áreas da vida, desde a medicina até a música. No entanto, algumas pessoas estão preocupadas com a possibilidade de a IA substituir escritores e artistas. O uso da IA para escrever livros, pintar quadros e compor música pode levar a uma perda de qualidade considerável. Os textos gerados por IA podem não ter a mesma profundidade e significado que um autor humano pode oferecer. Além disso, as obras de arte produzidas por IA podem não ter a mesma beleza e emoção que um artista humano pode oferecer. A música produzida por IA tende a ser monótona e insossa. Continuar lendo “Como o uso da Inteligência Artificial é danoso para os criadores de conteúdo em texto”

Como remédios e tratamentos eram receitados de boca em boca

O Brasil é um dos campeões em automedicação. Normalmente, as pessoas não gostam de ir a médico. Ok, eu também não gosto, mas vou assim mesmo. Alguns não gostam e não vão, dando preferência por pegar indicações de tratamento com os conhecidos; com isso, pegam receitas e indicações de remédios e vão na farmácia comprar. Sim, eu sei o que você está pensando: alguns remédios precisam de receita médica, mas você sabe muito bem que sempre se tem uma amiga que consegue fácil mediante uns conchavos. Só que isso não é nenhuma novidade, ainda mais se formos para o passado, em que médicos eram raridade; ter dinheiro para pagar médicos, mais ainda! Então, como as pessoas se tratavam?

Na base do crowd sourcing.

Continuar lendo “Como remédios e tratamentos eram receitados de boca em boca”

Sobre dar o Koo, medievalismo e outras providências

As coisas no Twitter estão estranhas, mas parecem que vão se encaminhar, apesar dos histéricos. Elon Musk descobriu que Twitter era um cabide de emprego, com funças agindo como se aquilo fosse uma repartição pública (nem vou dizer brasileira, pois todas as repartições públicas são iguais). Então surgiu o Koo e todo mundo foi pro Koo e o Koo tá bombando.

Continuar lendo “Sobre dar o Koo, medievalismo e outras providências”