Voz dos Alienados 114

Adoro quando chega a época de postar as maluquices que o bando de imbecis defecam na área de comentários, achando-se incrivelmente inteligentes, mas com a profundidade de um lago seco. Os caras realmente se acham o máximo e demolem o conhecimento científico com um magnífico argumento do tipo “A ciência é formada de fatos”. COMO ELA OUSA? Que pouca vergonha é essa de se basear em fatos comprováveis? Um abeçurdo!!

Mas abeçurdo mesmo é a existência de idiotas que alimentam a VOZ DOS ALIENADOS! Continuar lendo “Voz dos Alienados 114”

Talibã safadeenho passa a perna em todo mundo e não cumpre suas promessas. Mas quem diria?

E direto da editoria Cêjura de hoje, o mundo ficou chocado quando os toscos do Talibã surpreendem um monte de idiotas ao quebrar as promessinhas fofas de respeitar as mulheres e os direitos humanos.

Má, é mermo, rapá?

Continuar lendo “Talibã safadeenho passa a perna em todo mundo e não cumpre suas promessas. Mas quem diria?”

Alemanha faz favor à Ciência e não devolve fóssil ao Brasil

Não se pode falar muito mal dos alemães (Ninguém que fale alemão pode ser má pessoa). São muito legais eles, principalmente quando não meteram mais de 7 gols no Brasil na Copa.

Enquanto isso, brasileiros — ingratos como sempre — estão enchendo o saco porque o museu não quer devolver o fóssil do dinossauro batizado de Ubirajara jubatus. Poxa, por que não deveriam devolvê-lo?

Continuar lendo “Alemanha faz favor à Ciência e não devolve fóssil ao Brasil”

Voz dos Alienados 113

Aquele aroma de esterco. trazido pelo vento. A fétida sensação que mais bobagens foram escritas. A necessária preparação para um festival de retardo mental, besteiras, insanidades e o turbulento pensamento de mentes tolas, imbecis e retardadas.

Não, não é pronunciamento da Presidência da República. É a Voz dos Alienados!

Continuar lendo “Voz dos Alienados 113”

O crime perfeito na ponta de uma agulha

O corpo lívido, sem vida, estava submerso na água serena numa casa às escuras e só a luz trêmula do banheiro banhava de uma luz amarelada o que ocorrera. Seu corpo nu e belo, alvo mesmo quando era viva, não veria a luz do sol novamente, mas em contrapartida não indicava sinais de violência. Uma morte em paz, sem dor ou desespero… ou assim parecia. Sapatos engraxados adentraram o banheiro, sujando-o. Outra pessoa, com o pijama encharcado, mostrara a cena. O homem do sapato engraxado parou em frente à cena; sim, ela está morta, senhor. Outros sapatos chegaram, analisaram criticamente o que estavam vendo. Não havia sinais de crime, mas algo não parecia certo perante aquela visão que poderia ser vista como uma foto artística, mas era um acontecimento bizarro por causa dos detalhes que pareciam não se encaixar.

Eram 23 horas e 30 minutos do que parecia ser uma noite calma do dia 3 de maio do ano de nosso Senhor de 1957. Elizabeth Barlow então desprovida da luz de seus olhos, jazia morta em Bradford, Yorkshire, no Reino Unido. E ninguém sabia como… ou por quê. Se era um crime, era um crime perfeito. Continuar lendo “O crime perfeito na ponta de uma agulha”

A sinfonia da distância do Universo

O Hubble Ultra Deep Field é uma imagem de uma pequena região do Espaço, mas de grande importância. Ela foi obtida por seguidas exposições do Telescópio Espacial Hubble entre 2003 e 2004, e é a imagem mais profunda do universo tirada em luz visível, registrando galáxias e estrelas como com seu brilho emitido há bilhões de anos. Com certeza, muitas dessas estrelas sequer existem mais, mas é um registro do passado, um “osso estelar” encontrado por um paleontólogo espacial que observa as entranhas de um Universo que há muito se modificou.

Esta imagem retrata um universo jovem, com idade entre 400-800 milhões de anos após o Big Bang. Muito antigo, não é, mesmo?

Continuar lendo “A sinfonia da distância do Universo”

Apague o passado, destrua a história. Fica mais fácil te dominar

Está ainda rendendo o lance da estátua de Borba Gato que foi incendiada. A única coisa que eu tenho contra a estátua: é feia, mas está no padrão arquitetônico paulistano de construções feias. Ok, queimaram a estátua. O que isso mudou na vida das pessoas? Jogar uma bomba na avenida Presidente Vargas porque Getúlio era um ditador fascista vagabundo vai mudar algo? Eu acho que não.

Continuar lendo “Apague o passado, destrua a história. Fica mais fácil te dominar”

As maravilhas escondidas do Cairo

O Cairo é estranho. Estranho e misterioso como o próprio Egito como um todo. Tendo hoje mais de 21 milhões de habitantes, o Cairo tem uma população não-residente muito maior graças ao turismo. E como não pensar em ir lá? É fantástico saber que ali viveram poderosos reis que governavam uma das maiores civilizações da Antiguidade, muito antes sequer de existir Roma. Lembramos das pirâmides, cujas fotos as fazem parecer ainda no deserto inóspito, mas é coladinho à cidade do Cairo, e a foto acima prova isso. Não é photoshop, você realmente pode ver as pirâmides e o tamanho monumental delas ajuda na vista. Obrigado Quéops, Quéfrem e Miquerinos.

Continuar lendo “As maravilhas escondidas do Cairo”