Obrigado, anti-vaxxers, por trazer o sarampo de volta!

Sim, eu peguei o título usado pelo The Daily Beast, site que você jamais saberia que existe, mas eu não trapaceio.

Graças ao bando de retardados mentais de um país que eu considero ter 90% da população de caipiras (ou rednecks, para ficar chique), doenças que estavam praticamente erradicadas estão voltando. Mas também… um país que mais da metade ainda acredita que Deus… PUF!!!… fez aparecer um elefante você espera o quê?

E não fique rindo dos estadunidenses (trademark de comunisbundinha). Aqui no Brasil não só não está melhor como tem pai que até foge do hospital para não vacinar o filho.

De acordo com a BBC, o Council on Foreign Relations (CFR) fez um levantamento dos surtos de doenças que podem ser prevenidas com vacinas, mas não o são porque falta dinheiro e estrutura para as campanhas ou porque as pessoas decidem não vacinar seus filhos. Os dados levantados chamam a atenção porque mostram que o bando de silvícolas da Idade do Bronze acha que as vacinas causam autismo[1], são um meio de controle mental[2], a marca do anti-cristo[3], vacina anti-religião[4].

A ONG fez um gráfico no qual mostra os surtos de sarampo no mundo todo, e é estarrecedor ver que em São Paulo há 27 casos. Um, para mim, já é muito; mas parece que as pessoas não se importam. Afinal, médico não sabe de nada e sim a prima da sogra que foi curada com chá de quebra-pedra e melhorou do câncer nos testículos.

É tanta maluquice que tem gente que acha que vacinas vão deixar a pessoa mais doente (não pergunte), porque seguiram as ideias de tia benzedeira, pai-de-santo, retardado metido a inteligente e "médico" formado nas coxas com formação na pseudociência de homeopatia e uns assassinos que "seguem linha antroposófica".

Antroposófica é meu rabo!

Lendo esta notícia do IG, vemos o quão é atrasada a sociedade brasileira, onde um bando de energúmenos fogem das vacinas, como se ainda vivêssemos nas cavernas. Devem achar lindo viver como os índios, que no início do século tinham expectativa de vida de 30 anos. Só melhorou por quê? Uia! Exatamente por causa dos medicamentos e sim, nós levamos as doenças para eles, mas ninguém tinha história de indiozão com cem anos de idade, tinha?

Enquanto isso, vejo blogs de mães (bleargh!) com a autora assustadíssima com uma informação que aprendemos no Ensino Fundamental: Vacinas podem ser feitas com o agente patogênico enfraquecido. OOOHHHHHHH, VAMOS MATAR NOSSAS CRIANÇAS!

Ela REALMENTE achou que a criança depois de tomar a vacina pode desenvolver a doença pois fora contaminada. Culpa de quem? Dos incompetentes do MEC e o sucateamento do sistema educacional, onde as pessoas não sabem NADA!

Eu proponho que antes de casar e ter filhos, as pessoas deveriam prestar vestibular com conhecimentos gerais. Qualquer nota inferior a 9,5 torna impossibilitado matrimônio e muito pior no caso de geração de descendentes. Adoção dependerá de um questionário com 10.000 perguntas.

Enquanto isso, um monte de religiosos tosco faz campanha contra a campanha de vacinação contra HPV para adolescentes.

Vamos explicar bem explicadinho, gente:

1) Sua filha não vai virar uma vagabunda pervertida por causa da vacina contra HPV. Ela vai se tornar uma vagabunda por causa dos pais vagabundos que não a educaram direito.

2) Vacina contra HPV não é sinal da Besta, seus ignorantes. VOCÊS é que são umas bestas.

3) Vacina não destrói ovário. Mas quem sou eu para discutir com religiões que promovem mutilação feminina e arrancamento (sim, na violência, mesmo) dos clitóris alheios?

4) Você tem o direito de ter a religião que quiser e eu de apontar quando esta religião estiver falando besteira.

O principal arJUMENTO contra a vacinação do HPV é que ela não é 100% eficaz. Meus queridos ignorantes: NENHUM MEDICAMENTO é 100% eficaz, seus idiotas! Para isso tem outros meios de prevenção. A vacinação, seja contra quaisquer doenças, é uma forte barreira, mas não é 100% garantida. por isso, cada vez que você viaja para os cafundó do Judas, você tem que apresentar vacinação contra malária etc. Ou você quer se arriscar e arriscar a vida do pessoal que mora lá no local?

Mas quem se devota dezenas de horas para melhorar o mundo. Aqueles que gastam energia e conhecimento para garantir que VOCÊ e sua família não morram de forma horrível por causa de alguma doença, não tem valor. Pesquisadores no mundo inteiro lutando dia e noite contra um bando de gente semi-analfabeta, perdendo dia após dia para a ignorância, a falta de cultura enquanto padres, pastores e rezadeiras que acham que um prato com farofa tem poderes mágicos.

Mas ainda há um raiar do dia, pois cada miligrama de vacina produzida é uma vida salva. E aquele que salva uma vida, salva o mundo inteiro, mesmo daqueles inúteis que dizem que ciência não serve para nada, mas corre pra farmácia na primeira dor de cabeça e coma o dorilzinho com um chá de erva-cidreira e relaxa, pois aquela porcaria de chá sim, é que curou.

Não se preocupem, anti-vaxxers. A Ciência não é preconceituosa e quando o filho de vocês precisarem, pode contar com os médicos, enfermeiras, farmacêuticos, químicos, bioquímicos, anestesistas, cirurgiões, biomédicos etc. Eles estarão lá, bem representados pela equipe médica, que não sossegará enquanto não salvarem a vida do seu filho, doente por SUA culpa. No final, eles não pedirão nada em troca, mas o deus-das-pequenas-coisas pedirá uma missa, velas, cânticos e uma doação pra sacolinha. A satisfação de todos os cientistas no mundo inteiro é saber que eles salvaram mais uma vida.

Mas não graças a vocês.

Para você, pai/mãe/tia/avó/whatever, um conselho: se o colégio no qual você for matricular seu filho não exigir severamente as cadernetas de vacinação das crianças em dia NÃO MATRICULE SEUS FILHOS! Não os faça correr riscos desnecessários. E aproveite, denuncie à secretaria de Educação, porque é lei: PORTARIA Nº 597/GM Em 8 de abril de 2004.

Oh, Admirável Mundo Novo, com doenças dos séculos anteriores…

15 comentários em “Obrigado, anti-vaxxers, por trazer o sarampo de volta!

  1. “No final, eles não pedirão nada em troca”
    não exagera tbém né, tenho um problema de saúde e pago caro pra caramba por consulta.
    Aqui o que eu tenho visto é que os planos de saúde pagam muito mal por consulta, então os mais competentes não atendem por plano nenhum, aí vc que tem que desembolsar.

    1. Ah, sim! Porque médico é plantinha que basta um punhado de terra, água, esterco e luz solar para viverem.

      Você, por exemplo, trabalha de graça, né? Pq os cientistas que trabalharam para eu ter remédio estão me mandando os honorários até hoje.

  2. Em todo site religioso que vai contra a vacina, a ladainha é a mesma: “Estão dizendo que nossas filhas são putas”, “Vou ensinar à minha filha que a castidade é a melhor prevenção” . Quando fui pesquisar sobre taxas de gravidez na adolescência e até de aborto… SURPRISE, descobri que conservadores religiosos são um dos grupos que mais contribuem para o aumento da gravidez na adolescência e abortos (pelo menos nos EUA, mas não deve ser diferente por aqui).
    http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2758825/

  3. Parece até que esse artigo é uma consequência do artigo anterior, já que grande parte desse besteira anti-vacina é filha da falta de educação formal casada com o fanatismo, seja religioso ou simples teoria de conspiração.
    Agora podemos ver o quanto é perigoso para a sociedade o analfabetismo científico.

  4. A revolta da vacina 2, o retorno. Como pode a imbecilidade chegar a esse extremo? A coisa mais idiota é associar vacina com o comportamento sexual dos jovens; ao invés disso, não associam a vacina como uma forma de controlar a doença em nosso meio. Senhores pais da dimensão paralela (pseudo)cristã, a vacina não é um estímulo à perversão, é uma forma de controlar algo potencialmente ruim para humanidade, é o que a ciência pode fazer por nós. Além disso, nunca se sabe o que seu queridinho ou queridinha irá se tornar.

  5. Pior é ver professores de geografia e história dizerem essas lorotas contra as vacinações acrescentando as “reais” intenções que é o lucro das indústrias farmacêuticas.

      1. @André,

        Um deles disse que não leciona em escolas particulares porque não dá para “politizar” as aulas. Parece que a matéria é menos importante que a “luta” contra o grande capital. São meus amigos (infelizmente?) e falam tanta besteira para as crianças e adolescentes que tenho medo do futuro. Ah, eles têm carros e motos, se usa o SUS não sei, mas uma vez questionei se já usaram antibióticos e disseram que aí não tem nada a ver. Medo.

    1. Botar o link dos meus artigos nos sites dos outros ninguém faz. Só colocam link dos trabalhos dos outros aqui.

      E lá não tem nada que eu já não tenha falado aqui O que ele está complementando?

      1. @André, Não seja injusto comigo heim! Nos pouquíssimos blogs e sites que eu frequento ou dou alguma opinião eu “linco” os seus artigos sim. Ah, e não esperneiam quando faço isso.
        No artigo do Olhar Cético ele diz, de forma resumidíssima, tudo o que você disse aqui e complementa sobre o timerosal, mercúrio e alerta (pouquinho) sobre o furo na barreira de proteção deixada pelas pessoas que não aderem à vacinação.

  6. “MELHOR” trecho da matéria do IG:

    “Vejo a carteira de vacinação de crianças que receberam 15 doses contra a pólio e não tem caso da doença no País há mais de 20 anos. Há um excesso. É preciso criar uma comissão de alto nível e sem conflito de interesses para estudar este assunto”, disse.

    Será que o imbecil não sabe que não tem caso da doença no País há mais de 20 anos POR CAUSA DA VACINA?!?

    Que mula.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s