SUS oferece tratamento pseudocientífico. Brasil sendo Brasil

Mitos da Terra
Retrovírus Endógeno: O Cunhado do Bem

Poucas coisas que envolvem pseudociência, ainda mais no Brasil, me impressionam. Universidades fazem buscas de UFOs e fantasmas, quando não estão dando remédios homeopáticos para vacas, ou pessoal que ganha uma graninha caindo de boca no desenvolvimento científico, como foi o caso do Tedson.

No país que odeia que faz por onde neurocientistas ralarem peito daqui, mas reconhecem astrologia, cartomancia e horoscopia (EU SEI!) como profissões, nada mais justo que, o SUS ofereça a primeira linha da vanguarda de tratamentos médicos plenamente confiáveis e com vários artigos científicos embasando, como é o caso de arteterapia, meditação, Reiki e outras bobagens.

Sim, hoje é o SÁBADO INSANO!

A nova porcaria, digo, portaria do Ministério da Saúde publicada ontem no Diário Oficial, inclui musicoterapia, tratamento naturopático, tratamento osteopático e tratamento quiroprático na Tabela de Procedimentos do SUS na categoria de “ações de promoção e prevenção em saúde”.

Se já não bastava aquela bobajada de pilulinha de água com açúcar que chamam de “especialidade médica”, SUS agora oferece outros procedimentos tão científicos e de comprovação semelhantes às da Homeopatia, que nenhum “médico” homeopata diz como funciona em nível bioquímico.

Muitos deles são meio esquisitos, como o tratamento naturopático que diz usar a Natureza. Sei lá, acho que é aquele lance de Feng Shui, em que basta trocar um vaso de planta do lugar e pronto, seus problemas estão resolvidos. Meditação eu até entendo. Pessoal fica horas e mais horas esperando para agendar uma consulta (para daqui a uns 8 meses) e fica lá pensando na vida e se perguntando que mal fez a Deus. Já musicoterapia é quando, imagino eu, você fica com seu xing ling ouvindo música enquanto espera que uma atendente passe por você sem lhe ignorar. Dá pra ouvir toda a discografia dos Beatles antes de tal acontecer. Bem, junte com a discografia do Milton Nascimento.

Agora, meu preferido é o Reiki, que usa confluências cósmicas que são canalizadas pela Força pelos poderes de Greyskull que são emanados pelas mãos dos tratamentadores. O fato disso ter sido demolido por uma criança de 10 anos é irrelevante no país que acredita em sacis que que pratos de pipoca têm poderes mágicos, além de contratar pessoas que juram que são capazes de controlar o tempo.

No país que odeia a Ciência e acha que basta encher um hospital com médicos (só médico. Leito, remédios, equipamentos, manutenção adequada etc é pedir demais) resolve o problema. Como não resolveu, vamos tentar dar uma volta no populacho colocando-o para brincar de ouvir música, pintar coisinha e ficar sentado pensando na vida. Sim, vai funcionar muito!

Enquanto isso, a quantas andam as pesquisas da fosfoetanolamina, mesmo? Ainda não saíram os resultados comprovando a cura dos cânceres? Bem, fosfoetanolamina morta, fosfoetanolamina posta. Bóra enganar as pessoas com mais coisas inócuas.

E como não podia deixar de ser, finalizo o artigo com um dos vídeos que mais retrata o Brasil:


Fonte: G1

Mitos da Terra
Retrovírus Endógeno: O Cunhado do Bem

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • Lismar Cardoso

    E quando vais criticar esse disparate, os defensores dessas bostas ainda tem a cara-de-pau de falar:”aiiin, existe MTA coisa que a ciência não explica”; “ainn, o tratamento tem que ser espiritual TB”. Mostrar a eficácia desse embuste por meio de artigo científico da Nature ou Science que é bom, nada.

    Lucho respondeu:

    Ou então cobram ceticismo da parte dele.

  • Jacira Azevedo

    Musicoterapia, arteterapia e meditação tem algum valor terapêutico do ponto de vista psicológico. Entram na categoria de terapia ocupacional. Já Reike, homeopatia e florais só existem por causa do efeito placebo. Quiropraxia tem o mesmo valor de uma boa massagem e ainda tem o risco adicional de poder deslocar um osso ou pinçar um nervo. A acumpuntura tem alguns estudos defendendo, mas eu sou cético pois como a coisa funciona organicamente nunca foi explicada.