Combata o coronga com um vibrador

Eu adoro a pseudociência nossa de cada dia. Ela faz com que as pessoas catem coisas sem o menor fundamento, com postulados totalmente insanos, estúpidos e retardados. Ou seja, bem de acordo com o brasileiro médio. Agora, com todos os sistemas de combate ao coronga (como uma medalhinha de Nossa Senhora), devemos nos focar em algo mais científico.

Algo como… boas vibrações? (Não, não esse tipo.)

Continuar lendo “Combata o coronga com um vibrador”

Almas puras acham que podem convencer o Governo que pseudociências são feias e não devem estar no SUS

Eu gosto de ver certas almas puras. Elas acham que podem dar as mãos, cantar musiquinha lindinha e <PLINK> tudo fica maravilhoso. Ai-Ai! Aí, o que faz o André? Vem com aquela coisa chata chamada REALIDADE e a esfrega na cara de todo mundo. Imaginem que montaram um Instituto visando combater a pseudociência e fazer com que o SUS pare de ofertar tratamentos “alternativos”, como Toque Terapêutico, dança holística, homeopatia e outras bobagens. É um motivo nobre, uma causa justa e um glorioso tempo perdido. Mas quem sou eu para acabar com o sonho fofo das pessoas?

Eu sou André e estou aqui para fazer você tomar vergonha na puta da cara e ver o mundo como ele é, seu imbecil!

Continuar lendo “Almas puras acham que podem convencer o Governo que pseudociências são feias e não devem estar no SUS”

Charlatão promete curar autismo com urina

Vamos começar com algumas verdades. Primeiro de tudo: ninguém gosta de estar doente. Ninguém sequer quer ter um resfriado, quanto mais uma doença mais séria. Em segundo lugar: ninguém gosta de ver um ente querido doente. Não é facilmente aceitável, não é nada fácil ter que aceitar que um filho seu tenha uma doença incurável. A Medicina nos deu a cura de muitas coisas, mas não pra tudo. Ela tem limitações, e daí chega uns desclassificados dizendo que tem a cura para aquilo que a ciência não tem cura. As pessoas, no desespero, aceitam, tentam de tudo. Pacientes e familiares acabam caindo na mão de desclassificados, como um vagabundo que alegou que pode curar autismo com… mijo.

Continuar lendo “Charlatão promete curar autismo com urina”

Pseudociência no SUS de Novo!

O Ministério da Saúde devia trocar de nome para Ministério da Pseudociência. Ao invés de investir em hospitais e postos de saúde, em melhoria de equipamentos e treinamento de pessoal, o que fazem? Enganam a população com bobagens de constelação familiar e toques mágicos.

Eu já tinha noticiado isso. Mas agora é a versão em vídeo, só para você não esquecer para onde vai o seu dinheiro de impostos.

Continuar lendo “Pseudociência no SUS de Novo!”

Pseudoterapia com abelhinha fofinha causa morte. SUS finge que não viu

O Brasil, lugar que ama a Pseudociência, já baixou normativa do Ministério da Saúde oferecendo nos hospitais e postos de saúde do SUS atendimento a vários tipos de pseudociência. Um deles é o apiterapia, que é o tratamento com abelhas e seus produtos, que nem sua avó, que tudo mete própolis na receita. Evidências científicas? Vamos ficar devendo, mas uma pesquisa veio trazer um lado… ruinzinho deste tratamento. Pessoas estão morrendo por causa dele.

Continuar lendo “Pseudoterapia com abelhinha fofinha causa morte. SUS finge que não viu”

Quem quer mais pseudociência no SUS? Ninguém? Toma pseudociência!

Desde manhã estão repassando a notícia que o Ministério da Saúde anunciou 10 novos procedimentos para o SUS, como bobagens da dar passe, digo, imposição das mãos entre outras bobagens. Eu nem sei por que as pessoas acharam isso algo digno de nota, já que ano passado o SUS liberou tratamentos eficazes como ayurveda, quiropraxia, ioga, shantala, arteterapia, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, reflexoterapia e reiki entre as práticas. E sim, claro que eu noticiei.

Eu nem vi novidade.

Continuar lendo “Quem quer mais pseudociência no SUS? Ninguém? Toma pseudociência!”

Mais mitos da Ciência

Eu já tinha falado antes sobre alguns mitos que as pessoas acreditam, sem nenhuma comprovação científica, apesar de acharem ser científico por um motivo ou outro. Isso é legal, pois nos tira da zona de conforto do senso comum, além parar com muitas bobagens sem sentido que são divulgadas por aí e as pessoas insistem em continuar repassando.

Mitos que as pessoas propagam como se tivesse o mínimo de comprovação científica existem aos milhares. Dessa forma, resolvi postar um vídeo com mais alguns desses mitos da ciência. Divirtam-se

Continuar lendo “Mais mitos da Ciência”

O Experimento do Arroz Sensível – Final

Em junho eu tinha aceitado o desafio do arroz. Alguns idiotas acham que só colocar palavras de amor e compreensão deixam o arroz num pote intacto, mas se você colocar xingamentos e ofensas, o arroz fica nojento.

Bem, eu chamei na chincha e pus a besteirada do Massaru Emoto ao crivo do Método Científico. Eu chamei este experimento de O Experimento do Arroz Sensível. Bem, este vídeo é a consumação do experimento. Eu gostaria de ter ficado surpreso, mas, nhé, foi o que eu esperava, mesmo.

Continuar lendo “O Experimento do Arroz Sensível – Final”

Vítima de pseudociência morre de câncer. Mas vai que funcionasse…

A Ciência não existe de sacanagem. Fundamentalmente, a Ciência existe para proteger a Humanidade das merdas que a própria Humanidade faz. Ignorar a Ciência é se candidatar a ter sérios problemas, ou acabar de vez com os seus problemas, mas de uma forma um pouco… como direi… sofredora.

Naima Houder-Mohammed é um exemplo disso. Ela achou que esse negócio de Ciência era coisa de companhias farmacêuticas querendo explorar a população e resolveu se tratar com medicina alternativa. Darwin, o implacável, selecionou-a.

Continuar lendo “Vítima de pseudociência morre de câncer. Mas vai que funcionasse…”