Papa declara que Deus não é Harry Potter e Evolução é fato. CHUPEM, CRIAS!

Eu já falei o quanto eu gosto do nosso Papa Jedi (no sentido de papado, e não que ele come algum jedi por aí). Papa Chicão anda chutando o pau de todas as barracas possíveis e imagináveis. Agora, ele soltou logo na lata que a Verdade está lá fora: Na Evolução e no Big Bang, e Deus não é "um mágico com uma varinha mágica".

Agora chupem, crias! (pegando pipoca e guaraná pra assistir a peleja)

Caso não saibam, o Vaticano possui uma das mais antigas instituições de ciência do mundo: A Pontifícia Academia de las Ciências, e não. Não é preciso ser padre ou mesmo católico para fazer parte de lá. Só tem que ser MUITO BOM no que faz, porque ali não tem idiotas como o Silas Malafaia ou o Olavo de Carvalho, o cara que revogou as Leis de Newton. A Academia Pontifícia de Ciências têm em seu seleto grupo prêmios Nobel, cientistas de grande valor e pesquisadores sérios, um deles o dr. Guy Consolmagno, padre jesuíta ganhador da Medalha Carl Sagan. A Academia Pontífice de Ciências data da Renascença, e enquanto você se acha o tal, porque leu "Deus, um Delírio", homens e mulheres (sim, mulheres) lá produzem conhecimento suficiente para encher toda uma biblioteca.

São estes cientistas que ensinam ao Papa o que é Ciência. É este seleto grupo que instrui e educa, porque papas podem ser tudo, menos estúpidos a ponto de renegar a Ciência; e não, Galileu não foi preso por dizer que a Terra era redonda e não era o Centro do Universo. O clérigo Regiomontanus já tinha demonstrado isso. E não, Giordano Bruno não foi executado por que era cientistas. Este era um fanático religioso e Galileu era péssimo em diplomacia, sendo o que o salvou foi exatamente sua produção científica, tõ admirada pelo Papa.

Foi para a Academia Pontífice de Ciência que Francisco I dez um discurso, em que reiterou que Evolução Biológica é um fato a ser aceito e a teoria do Big Bang é a melhor resposta para a pergunta sobre quando surgiu o Universo. Chicão refutou que Criacionismo e Design Inteligente sejam algo a mais do que realmente são: simples pseudociências, alegando que tanto a Evolução quanto o Big Bang não são incompatíveis com a existência de um criador.

PAUSA

Antes que vocês, idiotas, comecem a atacar o cara, deixe-me lembrar-lhes que em nenhum momento é preciso que um deus seja inexistente para que tudo ocorra. O deus pode não ser como as religiões pregam, mas sim, podemos pensar que de fato uma entidade supranatural determinou que coisas assim aconteçam. É muito diferente de eu dizer "Sim, aquela torrada queimada tem a cara de Jesus. O problema existencial aí é que esse deus supranatural não está em nosso universo observável. pode existir, pode não existir. Ninguém tem como provar nada, e não nos importando com ele não fará diferença pro que é o mundo. Francisco prefere acreditar, é problema dele, como é problema do próprio dr. Kenneth Miller e do dr. Francisco Ayala. Dois cristãos devotos (Ayala é monge dominicano) que trabalham com biologia evolutiva, sendo Ken Miller uma peça fundamental durante o Julgamento de Dover. Então, por gentileza, peguem seus preconceitos e enfiem no rabo!

FIM DA PAUSA

Durante o discurso, Franciscão disse que "quando lemos a respeito da criação em Gênesis, corremos o risco de imaginar Deus era um mágico, com uma varinha mágica capaz de fazer tudo. Mas não é assim (…) Ele criou os seres humanos e deixá-los a desenvolver de acordo com as leis internas que ele deu a cada um para que eles cheguem ao seu cumprimento".

Se pensarmos bem, e eu não estou tomando partido, a teologia cristã-católica está coerente com as teorias científicas. Gênesis diz que Deus criou os seres vivos. Não disse como, mas não importa. A teologia é muito maior que a Bíblia, e qualquer católico mediamente informado sabe que o que vem ali não é um exercício de interpretação literal. Só esses crentes fanáticos levam a Bíblia ao pé da letra, que como é dito no livro "Bíblia, uma Biografia", da historiadora Karen Armstrong (ex-freira, por sinal), a Bíblia não era interpretada em seu sentido literal até meados do século XIX. Literalidade bíblica é algo recente.

Claro, eu não acredito em algum ser poderosão bíblico, mas não importa o porque da vida ter aparecido. O fato é que substâncias químicas se reuniram até formar moléculas autorreplicantes. Depois, evolução biológica nos deu toda essa maravilha que vemos hoje (e fazemos de tudo para destruir), tendo tudo começado com a singularidade. Como você atribui que acontece, é problema seu, mas as evidências confirmam hipóteses e viraram teorias. Evolução é fato!

Então, queridos Eberlin, Nahor e Enézio, só digo uma coisa:

CHUPEM!!!!!


Fonte: The Independent

14 comentários em “Papa declara que Deus não é Harry Potter e Evolução é fato. CHUPEM, CRIAS!

  1. Nunca vi um papa tão assertivo, o velinho tem mentalidade do seculo XXI,algo me diz que ele não vai dura muito… :|

      1. Ah, claro, ele vai acabar com 2000 anos de igreja porque VOCÊ quer que ele diga para 2 bilhões de católicos que o Diabo não existe. Não quer que ele diga que Deus não existe, também?

        Depois reclamam que ateus são vistos como chatos.

        1. @André, Calma André, foi só uma piadinha. Eu faço isso as vezes.
          Além do mais, nem me considero ateísta. Já me rotulei assim no passado mas sei admitir quando estou errado. Deus(es) pode(m) existir. Não tenho conhecimento de nenhum candidato até o momento, mas poder, pode.

          Esse artigo do Papa e o Diabo da Veja me lembrou quando Ken Miller (o mesmo que você citou no texto) deu uma ótima palestra que você certamente já conhece (aqui https://www.youtube.com/watch?v=zi8FfMBYCkk) sobre as evidências encontradas comparando o genoma dos grandes primatas X Homo Sapiens.
          Recomendo assistir ao vídeo, mas aqui vai um breve resumo:
          Enquanto nós possuímos 23 pares de cromossomos, nossos primos peludos possuem 24 pares. Miller relatou que com os dados do Projeto Genoma, é claramente identificável o ponto exato da fusão entre dois destes pares, o que é apenas mais uma evidência para a coleção de fatos suportando a Teoria da Evolução.

          Depois de explicar isso, Miller faz a seguinte pergunta em claro e bom tom de escárnio (não me recordo as palavras exatas e não consigo ver o vídeo agora): E como alguns religiosos explicarão esse fato? É claro que só tem uma desculpa: Foi o Diabo que plantou essas evidências, justamente para nos ludibriar”

          Pois bem: sorte que o Papa é um cara bem instruído (e aconselhado) e aceita a evolução como fato, pois do contrário, não seria muito difícil justificar qualquer contradição da teologia cristã ao colocar a culpa no capiroto (assim como fazem muitos cristãos).
          A punch line fica exatamente no tom de escárnio de Miller: Ele, sendo católico, deve acreditar no mesmo Diabo que o Papa: maléfico e sacana, ativamente influenciando as pessoas, certo? Ou ao menos deveria, considerando o dogma que o Papa é o representante de Deus na terra…
          Mesmo que ele discorde do Papa nessa questão e não acredite que Satã esteja ativamente influenciando a humanidade, como você mesmo disse André: 2.000 anos de igreja dizem o contrário.
          Então, pra quê esse escárnio, como se fosse algo ridículo?

          Só pra deixar claro: não estou dizendo que o Papa colocaria a culpa em Satã em relação aos fatos científicos que o desagradam. Mas sendo o capeta a vossa maleficência que é; com o grande poder que possui (segundo o bom livro) e possuindo ele a permissão de Javé para tocar o barco até que Ele se canse de ver seu formigueiro de humanos pegando fogo; essa premissa teológica de que o coisa-ruim seria capaz de tudo para tentar os humanos em direção ao mau-caminho não seria das mais absurdas, e certamente não deveria ser alvo de escárnio por conta de nenhum cristão verdadeiro (agora dá licença que vou lá comer meu mingau com açúcar).

          Não estou acusando nada e nem ninguém, só comentando: o telhado é de vidro, Ken Miller….

          1. HELLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

            A frase de Miller não tem nada a ver com o Papa, que AINDA é um líder religiosos e tem uma religião para comandar. Sua “piadinha” é fora de propósito.

          2. @André, OK OK, a casa é sua, já encerrei.
            Eu sei que eu torro a sua paciência mas é só porque eu te amo mestre =)

            obs: eu amo seu blog, você é insuportável!! :mrgreen:

  2. Mas ele cria um problema Teológico intransponível. A Hamartologia. Além de contradizer os ditos de Paulo e Jesus acerca de Adão e Eva e do pecado original. Como você sabe muito bem, eu entendo que algumas passagens bíblicas não devem ser entendidas literalmente (vide camelos e buracos de agulhas), porém existem passagens que estão atreladas a questões teológicas muito mais profundas. Você dizer isso André, é uma coisa, mas o Papa? Além de contradizer todo o livro de Gênesis, ele vai contra os próprios princípios e Leis Canônicas e Concílios do Vaticano. (bom, pelo menos na Teoria). Alguns Clérigos e Cardeais defendem o evolucionismo, mas essa não é a opinião da Igreja Romana em si.

    1. Alguns Clérigos e Cardeais defendem o evolucionismo, mas essa não é a opinião da Igreja Romana em si

      É sim! João Paulo II já tinha aceito Evolução Biológica.

      Segundo, Adão em hebraico significa “humanidade”, e o mito do deus-oleiro está presente em várias tribos humanas. Somente a ala mais conservadora judaica leva Adão e Eva ao pé da letra. E não, não existe nenhuma lei canônica dizendo que Evolução é mentira. Porque o Gênesis diz que Deus criou tudo, mas não deu detalhes. Simples, assim. E temos que levar em conta que a literalidade bíblica é algo recente.

      Em segundo lugar, não vejo nenhum problema na ICAR mudar de opinião, pois ela mesma já declarara que índios e negros não tinham alma. Vc concorda com isso? Ninguém é louco hoje de afirmar tal coisa (bem, tem a Igreja de Westboro, e quando fundamentalistas do Bible Belt odeiam a Igreja de Westboro, vemos que até mesmo podemos entrar em acordo contra um idiota)

      Terceiro: O Papa não fez um pronunciamento Urbe et Orbi, que é um pronunciamento ao apostolado e todos os fiéis católicos do mundo todo (sim, eu sei que vc muito provavelmente sabe disso, mas há muitas outras pessoas que estão acompanhando aqui). O Papa foi na Academia Pontífice de Ciência e falou pra cientistas. Não foi nenhum pronunciamento apostólico. Pela Lei Canônica, e eu sei que vc tb sabe disso, ele pode dar a opinião dele o quanto quiser, enquanto pessoa, o que não significa uma posição oficial da ICAR, sendo feita apenas através de bulas papais. De qualquer forma, isso não deveria preocupar membros de igrejas protestantes, ué.

      De qualquer forma, em 1996, João Paulo II emitiu este documento papal: http://www.espada.eti.br/n1034.asp

      Quarto: A ICAR se assenta no dogma da infalibilidade papal. Não importa quais as regras propostas: o Vigário de Cristo e chefe da Depositária da Fé Cristã (aka Papa) pode revogá-las quando quiser. Sendo assim, não vejo nenhum problema teológico. Pode haver uma DIVERGÊNCIA teológica, que foi mais ou menos o que aconteceu quando Lutero pregou as 95 teses.

      1. @André, “É sim! João Paulo II já tinha aceito Evolução Biológica.”

        Claro! E os dois criaram um problema Teológico intransponível! Como eu disse, muitos clérigos e cardeais aceitam a Teoria do Evolucionismo, porém como você também disse acertadamente, eles não fizeram um pronunciamento Ex-Catedra, ou seja, é apenas a opinião deles, não da Igreja em si. Mesma coisa que ele disse em relação aos ateus, e a ICAR teve que emitir uma nota depois se posicionando.

        De acordo com a doutrina católica, a existência de Adão é um dogma, sem o qual toda a doutrina do pecado original perde seu sentido.

        Pio XII afirmou que:

        “37. Mas, tratando-se de outra hipótese, isto é, a do poligenismo, os filhos da Igreja não gozam da mesma liberdade, pois os fiéis cristãos não podem abraçar a teoria de que depois de Adão tenha havido na terra verdadeiros homens não procedentes do mesmo protoparente por geração natural, ou, ainda, que Adão signifique o conjunto dos primeiros pais; já que não se vê claro de que modo tal afirmação pode harmonizar-se com o que as fontes da verdade revelada e os documentos do magistério da Igreja ensinam acerca do pecado original, que procede do pecado verdadeiramente cometido por um só Adão e que, transmitindo-se a todos os homens pela geração, é próprio de cada um deles.”

        http://www.vatican.va/holy_father/pius_xii/encyclicals/documents/hf_p-xii_enc_12081950_humani-generis_po.html

        Mas, talvez você ainda não tenha entendido onde eu quero chega. Creio que você conhece um pouco sobre Teologia, especialmente sobre a Hamartiologia, que é a doutrina ou estudo acerca do pecado. Se o pecado é transmitido por geração, não se pode conceber o pecado original sem a existência de Eva, pois para haver as gerações seguintes a Adão, é necessária a existência da primeira mulher com a qual aquelas seriam formadas, ou seja, Eva. O pecado original é dogma de fé que só se compatibiliza com a existência de Adão e Eva. Sem Adão e Eva, nada de pecado original. É uma questão de dedução. Se um cristão negar Adão e Eva, ele nega o pecado original e nega todo o ensinamento de Paulo e de Jesus sobre essa questão:

        “Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.” (1 Coríntios 15:21-22)

        “Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante. Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual. O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu. Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial. (1 Coríntios 15:45-49).

        Você André, seguindo sua ideologia agnóstica, pode dizer que esses versículos são um monte de bobagem, mas o Papa não!É sobre isso que estou falando. Se Adão não foi um personagem real, então Jesus foi o maior mentiroso da história e morreu em vão. Grande parte da Teologia Neotestamentária se baseia na premissa que Jesus veio desfazer a lenha que Adão fez. Além disso, o Concílio de Trento anatematiza os negadores do pecado original, ressaltando sua origem singular e transmissão por propagação:

        “3) Se alguém afirmar que esse pecado de Adão – que é um pela origem e transmitido pela propagação e não pela imitação, mas que é próprio de cada um – se apaga ou por forças humanas ou por outro remédio, que não seja pelos méritos de um único mediador nosso Jesus Cristo, que nos reconciliou com Deus por seu sangue, fazendo-se para nós justiça, santificação e redenção (I Cor 1, 30); ou negar que o mesmo mérito de Jesus Cristo, devidamente conferido pelo sacramento do Batismo na forma da Igreja, é aplicado tanto aos adultos como às crianças – seja excomungado,porque sob o céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos (At 4, 12); daí aquela palavra: Eis o cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo (Jo 1, 29); e esta outra:Todos vós que fostes batizados em Cristo, vos vestistes de Jesus Cristo (Gl 3, 27).”

        André, pra mim, isso não fede, nem cheira. Cada um pode crê no que quiser. O problema é que nos tornamos reféns de nossas palavras. Só entrei para debater, pois creio que essa interação só promove tanto o seu crescimento quanto o meu. A opinião do Papa, pra mim que sou protestante, tem tanto valor quanto a lira turca, mas com sua posição evolucionista, o Papa está dizendo que o macaco e o homem descendem de um mesmo ancestral comum, relacionando-se entre si por meio de cruzamentos mistos e dizendo que já havia morte antes de Adão, contrariando a doutrina bíblica sobre a questão da maldição do pecado sobre a humanidade.

        Resumindo: Chicão está fazendo a maior lambança…

        1. Creio que você conhece um pouco sobre Teologia, especialmente sobre a Hamartiologia, que é a doutrina ou estudo acerca do pecado. Se o pecado é transmitido por geração, não se pode conceber o pecado original sem a existência de Eva(…) O pecado original é dogma de fé que só se compatibiliza com a existência de Adão e Eva.

          Correto. Sem pecado original (segunto liturgia católica) Jesus não veio pra ser posto em calvário, lavando os pecados do mundo (ainda segundo liturgia, independente do que eu penso acerca).

          Sem Adão e Eva, nada de pecado original. É uma questão de dedução. Se um cristão negar Adão e Eva, ele nega o pecado original e nega todo o ensinamento de Paulo e de Jesus sobre essa questão

          Terreno lodoso.

          Quem disse que Jesus era o Verbo feito Carne foi o autor do Evangelho de João. Jesus não disse isso. O dogma do conceito de Pecado Original é recente, como vc bem sabe. Jesus nunca falou nada disso. Mas vamos supor que eu seja Papa (se eu fosse católico, até poderia. Qualquer católico pode ser eleito Papa). Fica difícil defender o total posicionamento bíblico acerca de certas coisas (como a Lua ter luz própria). A Bíblia defende a escravidão, a ICAR já defendeu no passado. Qual líder religioso seria louco de afirmar tal coisa hoje?

          O que eu mencionei com os protestantes é que, basicamente, eles se opunham não ao fato de Leão X estar interpretando a Biblia do jeito dele e sim do uso do poder temporal de forma corrompida.

          Eu penso que há o foco em coisas sem muita importancia, como sobre o debate se o Homem teve um ancestral comum ou veio do barro, quando devería-se seguir mais o exemplo do Nazareno, e eu nem preciso acreditar em alegadas capacidades mí(s)ticas, mágicas etc, quando grupos cristãos parecem ter esquecido que o principal seria a mensagem, não o mensageiro. Mas sei lá, sou um apóstata. Entendo que a posição do Papa não fará um arranhão em dogmas de séculos de idade.

          E sim, concordo contigo: o debate é importante; apesar de não ver a lambança toda. Só me divirto com os fanáticos fundamentalistas do Answer in Genesis. Não sei pq eles se importam com o Papa.

          Quer dizer, saber eu sei… E não tem nada a ver com debate de ideias como estamos fazendo aqui. ;)

  3. Nossa, o Papa andou lendo “A Gênese” de Allan Kardec ou “A caminho da Luz” de Chico Xavier. Recomendo que você leia também. Nós espíritas não acreditamos no criacionismo da Bíblia, nem no evolucionismo da ciência, mas um meio termo entre ambos! Leia Allan Kardec se você tiver a oportunidade! Recomendo “A Gênese”, ele desmitifica todas essas bobagens da origem da Bíblia! É fantástico!
    Curto muito seu site, embora acredite em Deus, mas ver você refutar passagens absurdas na Bíblia é genial!
    Abraços

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s