Baby Yoda, dragões e os chatos do Espaço

Eu tinha feito um vídeo e volta e meia eu toco no assunto que muitos deslumbrados metidos a divulgadores científicos (eu peguei ódio deste termo, pelo tanto de cuzões que tem) achando que informar é ser árido, tosco. Se isolam na Torre de Marfim da Ciência.

Um exemplo foi uma postagem de um desses manés metidos a divulgadores de ciência de astronomia e astronáutica; o que é fácil. Basta kibar pegar os dados da NASA (públicos), traduzir e fingir que falou algo que não está disponível em lugar nenhum. Acontece que…

Continuar lendo “Baby Yoda, dragões e os chatos do Espaço”

A múltiplas cores da Lua

Todos nós sabemos a verdadeira cor da Lua. Ela com seu branco límpido, lisos e perfeitos, cujos raios prateados iluminam nossa existência. Bem, ela não é branca, não tem uma cor límpida, não é lisa, nem perfeita; sequer mencionarei a parte dos raios, já que não somos como os redatores da Bíblia e sabemos que ela não tem luz própria.

Ainda assim é bela. Continuar lendo “A múltiplas cores da Lua”

O que sabemos sobre Enceladus?

Enceladus é o incrível mundo gelado do sistema de Saturno. Seus mistérios ainda estão sendo descobertos aos poucos, mas já sabemos muito sobre ele; mesmo porque, uma mísera informação a mais já é muito mais do que se sabia até então. Sua brilhante superfície reflexiva feita de gelo e metano em forma sólida o faz o astro mais brilhante se só levarmos em conta os corpos sem luz própria.

Continuar lendo “O que sabemos sobre Enceladus?”

Estação Espacial Internacional: Uma ponte para ao Espaço

A Estação Espacial Internacional é uma das maiores conquistas da Humanidade. Volitando ao sabor da gravidade da Terra, a ISS é um exemplo como vários países, técnicos, cientistas e pessoas comuns trabalhando em conjunto podem alcançar maravilhas. É uma fantástica aventura pelo Espaço tendo a Terra embaixo observando-a em todo o seu esplendor.

Continuar lendo “Estação Espacial Internacional: Uma ponte para ao Espaço”

Artigos da semana 35

Está chegando o Halloween e com ele o Dia de Todos os Santos.  Quer dizer, o primeiro já veio e já foi, e o Dia de Todos os Santos é hoje (alguém lhe disse que ia fazer algo no Dia de São Nunca? pois é, é hoje!). Não sei se você ficou com seu cobertor esperando a Grande Abóbora. Se não chegou, calma que ainda temos o Natal por aí e você pode esperar o Bom Velhinho dar um trato no seu sapatinho, e mesmo que ele não venha, tenha certeza que algo nunca falha: os artigos do Ceticismo.net.

Viu o que rolou esta semana? Se não viu, taí a sua chance! Continuar lendo “Artigos da semana 35”

Para o alto e avante, mas sendo observado de longe

Estamos acostumados de vermos foguetes sendo lançados rumo ao Espaço. É uma visão magnífica do engenho humano saindo do nosso berço aqui na Terra e galgando novas fronteiras. Já pensou você bem alto podendo ver o foguete subir, subir, voar assim? Os astronautas da Estação Espacial Internacional veem isso com frequência.

Continuar lendo “Para o alto e avante, mas sendo observado de longe”

Sonda dá um tapão na pedra e pega o pó

A missão Osiris-REx (Origins Spectral Interpretation Resource Identification Security Regolith Explorer) é uma missão do Programa New Frontiers, depois de Juno e New Horizons, todos da NASA, mas com participação de outros países. O lançamento ocorreu no dia 8 de setembro de 2016, consistindo em filmar, fotografar, estudar e coletar amostras do asteroide 101955 Bennu, um asteroide carbonáceo. Mas como seriam coletadas as amostras? Ora, dando um porradão no asteroide, ora! Continuar lendo “Sonda dá um tapão na pedra e pega o pó”

Prefiro o abacaxi

Jornaleirismo de recursos precisa de qualidade (ou algo assim). Sempre tem alguém para encher o saco (normalmente “jornalistas”) para que gastemos nosso rico dinheirinho para assinar jornais. O problema é que o dinheiro que querem se mostra uma péssima escolha. Uma cientista portuguesa percebeu isso quando fizeram ela dizer o que ela não disse. Continuar lendo “Prefiro o abacaxi”

Sonda fofoqueira prestes a visitar pedregulhão espacial

O 101955 Bennu é um asteroide, um pedregulhão com um diâmetro médio de 490 metros e classificado como asteroide carbonáceo por ter grande quantidade de carbono. Não, não tem vida lá e carbono não é raro no Universo. Ele possui a classificação de objeto potencialmente perigoso, já que tem 1 chance em 2.700 de cair aqui na Terra entre 2175 e 2199. Sim, eu sei, parece uma probabilidade pequena, mas em termos de universo é bem alta. Minha sorte que eu já estarei confortavelmente morto por esta época. Vocês que se danem!

Você já pensou em dar um rolé por ele? Seus problemas acabaram!

Continuar lendo “Sonda fofoqueira prestes a visitar pedregulhão espacial”