Cientistas italianos concluem que não sabem como o Sudário de Turim foi feito

Aplicativos sobre Astronomia para tablets e smartphones
Por causa de grupo de Candomblé, bispo do MS cancela missa, mas Jesus te ama

Uma das maiores taras do catolicismo é o Sudário de Turim, que mais parece uma toalha de mesa de gosto duvidoso. Falar nele é o mesmo que mexer em vespeiro ou questionar a… cahan… virgindade da "Dona" Maria. Por causa disso, vivemos tocando no assunto (só no assunto, eu não tenho nenhuma tara na "Dona" Maria). A questão da vez é que o Império do Mal Vaticaniano ficou feliz como pinto no lixo ao saber de uma pesquisa que chegou a nenhuma conclusão a respeito do pano-de-chão-sacro e disseram que a Ciência não podia explicá-lo. E isso foi divulgado antes do Natal. Coincidência?

O Sudário de Turim é muito conhecido não só por religiosos como por céticos em geral (e não pelos mesmos motivos). A saber, já publicamos muitos artigos sobre ele [1] [2] [3] [4]. Favor prestarem atenção ao link de nº 3.

Até agora, não há uma única evidência que prove que o sudário possa ter sido feito antes da Idade Média. Argumentações como a existência de fungos e bactérias teriam atrapalhado as medições radioisotópicas falham no teste do riso. Entretanto, pesquisadores da Agência Nacional de Novas Tecnologias, Energia e Desenvolvimento Econômico Sustentável – ENEA (sim, eu percebi) – publicaram um documento em que sustentam que o sudário não pode ser explicado pela Ciência, e que depois de 5 anos de experimentação, o relatório (que não é um artigo que passou por revisão de pares) fala que os estudos sobre a coloração de tecidos de linho, nos mesmos moldes do pano-santo, por radiação ultravioleta distante acabaram dando em nada. Segundo o texto, "tentamos entender como o Sudário de Turim foi impresso por uma imagem tão especial que constitui o seu encanto, e representa um grande e radical desafio para identificar os processos físicos e químicos capazes de gerar uma cor similar à da imagem no Sudário."

Resumindo: “não sabemos de porra nenhuma ainda, mas o sudário é autêntico. Aleluia!”

O relatório ENEA muito claramente refuta a hipótese de que o Sudário de Turim pode ser obra de algum falsário espertinho da Idade Média. Eles alegam que as medições de Carbono-14 tiveram resultado discutível e até mesmo tendenciosos, alegando aquele velho lenga-lenga de contaminação medieval. Puderam provar isso? Não, claro que não. O documento da ENEA pode ser baixado AQUI, mas não encontrei nada que me tirasse das trevas da ignorância ou que ofuscasse meus olhos com um lampejo de sabedoria ou pesquisa científica. O resumo (devidamente traduzido por mim) diz:

A imagem corporal do Sudário de Turim ainda não foi explicado pela ciência tradicional e as tentativas de obter uma imagem semelhante por métodos químicos falharam até agora. Como consequência, um grande interesse em um possível mecanismo de formação da imagem ainda existe. Nós apresentamos um resumo dos resultados de cinco anos de experimentos irradiação do laser excimer (espectro da luz emitida no ultravioleta ultravioleta e vácuo) de tecidos de linho cru, em busca de uma coloração semelhante à da imagem corporal embutido para o Sudário de Turim. Conseguimos uma coloração muito superficial semelhante ao sudário, de fios de linho em uma estreita faixa de parâmetros de irradiação. Também obtivemos coloração latente que aparece após o envelhecimento artificial ou natural de irradiações de linho seguintes laser que, a princípio não gerava qualquer efeito visível. Mais importante, temos reconhecido distintos processos físicos e foto-químicos que contam para coloração e coloração latente. Estes processos podem ter desempenhado um papel na geração da imagem do corpo no Sudário de Turim.

O que temos aqui é um jogo de palavras. De fato, ninguém conseguiu reproduzir a imagem do sudário, tal como está lá. Em contrapartida, cientistas já fizeram, sim, ensaios reproduzindo impressões em tecidos de linho, sem utilizar laser. Ainda de acordo com o artigo, a "imagem dupla (frente e verso) de um homem açoitado e crucificado, mal se vê no pano de linho do Sudário de Turim, tem muitas características físicas e químicas que são tão singulares que a coloração (…) é impossível de ser obtida em um laboratório". Só que o dr. Luigi Garlaschelli, da Universidade de Pavia, conseguiu reproduzir as imagens impressas no sudário, usando as mesmas técnicas disponíveis na Idade Média. A imagem abaixo fala por si só, onde uma é o sudário original e o outro é a cópia feita por Garlaschelli:

Obviamente, há lacunas. O dr. Paolo di Lazzaro, líder da pesquisa da ENEA, está de certa maneira certo ao afirmar que a ciência não explicou totalmente o sudário, mas isso significa muito pouco. Ainda não se sabe todos os detalhes de como foram construídas as pirâmides, como, quando e por quê construíram o Stonehenge Brasileiro, como Herodes planejou o Herodium, quais eram os segredos dos grandes mestres da Renascença etc. Ainda hoje estamos sem saber como os gregos e romanos construíram máquinas de dar inveja até mesmo nos dias de hoje. Apelar, mesmo que de forma velada, para uma entidade supranatural e afirmar que só um poder, digamos, mágico, seria capaz de produzir o Sudário de Turim, então teremos que aceitar que as gigantescas muralhas de Tróia foram realmente erigidas por Posseidon a mando de Zeus e que as pirâmides maias foram obra de Cuculmatz.

No entanto, os distintos pesquisadores do ENEA concluíram que o tom exato, textura e profundidade das impressões sobre o pano só poderia ser produzida com a ajuda de lasers ultravioleta — tecnologia que foi claramente não disponíveis na época medieval. Mais uma vez, o trabalho de Garlaschelli acaba sendo uma pedra no sapato e fechar os olhos pra isso não o fará desaparecer. Ainda de acordo com o dr. Lazzaro, "nós não estamos na conclusão, estamos compondo peças de um quebra-cabeças fascinante e complexo científico". O problema é a atenção da mídia para isso, e até o Vaticano mostrou-se comovido com esta declaração.

O monsenhor Giuseppe Ghiberti, o presidente da comissão de Turim responsável pela relíquia, disse ao L’Osservatore Romano que as "revelações sobre o sudário facilmente assumem um tom sensacionalista, mas neste caso o trabalho dos cientistas é uma coisa rara que acrescentou seriedade". Em suma, quando cientistas que estudam células-tronco são excomungados, camisinhas não previnem a AIDS entre outras baboseiras, a ICAR mostra como "respeita" cientistas. Quando é algo que traz vantagens a ela, então eles amam pesquisadores de paixão. O próprio Stephen Hawking contou no documentário O Universo de Stephen Hawking, como o Papa João Paulo II praticamente implorou para ele parar de pesquisar a origem do Universo.

Em fato, o Vaticano não tem uma posição consolidada sobre o Sudário Mágico, mas perante as milhares de peregrinações que fiéis do mundo inteiro fazem para ir vê-lo, é extremamente danoso chegar e dizer "bem, pessoal, realmente isso aí não embrulhou Cristo para presente ao Capeta". Por outro lado, as provas contra o pano-de-chão-sacro são muitas e o negócio é fazer-se de surdo e deixar o sudário lá, nas sua caixinha à prova d’água, enchente, terremoto, balas e às garras do Wolverine. Mas dizer que a besteirada "não sabemos como isso aí foi feito, então é obra de Deus" é o pior e mais desonesto dos argumentos. E disso, a ICAR sabe usar como ninguém ao longos desses séculos de doutrinação.


Fonte: The Telegraph

Aplicativos sobre Astronomia para tablets e smartphones
Por causa de grupo de Candomblé, bispo do MS cancela missa, mas Jesus te ama

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!

  • ANUBIS1313

    O Vaticano é um lugar manchado de pederastia, pedofilia, prostituição, fraudes, roubos etc tal… quem quiser se aprimorar, leia o livro : OS CRIMES DOS PAPAS . Então terá uma pequena fatia de conhecimento do que realmente rolou e rola por lá ! Ah… tem um outro livro… esse retirado de circulação pela santa igreja, mas que ainda encontramos em sebos… EM NOME DE DEUS … fala sobre o assassinato de João Paulo I , o papa que ficou só 33 dias no papado… ele queria mudanças radicais, então o que fizeram??? Mandaram o cara pra valeta !!!

    Administrador André respondeu:

    E o que isso tem a ver com a droga do assunto?

    lexcamel respondeu:

    @André,

    :mrgreen:

    Ele ligou o engodo do SantoTrapo as falcatruas da s-Anta Igreja, ou seja, dos chaostólicos pode-se esperar tudo, menos a verdade.

  • Rafael-PE

    concluem que não sabe como foi feito???e ai?desistiram?
    não sabe como,mas sabem em que época foi feito…isso é o q importa!! 😉

  • Altair5

    Para mim o trabalho do Dr.Garlaschelli está de bom tamanho,procurar uma explicação total pode simplesmente ser impossível atualmente…

  • ANUBIS1313

    Quanto a sua indagação, André…
    Foi apenas uma informação pertinente que quis deixar em relação ao Vaticano, haja vista, o Sudário de Turim ser a maior “relíquia” que eles dizem ter.

    Administrador André respondeu:

    O vaticano nunca disse que aquilo é realmente o sudário que envolveu Jesus.

  • Thiago

    André

    Puxa… olhando o trabalho do dr. Luigi Garlaschelli, parece um reprodução fiel do sudário.

    O que os cientistas alegam para que o trabalho de Garlaschelli seja tão distante do sudário, a ponto de dizer que ele não as possui propriedades do desenho do corpo no tecido?

  • rogerio.reis77

    “… Em fato, o Vaticano não tem uma posição consolidada sobre o Sudário Mágico, mas perante as milhares de peregrinações que fiéis do mundo inteiro fazem para ir vê-lo, é extremamente danoso chegar e dizer “bem, pessoal, realmente isso aí não embrulhou Cristo para presente ao Capeta”. ”

    Minha irmã por exemplo é catequista, e acredita que o sudário é mesmo o que parece ser. Claro que por causa da omissão da ICAR em definir uma posição quanto a ele. Melhor deixar assim, deixe que os fiéis se explodam na fé e a gente fica de boa, se um dia a corda arrebentar dizemos algo como:
    “Nunca falamos que aquilo era o pano que cobriu Jesus”.

    Patético. ..

    Administrador André respondeu:

    Patético, mas muito inteligente de se fazer.

  • drumyoshiki

    “então teremos que aceitar que as gigantescas muralhas de Tróia foram realmente erigidas por Posseidon a mando de Zeus e que as pirâmides maias foram obra de Cuculmatz.”

    Ahh, mas um cristão de verdade não vai cair nessa ladainha! Pois obras monumentais como essas não são únicas entre as milhares de obras realizadas puramente para estribar os homens em seu próprio entendimento, você não sabia?

    “Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal.”

    Belzebub é muito poderoso!! Ele comanda ixpiritus tambem, principalmente para incentivar cientistas a comprovar a evolução, assim como influencia aqueles geólogos desgraçados que insistem em coletar provas sobre o planeta Terra com mais de 4 bilhões de anos… G-Ová só deixa ele governar pra testar suas crias com seu amor incondicional…

    Falando em espíritos, eu acho engraçado a minha cunhada, que quando ganha um presente de alguem que não é da congregação dela (ou seja, não é de confiança), ela joga fora o presente temendo o perigo do objeto possuir espíritos impregnados! Detalhe: Não vale dar o presente para outra pessoa, o objeto deve ser destruído! (ou então ela seria uma má pessoa passando a “batata-quente” para o próximo)