Tumba em Jerusalém é mais uma prova que o Sudário de Turim é uma fraude

Arqueólogos afirmam ter descoberto as primeiras peças conhecidas de um sudário da época em que Jesus teria, supostamente, vivido em Jerusalém, e – SURPRESA! – o achado é mais uma pá de cal no mito do pano-de-chão santo.

Os pesquisadores acreditam que os fragmentos de tecido, o primeiro de seu tipo a ser descoberto em Jerusalém, são de uma textura diferente às do Sudário de Turim, aclamado por muitos como pano que, supostamente, envolveu Jesus. Testes de radiocarbono executados nos artefatos encontrados na caverna, na Cidade Velha de Jerusalém, revelaram quase sem margem para dúvidas de que era da mesma época da morte de Jesus, segundo o mito cristão.

Segundo o The Telegraph, os fragmentos encontrados foram feitos com uma trama dupla (foto que abre o artigo). O Sudário de Turim foi feito com a trama tecida em diagonal. Isso significa dizer que é muito estranho num mesmo local ter tecidos feitos com técnicas completamente diferentes.

O professor Shimon Gibson, arqueólogo que descobriu a tumba, disse que os escritos antigos e mortalhas contemporânea de outras áreas tinham sugerido esta técnica, e agora os cientistas dispõe de uma evidência física.

No mês passado, um investigador dos Arquivos Secretos Vaticano disse que tinha encontrado as palavras “Jesus Nazareno” sobre o Sudário, e que isso “provaria” que era o pano de linho que foi envolvida em torno do corpo de Cristo. As palavras foram escritas em grego, latim e aramaico, e eu não sei como ou porque judeus praticamente analfabetos escreveriam em 3 idiomas. Mesmo porque, o missionarismo entre os gentios começou com Saulo de Tarso, uma grande briga com Simão, o Pedro. Tá faltando coerência aí. Quem escreveu as palavras?

A análise feita pela drª Barbara Frail, feita em computador, das fotografias do Sudário revelou letras esmaecidas. E o que isso prova? Nada! Aliás, como alguém pôde ter a cara-de-pau de afirmar que as palavras estavam lá escritas, examinando apenas fotos? Ah, bem… Fotos sempre falam a verdade.

O sudário recém encontrado em torno dos restos de um homem em uma câmara selada de uma caverna enterro no Vale do Hinom com vista sobre a Cidade Velha de Jerusalém, mostra que há uma séria discordância nas técnicas de tecelagem. Deve-se levar em conta que não havia múltiplas técnicas, pois o artesanato era algo basicamente de reduto familiar, ou seja, não eram muito que teciam e nem havia teares automáticos. Sendo assim, o Sudário, que já não devia ser levado a sério, sofre mais um golpe em sua pseudoautenticidade.

5 comentários em “Tumba em Jerusalém é mais uma prova que o Sudário de Turim é uma fraude

  1. mas a datação radiométrica (que é mais precisa do que exame de DNA) já não atestava que esse pano velho é do seculo XIV?

    por que a igreja não joga essa mortalha fora, e assume para seus fiéis que Cristo é uma fábula? e eles não possuem prova nenhuma?

    Sério, o tecido foi um presente dos Romanos, ou uma outra civilização próxima qualquer, que possuíam técnicas de tecelagem diferentes e até bordados em ponto e cruz, eles até escreveram jesus nazareno em três idiomas.

    1. @iker.s.delgado,

      por que a igreja não joga essa mortalha fora, e assume para seus fiéis que Cristo é uma fábula? e eles não possuem prova nenhuma?

      O mau caratismo e alienação crental está acima de qualquer evidência

  2. Mestre Jedi André, uma pergunta off-topic.
    Voce diz em um dos comentários no site que a Bíblia diz que todos os espíritos foram aprisionados e por isso não deveriam haver espíritos zanzando por aí.
    Voce poderia indicar para o preguiçoso de plantão aqui em que parte da Bíblia isso está?
    Feliz dia de Mitra! :wink:

  3. André:

    Estou precisando saber se existe na Bíblia algum preconceito contra negros.

    Se tiver fácil, me diga onde por favor (Versículo, etc)

    Obrigado

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s