Feliz Natal!

O NORAD é um importantíssimo centro de defesa estratégica aero-espacial mantido pelos EUA e o Canadá. Sua sigla significa North American Aerospace Defense Command. Ele foi criado com a sigla CONAD (Continental Air Defense Command) e sua missão era estar a postos para impedir um ataque aéreo por parte da extinta União Soviética; hoje, eles cuidam para que nenhum ataque hostil à América do Norte (o México não conta, como sempre). Sua base, na montanha Cheyenne, fica de guarda 24 horas por dia, 7 dias por semana e qualquer ameaça vinda do céu ou do Espaço diz respeito a eles (mas só à América do Norte, os “favelados” que se virem).

O SAC (Comando Aéreo Estratégico), responsável por entrar em ação e limpar a sujeira recebe ordens direto do NORAD. E daí? Daí que aconteceu um clima de tensão durante a época de Natal, no longínquo ano de 1955, onde o Comandante-em-Chefe (ou CIC, como costumam chamar), coronel Harry Shoup, viu seu pior pesadelo surgir sob a forma de um toque de telefone: era o telefone vermelho! Somente o presidente Dwight Eisenhower sabia o número, e se o Presidente estava ligando, a merda tava feita e era bom preparar os Minutemans para esquentar. Só que era uma garotinha.

Por causa de um erro de impressão, um jornal colocou por engano o número do NORAD ao invés do número que seria para uma promoção patrocinada pela cadeia de lojas Sears. O Comandante conversou com ela e com a mãe, respirou aliviado e entrou na brincadeira. Ordenou que os milhões de dólares em equipamentos de altíssima tecnologia rastreassem… Papai Noel! Ainda hoje, os militares do NORAD possuem a tradição de rastrear, detectar e escoltar o Bom Velhinho para que ele possa fazer suas entregas a tempo. Uma doce demonstração que mesmo os mais duros soldados – em postos de extrema tensão, prontos para entrar em atividade em questão de segundos – possuem sensibilidade. Anos de treinamento e alta tecnologia usados para colorir um pouco o mundo, para que – nem que seja por uma noite – possamos achar que o mundo é belo.

Não importa quem nasceu na época de Natal, se é que nasceu. O que conta nesta época é a confraternização e o companheirismo. Uma época onde podemos demonstrar afetividade, chorarmos e nos emocionarmos sem que algum idiota chame isso de viadagem.

Eu sempre gostei do Natal. Não por causa de religiões, mas por ser uma data única, onde (infelizmente) as pessoas demonstram mais ser humanas. Digo “infelizmente”, pois isso deveria ser o ano todo. No entanto, já que estamos em situações assim, devemos aproveitar.

Natal não é época de encher o rabo de peru (ops) e ganhar presente. O melhor presente está no sentimento que vai junto com o embrulho e não o que está dentro do embrulho. Se você não conseguir entender isso, bata com a cabeça na parede uma vez e leia de novo. Se ainda não entender, repita o procedimento até entender.

Pessoas acham que não devemos acreditar, nem estimular crianças com mitos como o de Papai Noel. Falam isso por pura ignorância sobre o que são e para que servem os mitos. Mitos não são para as pessoas acreditarem firmemente que aquilo seja verdade. O nome disso é “religião”. Mitos servem para integrar, para fazer as pessoas se enquadrarem em seu meio social e comungar, não com entidades mágicas, mas com o sentimento de sua sociedade, preservando sua cultura e transmitindo valores. Não compreendeu? Por favor, faça o procedimento descrito acima para compreender.

Se me perguntarem se eu acredito em Papai Noel, eu respondo: Sim, ele existe. Ele não me pede para eu o seguir, não pede um prato de barro com galinha morta (mas se eu quiser oferecer uma bandejinha com doces, ele aceitará como um bom convidado), não pede preces nem oferendas nem restrições na minha dieta nem que eu corte fora um pedaço de minha anatomia. Ele só pede que sejamos bons. Simples assim.

Uma cartinha é sempre bem-vinda, pois ele gosta de receber cartas. Não tem tempo de responder a todas, mas ele sabe se você foi bem no colégio ou se meteu a porrada em seu amiguinho. Ele não julga, apenas premia quem fez por merecer. Quem não andou na linha, segundo um antigo mito, receberá a visita de Krampus para uma conversinha, mas hoje nem isso mais tem; já que para criancinhas assim, o fato de não ganhar presente já é mais que um castigo doloroso. Não há inferno, chacras, círculos cármicos, céu/inferno nem religião nem nada. John Lennon entendeu isso.

Eu acredito, sim, que existe papai Noel. Não apenas um velhinho bonachão, mas um jovem magrinho, um chinês, um idoso do Quênia, uma jovem no Haiti, uma senhora árabe, um homem de meia-idade em Nova Dehli ou qualquer outra das quase 7 bilhões de pessoas espalhadas pelo mundo. Pessoas que possuem a capacidade de fazer outras pessoas felizes com gestos simples. Só basta querer.

Eu não peço muito. Acho que já ganhei muita coisa ao longo da vida. O que peço ao senhor, Papai Noel, é que todos possam se entender pelo resto do mundo. Sem brigas, disputas, violência, morte, assaltos, desentendimentos, ofensas, guerras, separatismos, dissenções etc. Pessoas decentes não acham simplesmente que deve-se haver dissensões só para se mostrarem mais fodões que as outras… Ops, desculpe o palavreado, Papai Noel.

Eu gostaria que o sonho de Martin Luther King se realizasse. Eu gostaria que as pessoas simplesmente parassem de agir com egoísmo de achar qu só o que elas acreditam é a verdade absoluta e quem as contestar deverá ser morto ou alvo de ataques, xingamentos ou violência física. Que pessoas diferentes não sejam caçadas,só porque são diferentes, sendo mortas e servidas como algum petisco para alguma criatura qualquer.

Eu acredito no senhor,Papai Noel, pois sei que eu sou o senhor, assim como todos nós podemos sê-lo, basta querermos fazer algo de bom grado. Se os sisudos miliares do NORAD podem entrar na brincadeira, mostrando pro mundo que pode haver momentos felizes, mesmo enquanto se trabalha duro, nós podemos. Se podemos ver no site do NORAD, a busca pelo senhor, enviando milhões de dólares em tecnologia mortífera – sob o formato de aviões de caça – só para escoltá-lo, então podemos confiar que o mundo tem jeito.

Podemos ser o senhor, Papai Noel, basta que nós tenhamos um pouco de humildade e respeito pelo próximo. Pessoas que participam do projeto Papai Noel dos Correios sabem o quanto é fácil. Talvez o senhor não saiba, já que mora um tanto longe, mas o projeto é totalmente voluntariado, pois nem o poder público, nem religião de espécie alguma, está envolvido. Mesmo porque, ninguém ganha dinheiro com aquilo e pros dois grupos supracitados não se interessam em ajudar algo sem que tirem nosso suado dinheiro que ganhamos durante o ano. A facilidade, Noelzão (desculpe a intimidade, sim?), é que um voluntário pode ir numa central, que pode ser vista no próprio site dos Correios, ler e responder cartinhas de crianças que escrevem para o senhor. Elas acreditam no senhor. Aqueles que podem, visto a necessidade e carência da criança, pode adotar a carta e contribuir para um Natal mais feliz.

Então, Papai Noel, este é meu pedido. Não fui um bom menino, mas também não peço nada pra mim. Se Krampus vier aqui, eu o convido para uma cervejinha. O que peço é em nome de todo o pessoal do Ceticismo.net, entre administradores, redatores, contribuintes, comentaristas ou mesmo aquele que simplesmente lê nossos artigos (nem que seja pra nos xingar depois, mas perdoamos). Desejamos que todas as pessoas que vêm aqui, no Answers in Genesis, na Montfort, no Blog do Lucho, Ateus.net, Ateus do Brasil, Ceticismo Aberto, Consciência Efervescente e até mesmo no ridiculamente imbecil queridíssimo site da (i)Lógica do Sabino (pra ele, o Papai Noel vai levar uma Barbie Bailarina com sotaque lusitano) – entre tantos blogs e sites de amigos (ou nem tanto), que infelizmente não dá pra relacionar todos – que tenham um Feliz Natal, mas recomendando que tomem cuidado com o peru e lembrem-se que nada de bêbado tem dono. ;)

FELIZ NATAL!
Feliz Dia de Mitra!
Feliz Solstício!
Feliz Dia de Abraçar a Vizinha do 702!

30 comentários em “Feliz Natal!

  1. Dessa vez André tá contente. No ano passado o post mais próximo do Natal tinha sido falando que o Natal era o dia mais hipócrita do ano.

    Ademais, valeu pela divulgação do humilde CE =) E feliz dia de Mitra procê =)

    []s

  2. ho ho ho….Feliz Natal André e a todos aqui do Cet.net. Como bom vegano não terei muito o que comer, mas se me permite vou aceitar a dica e ficar com a vizinha do 702. Abraços!! :lol:

      1. @André, HUahauhauhauAHuahUAhauha…nem precisa, se fosse meu natal seria muito melhor que a última tentação de Cristo. Pelo menos deu pra rir um pouco com o tombo do Chico Bento XVI, uma pena terem prendido aquela destemida católica. Mas valeu, a gente perde a missa mas não perde a piada. :lol:

  3. Feliz Natal André!

    Palavras sábias!

    Parabéns pela dedicação ao site, por trazer informações valiosas para seus companheiros terráqueos. É uma honra e uma diversão acompanhar o trabalho de vocês. Um grande abraço! E viva o bom velhinho!

  4. A gente sabe que fundamentalistas que repudiam a ciência estão dominando o planeta quando soltam mais fogos à 1 da madrugada, o horário real que Jesus nasceu, e não essa coisa de “horário de verão”… :roll:

    Feliz Newtal! Ainda não vi nenhum cético/ateu desejando isso este ano…

  5. Feliz Natal pra toda galera do ceticismo.net, principalmente pro mestre André.
    E que em 2010 tenha o triplo de descobertas cientificas que esse ano.
    Que em 2010 tenha menos hipocrisia que esse natal (mesmo que a diferença seja de 0,01%).
    Que em 2010 eu compre meu tão desejado i7.
    Que em 2010 eu consiga escrever algum artigo.
    E que em 2010 nenhum moleque fdp jogue rojão em cima da minha laje. Pelo contrário, papai noel terá menos um pra atender.

    E espero que em 2010 o blog meu e dos meus amigos esteja na lista dos artigos de natal do André.

    E só isso que eu quero.

    Feliz ano novo pra todos também.

      1. @Abbadon,
        I can’t believe this!! Eu esqueci de salientar o mestre abbadon? Oh não, não, não nãoooo!

        Isso me leva a acreditar que o André manipulou minha mensagem e removeu o seu nome.

        Mas ainda tenho tempo de me redimir e desejar um feliz dia pagão, e um feliz novo ano ao mestre Abbadon, e à desaparecida mas ainda importante, Fátima.

        E agora, após uma discursão com dois amigos idiotas, desejo que em 2010 tenha menos pessoas dizendo que “quem cura as pessoas são os médicos, e não a medicina.

        Feliz 2010!!!

  6. Pra mim, continua sendo o Natal do meu saco.

    A data só serve pra lembrar o quanto as pessoas são hipócritas, onde 364 dias elas se ofendem e se odeiam, e é só ver o urso da coca-cola na TV pra começar a se abraçarem.

    Eu sou partidário do : 25 de dezembro, mostre o quanto você odeia seu vizinho! Pelo menos vai ser verdadeiro, e original.

  7. Feliz Natal a todos… embora atrasado :oops:

    Sábias palavras André. Mas de certa forma …concordo com o Spy: o natal é o dia mais hipócrita do ano. Durante os 364 dias do ano, as pessoas se ofendem, se odeiam, e cagam e andam uma para outras. Mas por pelo menos um dia, há um sentimento de fraternidade ao próximo (embora sem totalidade e de maneira seletiva).

    Uma pena que seja uma fraternidade (parcial e falsa ?)que não brote de forma altruísta, mas sim em torno de um mito religioso, que faz ameaças de danações eternas aos quatro cantos. Mas pelo menos , HÁ um dia onde as pessoas colocam as mãos na cabeça e param para refletirem um pouco, num mundo tão individualista e totalitário, sem amor ao próximo.

    Embora eu seja ateu, a única coisa que eu talvez tenha fé, é de que a humanidade mude. Pois fé é nescessaria na ausência de evidências, e até mesmo em evidências contrárias a uma determinada coisa, e temos isso anunciado diaramente. Mas como dizia Lennon : basta imaginarmos, se pudermos.

    Enfim…que espantemos a negativadade e deixemos ela um pouco de lado.

    Finalizando ..um feliz de Mitra a todos. Desde ao Abbadon, André, Fátima, Joseph K e Leacy, aos frequentadores desse excelente blog.

    Que o ano de 2010 seja melhor do que este que está terminando, e que reserve mta paz e boas surpresas a todos !

    Um grande abraço !

  8. Nossa, André, eu pensava que você era cético porque era carrasco, cheio de rancor e revoltas, mas você tem sensibilidade e é amoroso (wow :shock:) , mais do que muitos religiosos juntos. Oh! Juro que quase chorei de amoção! Olha, parabéns! Eu acho todas as religiões (as que eu conheço), antiquadas para mim, mas se você tivesse uma, já teria um fiel ;)

  9. acho que disconcordo !
    achei meio tendecioso, alias incentivar criancinhas a acreditarem no bom velhinho e fazer acreditar em jesus curandeiro é meio semelhante.
    não tenho filho ainda mas quanto tiver vou dizer q

    1. Vc não acha meio falta do que fazer comentar um artigo do ano passado? E, cá pra nós, eu nunca vi ninguém dizendo que se vc não acreditar em Papai Noel vc vai pro inferno nem que algum escrito o manda odiar os pais.

      E “disconcordo” é a….

      1. Vc não acha meio falta do que fazer comentar um artigo do ano passado?

        e responder? :shock:
        se vc escreve “criaburricionista, hipermegafucker” e afins, qual o problema com o “disconcordo”? :grin:
        mas se tu acredita numa coisa idiota ,depois de uma certa idade claro, fica mais facil de acreditar em outras coisas idiotas, é só isso q eu acho meio besta…
        paz (banderinha branca!) ??

        1. e responder?

          Prazer, André. Dono do site. Alguma pergunta?

          se vc escreve “criaburricionista, hipermegafucker” e afins, qual o problema com o “disconcordo”?

          Eu posso, filho. Vc só tem comentário aproado por causa da minha imensa benevolência.

          mas se tu acredita numa coisa idiota ,depois de uma certa idade claro, fica mais facil de acreditar em outras coisas idiotas, é só isso q eu acho meio besta…

          Indo de forma bem doce e delicada…

          NÃO, ANIMAL. Eu não disse que acreditava em papai Noel. Eu reconheci Papai Noel como um MITO. M-I-T-O. Vc sabe para que serve um mito? Então, vá estudar antes de falar besteiras.

          Comece com: “Breve História do Mito”, de Karen Armstrong. Depois, “O Poder do Mito” e “Heroi de Mil Faces”, de Joseph Campbell. daí vc entenderá o que são mitos e qual a sua finalidade.

          1. NÃO, ANIMAL. Eu não disse que acreditava em papai Noel.

            Não disse que VOCÊ acredita em papai Noel, carinha, nem em qualquer outra coisa, mesmo por que fica bem clara a sua opinião sobre essas coisas lendo uma ou duas de suas matéria, alias eu li varias (geralmente são boas)e sim eu sei o que é e qual a importância de um mito.
            Mas acho que ou você é péssimo em interpretação de texto, ou propositalmente usa trechos de comentários, que são apenas COMENTÁRIOS e NÃO criticas, para atacar, criticar, depreciar, o argumentador, de modo a evidenciar cada vez mais toda a sua soberania , erudição e habilidade com as palavras diante de nós pobres mortais(pelo menos acho q é isso o que passa na sua cabeça).
            Bem cada um lida com seus probleminhas da forma que pode né!?

          2. Olha, acho que vc tem razão, desculpe. Por exemplo, estou lendo aqui vc pedindo pelamordedeus pra não postar mais aqui. Sei lá,e estou em crise, mas as Vozes ordenam que eu atenda este seu pedido. Vai pela sombra.

            Humpf. O que seria da minha vida sem os trolls? (algo muito melhor)

  10. apertei um botão sem querer antes de terminar o que estava dizendo ,e foi a merda pela metade! que saco isso…De qualquer forma meu comentario tambem seria tendencioso , uma vez que nunca fui com a cara do velhinho garoto propaganda da coca. um botão pra quem envia o racado, poder apagalo, ajudaria né :???:
    mas acho que não vão fazer isso por pura maldade :evil:
    abraço!!

    1. um botão pra quem envia o racado, poder apagalo, ajudaria né

      Sim. Ajudaria um monte de babaca a falar um monte de merda e depois apagar, deixando as respostas no vácuo. Sugiro escrever primeiro num bloco de notas, revise em seguida, para depois colocar no campo de comentários. Sim, eu sei que dá trabalho para mentes preguiçosas.

      1. @André, eu posso formatar o texto no bloco de notas e colá-lo aqui mantendo a formatação? Direto quero colocar negrito, itálico ou até resumir links, mas não vi como fazê-lo no campo de resposta.

        1. Vc pode fazer diretamente aqui. Aceita-se código HTML (mas imagens e embed do VocêTubo, só os potentados podem fazer), mas não se vc o fizer tipo Uôrdi. Eu prefiro sempre escrever num bloco de notas antes e colar nos campos de comentários. Para responder a vocês, eu faço direto no sistema de gerenciamento de comentários, mesmo.

          Estou pensando em colocar um plugin com barra de formatação, mas qto menos plugins, menores os problemas (não só de carregamento da página, como zueiras de trolls). Vou ver com a divisão tecno-nerd o que podemos fazer.

    1. Se o site não lhe serve, não precisa voltar. Se meu estilo é ácido, frequente sites de freiras carmelitas descalças. Aqui não é para pessoas com QI de dois dígitos.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s