O mais velho entre os mais velhos neandertais

Fotossíntese é mais antiga do que se imaginava
Um coração biônico pra já, mas não agora!

Sima de los Huesos é um lugar e tanto. O Poço dos Ossos fica na Cueva Mayor (Caverna Maior) que fica na Serra de Atapuerca, que é uma cadeia montanhosa localizada ao norte de Ibeas de Juarros, na província de Burgos, entre Castela e Leão, e tudo isso fica na Espanha. Este “poço” tem 13 metros de profundidade sendo a parte mais profunda da Cueva Mayor. O que tem de especial naquele lugar chama-se “História”. Ou “Pré-História”, mesmo, mas não sejamos tão detalhistas. Já falamos de achados em Sima de los Huesos AQUI e AQUI.

Mais de 5 mil fósseis de cerca de 30 indivíduos da espécie Homo heidelbergensis (considerada ancestral dos neandertais), com idades muito variadas e de ambos os sexos. Estes restos representam mais de 90% dos fósseis humanos recuperados, com datação do Pleistoceno Médio, de todo o mundo. Sempre se discutiu se ali era a origem dos neandertais, só que agora temos novas evidências que sustentam que, sim, ali é realmente o berço da espécie que conviveu com humanos, e acabou sendo limado de uma vez por todas.

O dr. Matthias Meyer é pesquisador do Instituto de Antropologia Evolucionária do Instituto Max Planck. Ele praticamente estuda como algo virou você aí sentado. Não que isso tenha significado alguma melhoria. Evolução não significa melhoria, apesar que algumas pessoas ainda se acharem melhor que um Neandertal. Não é que sejam melhores, é que não descendemos de neandertais, apesar de alguns idiotas fazerem o máximo para provar tal sandice, agindo como um troglodita.

Meyer e seus vassalos estão há muito tempo trabalhando nas ossadas de Sima de los Huesos, e cada descoberta é uma linha a mais na imensa biografia da espécie humana. Como não basta ter ossos se não mandar examinar o DNA, os pesquisadores se debruçaram sobre o problema.

Se você aprendeu algo com Jurassic Park, sabe que o DNA não fica perfeitinho ao longo dos anos, décadas, séculos, milênios etc. Ele vai se deteriorando. O que você aprendeu ERRADO com Jurassic Park é que basta colocar uns trechos de sequência de outros animais e tá sussa. Não é assim que funciona, mas se você é daqueles que preferiu ver Jurassic Park ao invés de ler livros especializados, então, tem mais que passar vergonha quando as pessoas começarem a lhe corrigir (ou rir logo da sua cara de mané).

Recentes trabalhos no sequenciamento de DNA de dois espécimes mostrou que os dois sujeitos eram neandertais. Isso indica que a divergência população entre Denisovanos e Neandertais já havia ocorrido antes dos 430.000 anos propostos, quando os hominídeos Sima de los Huesos estavam vivinhos da Silva. A ideia, agora, é que a divergência tenha acontecido bem mais cedo, entre cerca de 550 a 750 mil anos.

A pesquisa foi publicada na Nature, e você deve estar se perguntando para que saber dessas coisas.

Bem, para nada ou muita coisa, depende de você. Para entender melhor o que quero dizer, veja o vídeo sobre Ciência Pura e Aplicada.

Fotossíntese é mais antiga do que se imaginava
Um coração biônico pra já, mas não agora!

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!