Pesquisa visa entender porque negros são mais suscetíveis ao câncer de próstata

Muito por causa da frescura de um monte de homens idiotas, o câncer de próstata é o tipo de câncer que apresenta a maior incidência entre homens de 18 anos ou mais que descobriram a doença no primeiro diagnóstico. Quanto? 36%. Altíssimo. E não, não é coisa de velho. Releia: 18 anos ou mais! Esse número sobe para assustadores 65% de ocorrência de câncer de próstata em homens acima de 60 anos. Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2015, 14.484 homens morreram em decorrência da doença no Brasil. Dados estatísticos em vários países concordam em um ponto: negros são os mais propensos a sofrerem de câncer de próstata do que brancos. Quando levamos em conta o Brasil, com sua população altamente miscigenada, chegamos em mais de um terço dos homens propensos a ter câncer de próstata, sendo que o miserável deveria parar com a frescura reinante na população e ir no médico quando percebe que tem algo errado. E eu nem estou falando de urologistas. O brasileiro médio prefere pegar receitinha com o vizinho do que ir a médico, e quando se fala em exames de próstata, o desgraçado acha que todos os urologistas são tarados, doidos para dar uma dedada nele, como se não existisse ao menos o sigilo médico-paciente.

Enquanto no Brasil se faz campanha para os retardados imundos lavarem o pênis (sério. O nome de várias campanhas é Lave o Pinto) e tem um saco peludo como mascote (não, de novo, eu não estou brincando), o Instituto Nacional de Saúde dos EUA e a Fundação do Câncer de Próstata (também de lá) estabeleceram o maior esforço coordenado de pesquisa para estudar fatores biológicos e não biológicos associados ao câncer de próstata agressivo em homens afro-americanos.

Continuar lendo “Pesquisa visa entender porque negros são mais suscetíveis ao câncer de próstata”

Hormônios não fazem diferença na hora de mulheres escolherem suas metades da laranja

O que leva as mulheres a se sentirem atraídas por homens (ok, algumas sabemos o motivo, mas estas não são maioria… eu acho)? Alguns têm argumentado que isso varia de acordo com os hormônios. Quando dá aquela tempestade hormonal gostosa durante os ciclos, elas poderiam escolher entre o cara mais parecido com Wolverine ou o Thor, estilos mais malvadões ou algo como Capitão América. (não, você não. Elas ficam com você por pena, mesmo). A verdade é que, de acordo com pesquisa recente, hormônios não têm nada a ver com isso.

Mas elas ainda poderão (ou não) ficar com você por pena.

Continuar lendo “Hormônios não fazem diferença na hora de mulheres escolherem suas metades da laranja”

Sobrancelha grande põe medo, mas bom mesmo é poder movê-la

Crânios de hominídeos fossilizados sempre chamam a atenção pela protuberância na região das sobrancelhas. Aquela marquise imensa até poderia ser rótulo de hominídeo pouco evoluído, mas elas eram mais que um crachá de Homo toscos. Especula-se que aquilo era sinal de domínio, pois quem tivesse maior protuberância, era o rei da bagaça. Aí as testonas passaram a ser mais achatadas, e as sobrancelhas acabaram se tornando móveis. Uma pesquisa aponta que estas sobrancelhas moveis fizeram uma grande diferença, e podem ter sido uma forma para expressar uma ampla gama de emoções sutis, desempenhando um papel crucial na sobrevivência humana.

Continuar lendo “Sobrancelha grande põe medo, mas bom mesmo é poder movê-la”

Quais as diferenças entre pés de humanos e de macacos

Ser humano não é fácil! E já não era fácil antes de nos tornarmos humanos. Nossos antepassados passaram por uma longa viagem evolutiva, e a cada dia descobrimos mais alguns passos dessa viagem. Aliás, falando em passos, uma coisa que sempre interessou pesquisadores foi a origem de um de nossos membros mais importantes. Quer dizer, só a extremidade desse membro: os pés.

Uma pesquisa estuda a evolução da caminhada humana através de nossos primos mais próximos, os chimpanzés; e mesmo assim, nossos pés são os mais distintos de todos os primatas.

Continuar lendo “Quais as diferenças entre pés de humanos e de macacos”

Homens e mulheres enxergam de forma diferente

Homens e mulheres veem o mundo diferente, veem cores diferentes (elas insistem em aberrações tipo “rosa bebê”, “azul calcinha” e “fúcsia”). Mais do que isso, homens e mulheres processam informação visual realmente de forma diferente, isto é, se ambos virem um rosto, por exemplo, eles absorvem e processam as informações captadas, sugerindo que, sim, Tumblr que se dane, gêneros diferentes enxergam diferente, e não será seus chiliques que mudaram a biologia.

Continuar lendo “Homens e mulheres enxergam de forma diferente”

O mais velho entre os mais velhos neandertais

Sima de los Huesos é um lugar e tanto. O Poço dos Ossos fica na Cueva Mayor (Caverna Maior) que fica na Serra de Atapuerca, que é uma cadeia montanhosa localizada ao norte de Ibeas de Juarros, na província de Burgos, entre Castela e Leão, e tudo isso fica na Espanha. Este “poço” tem 13 metros de profundidade sendo a parte mais profunda da Cueva Mayor. O que tem de especial naquele lugar chama-se “História”. Ou “Pré-História”, mesmo, mas não sejamos tão detalhistas. Já falamos de achados em Sima de los Huesos AQUI e AQUI.

Mais de 5 mil fósseis de cerca de 30 indivíduos da espécie Homo heidelbergensis (considerada ancestral dos neandertais), com idades muito variadas e de ambos os sexos. Estes restos representam mais de 90% dos fósseis humanos recuperados, com datação do Pleistoceno Médio, de todo o mundo. Sempre se discutiu se ali era a origem dos neandertais, só que agora temos novas evidências que sustentam que, sim, ali é realmente o berço da espécie que conviveu com humanos, e acabou sendo limado de uma vez por todas.

Continuar lendo “O mais velho entre os mais velhos neandertais”

Coloquem mais água no feijão! Mais um primo distante foi encontrado

É comum as histórias em que o herói busca as suas origens, seu ponto de partida. Isso se reflete em como nós encaramos a própria existência e nossa curiosidade sobre quem estava aqui antes de nós, antes do ser humano ser efetivamente humano. Já coletamos muitas informações e temos ampliado e muito nossa árvore genealógica.

Mas estamos falando de Ciência, onde nunca ha respostas definitivas, pois nunca temos informações definitivas, e mais dados aparecem, como é o caso de duas mandíbulas encontradas, que mostra que nossa busca está longe de ser terminada.

Continuar lendo “Coloquem mais água no feijão! Mais um primo distante foi encontrado”

Sobre a sexualidade de Deus

O bom, justo e misericordioso deus Jeová tem muitas peculiaridades. Entretanto, em nenhum momento é explicado na Bíblia se Ele é Ela ou se Ela é Ele. Nisso, o Cardoso me vem com uma notícia sobre um padre que morreu por 48 minutos e, quando voltou, disse que Deus, o Senhor dos Exércitos, cuja mão destrói universos, é uma mulher, na verdade. Isso me fez pensar muito para poder escrever este artigo aqui (uns 2 minutos, mas como estamos fora do horário de verão, considerarei uma hora e dois minutos).

Afinal, examinando a Bíblia, o que podemos dizer sobre Deus? Ele é homem macho marmanjo do sexo masculino ou mulher fêmea mocinha do sexo feminino? Qual é a de Deus, hein?

Continuar lendo “Sobre a sexualidade de Deus”

Encontradas pegadas de humanos (que não eram humanos) com 800 mil anos

Eu pensei em começar este artigo com alguma piadinha tipo "Yo momma…", mas não seria possível, pois yo momma não podia estar perambulando por aí, pois ela é tão gorda que acarretou a quebra de Pangea.

Pesquisadores ingleses encontraram vestígios de nossos parentes afastados em rochas em uma praia em Happisburgh, sudeste da Inglaterra.

Continuar lendo “Encontradas pegadas de humanos (que não eram humanos) com 800 mil anos”

Instagram pré-histórico registra erupção vulcânica

O Homem sempre gostou de fofocar registrar tudo à sua volta. Usa-se Facebook, Twitter, Instagram e Forsquare para compartilhar coisas que acontecem em suas vidas, mesmo que você não esteja interessado nela. Antigamente (e põe antigamente nisso), o Homem registrava através de murais, com as famosas pinturas rupestres. Eram registros do seus dias, o cotidiano de caça, coleta, morte ou mesmo impressões de mãos, como uma mensagem numa cápsula do tempo. Eles chegaram ate mesmo a registrar um acontecimento inusitado, do tipo que ninguém para muito tempo para fiar analisando muito, ainda mais se você estiver perto: uma erupção vulcânica.

Continuar lendo “Instagram pré-histórico registra erupção vulcânica”