Adolescente é espancado pelo crime de ter pais gays

Escrevendo certo com comentaristas tortos
O deserto que alimenta nossas florestas

Não há nada pior que pais incompetentes. Não há nada pior que um Estado que faz loucuras. Não há nada pior do que expor crianças e adolescentes aos perigos do mundo. É vergonhoso saber que tipo de sociedade nos tornamos. É lamentável termos que ver cenas todos os dias que nos afrontam, nos revoltam, nos causa asco. Um menino foi espancado e está com sério risco de morrer, num leito frio de hospital, e agora dor e ranger de dentes ecoam pelos corredores do Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. O menino está em coma induzido e não há muitas esperanças.

Qual o motivo, você me pergunta. Eu tenho que apontar que foram eles. Eles e sua atitude impensada. Eles que resolveram agir de forma não condizente com seres humanos civilizados. A culpa é dos dois homens que são casados e, valha-me!, adotaram um menino e o criam como uma família. Ainda assim é uma união não-natural, pois os pais são homossexuais.

Como é vergonhoso isso! Dois homens dividindo a mesma casa, acabando por adotar um outro menino. Claro que só poderia dar em desgraça. Matricularam o garoto, cujo nome não foi revelado, graças às nossas leis que protegem a integridade de crianças e adolescentes, num colégio público. Lógico que o menino estaria exposto! Foi culpa dos pais que cinco moleques rodearam o jovem garoto e ao ser interpelado, ele admitiu que era filho de dois… de dois homens. Que absurdo! Os garotos surraram o menino até ele cair desacordado e nada foi feito. Ninguém chamou os… pais?… para responsabilizá-los. Se o menino apanhou tanto é porque sua família não é normal, como a dos outros 5 meninos, que acabaram se mostrando sensíveis a uma situação inédita. Como queiram que eles reagissem?

Se em primeiro lugar estes dois… pais?… não tivessem se casado, nada disso teria acontecido. Mas mesmo casados, se eles tivessem deixado o garoto num orfanato, ele teria encontrado um lar normal e seus coleguinhas não o teriam surrado, pois ele nunca teria sido adotado por outro casal de homossexuais.

Deu no que deu! Quem é o responsável? Aqueles cinco que enfrentaram um garoto sozinho, mas com pais que incitam ódio por causa de sua condição? Como não ver justificativa? Ainda assim, dois desses garotos foram pedir desculpas, mostrando o bom coração que eles possuem. Se ao menos esta preocupação com o bem-estar de terceiros fosse levada em conta pelos dois… pais?…, o ocorrido não teria ocorrido.

Os médicos estão desesperançados. Relataram aos familiares que o garoto teve aneurisma cerebral e está em coma induzido. Dois dos meninos que agrediram estiveram na casa da avó do menino e se desculparam pelo ocorrido. É de se ver a boa índole deles, e se houve excesso, devemos entender os motivos. Um boletim de ocorrência foi registrado pelos… pais?… da vítima na Delegacia de Ferraz de Vasconcelos, que está sendo investigado pela Divisão de Homicídios de Itaquaquecetuba. Na tarde desta sexta-feira, funcionários da escola foram até a delegacia para prestar depoimento sobre o caso. Imaginem a vergonha deles em serem expostos a isso!

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, o adolescente deu entrada no hospital na última quinta-feira, com parada cardiorrespiratória e passou por processo de reanimação. Os médicos constataram uma hemorragia cerebral, mas não havia sinais externos de violência física, o que indica que, talvez, foi um mal súbito. Bem provável sinal de maus tratos em casa. Os dois meninos que foram pedir desculpas fizeram isso apenas para mostrar um caráter cidadão, confessando uma ação que não realizaram. Isso não merece uma recompensa? Bem, sabemos o que realmente teria impedido isso. Um lar com um pai e uma mãe é equilibrado e essas coisas jamais acontecem. Por que só homossexuais são espancados? Isso tem que ser algo relacionado com eles!

Lamentavelmente, por culpa da irresponsabilidade de alguns, o jovem respira com a ajuda de aparelhos e está em estado gravíssimo. De acordo com a Secretaria de Educação de São Paulo, câmeras de segurança do colégio foram analisadas e não foi constatado nenhum caso parecido com o relatado pelo pai do jovem. A Secretaria de Segurança de SP limitou-se a dizer que o caso está sendo investigado, mas qualquer um sabe que crianças têm desses males assim, e são aquelas vindas dessas pseudofamílias.

Quando finalmente impedirmos esta pouca-vergonha, muitas de nossas crianças serão poupadas inclusive as órfãs, que poderão ficar em segurança nas instituições. Então o mundo começará a mudar e poderemos nos focar em coisas mais importantes. Como saber por que aquele negro está de mãos dadas com aquela branca. Só falta eles quererem poder eleger nossos governantes e eu nem tocarei no assunto daqueles caras com cachos nas têmporas.


Fonte: R7

Escrevendo certo com comentaristas tortos
O deserto que alimenta nossas florestas

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!