Patriarca ortodoxo diz que coronavírus é uma punição para gays. Patriarca contrai coronavírus

Minha avó dizia: “não cospe pro alto que o escarro cai na cara”. Muitas pessoas deveriam ser lembradas disso todos os dias, ainda mais religiosos e principalmente religiosos toscos que falam qualquer diarreia mental que passe por aquilo que chamam de “cérebro”. Um exemplo disso foi o caso de Sua Santidade, o Patriarca Filaret, que é chefe da Igreja Ortodoxa Ucraniana.

Continuar lendo “Patriarca ortodoxo diz que coronavírus é uma punição para gays. Patriarca contrai coronavírus”

Tanzânia cria esquadrão para caçar gays

Tanzânia é um lugar para lá de esquisito. Lá parece o mundo de Qward, do Universo de antimatéria.já começa que naquele recanto esquisito, albinos são caçados para se fazer rituais mágicos e o governo distribui celulares para proteger o pessoal que teve o azar de nascer com o gene recessivo errado. Mas não é só isso. Tem aqueles que tiveram o azar de nascer com orientação sexual errada, e esses não só não são protegidos pelo Estado como são caçados por este Estado, já que homossexualidade é crime na Tanzânia.

Alguns estados do país estão levando isso muito a sério, como é o caso de Dar es Salaam, cujo prefeito pediu aos cidadãos que denunciassem os homossexuais e anunciou uma espécie de “esquadrão anti-gay’ que os perseguirá rastreando as mídias sociais.

Bem-vindos a duas coisas: a 1984 e à SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Tanzânia cria esquadrão para caçar gays”

Casal gay deu sorte e foi condenado a chibatadas na Indonésia

Muitos concordam que o Brasil é o pior país para se mulher ou homossexual. Claro, some-se ao fato do título que você deve estar estranhando, mas é isso mesmo: os caras deram sorte, já que normalmente a pena por homossexualismo é a morte nos países islâmicos, que são teocráticos, isto é, têm o Alcorão como lei principal, e o Alcorão manda passar o rodo. Tomar umas chibatadas no lombo até que sai barato se a alternativa é decapitação ou ser atirado do alto de um prédio.

Continuar lendo “Casal gay deu sorte e foi condenado a chibatadas na Indonésia”

O que causou o Massacre de Orlando?

12 de junho de 2016. Um maluco invadiu uma boate em Orlando e matou 50 pessoas, 53 feridos, o caos reinante. A boate era voltada para o público homossexual. Seria homofobia? Ação de terrorista muçulmano? Foi devido ao porte de armas? O que aconteceu?

São pontos a serem discutidos, e vemos que nada é tão simples quando se analisa fatos, não necessariamente diretamente relacionados com o acontecido. Afinal, o que e por que aconteceu aquilo?

Continuar lendo “O que causou o Massacre de Orlando?”

SecreOtário de Direitos Humanos do Rio diz acreditar na cura gay (ATUALIZADO)

Eu olho meu calendário, mas ele me prega peças. Ele me diz que estou no século XXI, mas vivo tendo provas que estamos ainda na Idade Média. Temos gente acreditando em cobras falantes, políticos sem o menor escrúpulo, pessoal que adora manipular pessoas humildes e idiotas que acreditam que homossexualidade é alguma forma de doença. Agora, o mais tosco mesmo são os que os sujeitos acima descritos são o mesmo imbecil, como é o caso do SecreOtário de Direitos Humanos que diz acreditar piamente que existe uma cura gay. Por mero acaso, ele é pastor, também. Coincidência?

Continuar lendo “SecreOtário de Direitos Humanos do Rio diz acreditar na cura gay (ATUALIZADO)”

Juízes, gays e sociedades. O que aprendemos com o último fim-de-semana?

Na sexta-feira, os juízes da Suprema Côrte dos Estados Unidos determinaram que, sim, a Constituição garante direitos civis a todas as pessoas, independente quem sejam essas pessoas. Partindo disso, o pessoal reclamou, chilicou, se rasgou todo; mas o que significa isso? Qual o paralelo que podemos traçar com Martin Luther King e a luta pelos direitos civis dos negros? É o que você vai assistir em mais um vídeo.

Senta e aproveita (ops!).

Continuar lendo “Juízes, gays e sociedades. O que aprendemos com o último fim-de-semana?”

Parabéns, sociedade. Nós matamos um menino

Eu não ia escrever sobre isso. Mas não tenho como resistir. Somos assassinos. Somos a escória humana. Somos as piores pessoas do planeta. Eu, você, todo mundo. Nós assassinamos Peterson Ricardo de Oliveira, de apenas 14 anos, simplesmente pelo motivo fútil de ter pais que o amavam. Nós asassinamos Peterson, e por mais que a retórica diga que não, a responsabilidade é, sim, nossa. Somos monstros, construímos uma sociedade horrível. Somos tudo o que pode haver de pior. Peterson morreu por nossa culpa, apesar de não termos sido seus agressores. Não importa. O menino Peterson morreu simplesmente porque seus pais amam e se relacionam fora de uma merda de manual de uso escrito na Idade do Bronze. Peterson morreu por seus pais serem homossexuais.

E a responsabilidade… É NOSSA!

Continuar lendo “Parabéns, sociedade. Nós matamos um menino”

Adolescente é espancado pelo crime de ter pais gays

Não há nada pior que pais incompetentes. Não há nada pior que um Estado que faz loucuras. Não há nada pior do que expor crianças e adolescentes aos perigos do mundo. É vergonhoso saber que tipo de sociedade nos tornamos. É lamentável termos que ver cenas todos os dias que nos afrontam, nos revoltam, nos causa asco. Um menino foi espancado e está com sério risco de morrer, num leito frio de hospital, e agora dor e ranger de dentes ecoam pelos corredores do Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo. O menino está em coma induzido e não há muitas esperanças.

Qual o motivo, você me pergunta. Eu tenho que apontar que foram eles. Eles e sua atitude impensada. Eles que resolveram agir de forma não condizente com seres humanos civilizados. A culpa é dos dois homens que são casados e, valha-me!, adotaram um menino e o criam como uma família. Ainda assim é uma união não-natural, pois os pais são homossexuais.

Continuar lendo “Adolescente é espancado pelo crime de ter pais gays”

Pastor é honesto e diz que a Bíblia manda matar homossexuais e isso é o certo!

Boa parte dos religiosos são contra homossexualismo, mas fazem vista grossa quando o assunto é o que fazer com eles. Normalmente, fingem não saber o que tem em levítico e no Deuteronômio. Entretanto, um desses pastores, pelo menos, é honesto ao dizer que a Bíblia manda matar homossexuais, afirmando em seguida que isso está certo e assim o mundo ficaria livre da AIDS e das cáries.

Pelo menos, ter o pecado de pregar falso testemunho ele não tem. Ser escroto são outros 500!

Pintando o sete com plumas, paetês e lantejoulas, esta é a sua SEXTA INSANA!

Continuar lendo “Pastor é honesto e diz que a Bíblia manda matar homossexuais e isso é o certo!”

Hora de punir os preconceituosos!

Você provavelmente nunca ouviu falar em Rudolf Brazda. Ele nasceu no lugar errado, na época errada e do jeito errado. O sr. Brazda nasceu em 26 de junho de 1913, na Turíngia, Alemanha. Ele já não era bem visto, já que seu pai não era alemão, e sim tcheco. Se isso não era ruim o bastante, a Natureza fez algo pior com o sr. Brazda: ele era homossexual. Como isso ofendia aos senhores da raça pura, ele foi preso em 1935, mandado para um campo de concentração, em Buchenwald, e de lá só saiu em 1945. O sr. Brazda foi o último sobrevivente homossexual a escapar dos horrores de um campo de concentração.

Quem não conhece história corre o risco de repeti-la, e levando em conta que o Brasil possui um dos mais ignorantes povos do mundo (sim, é isso mesmo! Não tampem o sol com a peneira), logo, logo caminharemos para isso, principalmente se depender de um vereador do Mato Grosso do Sul.

Continuar lendo “Hora de punir os preconceituosos!”