Quando os gatos se tornaram nossos amigos?

Há muitos artigos sobre cães e sua relação com o Homem, como este e este. Mas e os gatos? Tidos como arrogantes, preguiçosos e pouco afeitos aos humanos, gatos chegaram a ser considerados animais demoníacos e, por isso, foram quase totalmente aniquilados na Idade Média. Ok, disso resultou numa enorme proliferação de ratos e, de reboque, a peste negra. Parabéns, pessoal.

Uma nova pesquisa visa datar melhor a data quando gatos e homens começaram a co-existir e se você está com pressa, adianto: foi há cerca de 5300 anos. Mas você vai querer saber mais, não é?

A drª Fiona Marshall, não é casada com um ogro, não é verde e ao que eu tenha notícia, ela não luta Kung Fu. Ela é professora de Antropologia do Departamento de Artes e Ciências da Universidade de Washington em St. Louis. Ela estuda a domesticação de gatos, rastreando a linha histórica que remonta a até 5300 anos, na China.

Os dados coletados pela drª Fiona sugerem que os gatos foram atraídos para aldeias agrícolas por pequenos animais, como roedores que viviam atrás dos grãos que os agricultores plantava,m e colhiam. Se tinha cereais, ratos faziam a festa. Se tinha, rato, claro, uma hora iria aparecer seu predador. daí, gatos começaram a caçar os ratinhos encrenqueiros e as pessoas viram que ele (o gato) podia servir de ajuda e tanto.

Evidências arqueológicas mostram que na região onde ficava a aldeia de Quanhucun, que fica na região central da China. Lá, foram encontrados casas, poços de armazenamento, cerâmicas e alguns restos florais e de animais, juntamente com algumas covas com restos humanos. Entre os restos de animais, foram encontrados vestígios de gatos, cães, veados etc. Cada um desses animais já era domesticado pelos humanos. Que isótopos nos ossos podem nos dizer a idade de seus donos, todo mundo sabe (ou deveria de saber). Mas além disso, a proporção de isótopos de carbono e nitrogênio também podem revelar a dieta desses animais.

A análise da dieta mostrou que os cães, porcos e roedores principalmente comeram milho, e não muito surpreendentemente, gatos caçavam animais que comeram do milho, que era lavoura de subsistência do assentamento. Muito provavelmente, os gatos se alimentavam dos roedores e, diferente dos idiotas da Europa, em plena Idade Média, viram que ter um caçador de roedores era uma boa ideia. Não havia grandes riscos de proliferação de doenças, além de não atacarem os grãos

O estudo foi publicado no periódico PNAS, e nele os autores demonstram outros indícios que mostram que os humanos tinham um relacionamento mais estreito com os antepassados do Garfield.: os restos mortais de um gato indicava que ele tinha adquirido mais nutrientes do milho do que pela caça, o que pode significar que os seres humanos alimentavam os gato, que por si só é um animal extremamente carnívoro, já que ele precisa de belas quantidades de taurina em seu organismo, o que nmão é obtido do milho. Não, o gato não passou a ser vegetariano, mas ele não teria escolhido comer milho se não tivesse sido acostumado a isso.

Há, entretanto, muitas lacunas ainda. Os pesquisadores não sabem como esses gatos chegaram à China, muito provavelmente vindos do Oriente Médio, ou se a China os domesticou primeiro. Mas só essa descoberta conta uma história. Não apenas uma história de felinos domésticos, mas uma história do próprio homem e de como ele interagia com outros seres vivos e como ambos passaram a confiar um nos outros, criando uma relação de parceria até hoje.

Se hoje seu gato é vagabundo, só come ração em lata e dorme o dia todo e mal olha pra sua cara, lembre-se: muito provavelmente a culpa é sua, pois os tatatatataravós de ambos se relacionavam de maneira muito diferente.

23 comentários em “Quando os gatos se tornaram nossos amigos?

  1. “Se hoje seu gato é vagabundo, só come ração em lata e dorme o dia todo e mal olha pra sua cara, lembre-se: muito provavelmente a culpa é sua, pois os tatatatataravós de ambos se relacionavam de maneira muito diferente.”

    Caramba André, conhece meu gato?

    Minha esposa, que é chinesa, lembrou que após segunda guerra mundial e a implementação do socialismo, com a consequente miséria e fome da população, os gatinhos quase sumiram por lá, os que davam mole iam pra panela. Pelo menos tal fato ocorria pela necessidade, e não por pura ignorância como no caso dos Europeus.

      1. @André,

        isso é algum tipo de tirada? se não for estaria interessado em saber pq ele age assim. É raro, mas de vez em quando ele volta a fazer atrás do sofá e na minha cama

  2. Eu ia comentar sobre Bastet, mas resolvi pesquisar antes de falar, e bem… Os chineses ainda estavam 500 anos a frente.

  3. Gatos não são amigos dos humanos. Apenas toleram as tosquices de seus fornecedores de alimentos.
    Gatos, na verdade, vêem seus “donos” como meros “animais de estimação”, com hábitos muitas vezes desagradáveis, tais como tomar banho de chuveiro, em vez de usar a língua, e ter predileção por aquelas abomináveis criaturas que vivem abanando o rabo, babando e pulando o tempo todo para puxar o saco dos humanos, além de correr atrás de bolinhas e enterrar ossos.
    Um gato, acima de tudo, tem orgulho de ser um gato e jamais compreenderão porque os humanos insistem em se achar a “jóia da criação”, com suas cabeças enormes, semi-pelados, sem garras e sem presas, e, como se não bastasse, dependurados em cima de espeques que eles acham muito belos em suas fêmeas e que usam para se locomover (muito mal, por sinal, causando-lhes belas quedas se não prestam atenção onde pisam).
    Felizmente, os gatos são pacientes e sabem respeitar as limitações de seus pets.
    Sete longas vidas a todos os Felis catus!

  4. Victor, se ele nao for castrado, pode ser esse o problema. Esse comportamento esta diretamente relacionado a marcação de territorio, pois ele considera nao somente a sua cama como dele, como voce tambem. Se ele nao for castrado, castre e este problema se minimizará potencialmente.

    Abraços,

    André Luz

  5. Exatamente. É uma mensagem de “voce é meu, esta cama é minha e nao quero outro gato por aqui”.
    Se ele trouxer insetos ou presas como ratos e lagartixas, a mensagem é “eu te amo e estou te presenteando”.

    Eu estou falando sério, nao é sarcasmo nao.

  6. Mas a “endeusificação” dos gatos no Egito (a exemplo de Bast/Bastet e outros), tambem tem certa relacao com o artigo, especialmente na parte da agricultura, pois os egipcios usavam os gatos com a mesma finalidade.

  7. ahahahahahahah, sensacional este comentario do Borba. Eu convivo com muitos gatos ha mais de duas décadas, devo dizer que é mais ou menos por ai mesmo.

  8. Nao é tirada, é uma mensagem comum. Se ele nao for castrado, ele é alpha da casa, e tudo pertence a ele. Os locais favoritos, ele vai marcar com xixi. Outros felinos fazem o mesmo na selva, por exemplo. Se ele faz atras do sofá, devem haver objetos dele la, como brinquedos, insetos ou é um local que ele gosta e nao quer que ninguem tome dele.

      1. @Almeida, Ola Almeida.
        Nao, eu nao vi, porque nao entro no site, eu recebo a notificacao por email e uso o botao RESPONDER, bem grande AZUL.
        Se voce nao esta satisfeito, reclame com o wordpress ou sei la com quem, mas nao comigo.
        Eu apenas clico em RESPONDER no comentario que recebo por email.
        E nao vou consertar esta merda pra voce, nao sou prago pra isso. Vai la no site do fabricante e resolva isso.

          1. Ei noobie, eu vim no site ver a diferença entre o botao responder do email (o que eu uso) e este aqui no site (que funciona). Reclame com o wordpress, com eu ja lhe disse.

  9. “A análise da dieta mostrou que os cães, porcos e roedores principalmente comeram milho, e não muito surpreendentemente, gatos caçavam animais que comeram do milho, que era lavoura de subsistência do assentamento.”

    Na publicação é dito que eles se alimentavam de milhete ou painço, e não milho.

  10. *quereR* (erro de digitação, antes que o noobie use isso contra mim, afff, só o que me faltava, numa sexta-feira)

  11. Quando os gatos se tornaram nossos amigos?
    .
    De acordo com a Nature World News é muito difícil responder a essa pergunta com exatidão, porque ao contrário dos cães, os gatos não evoluíram para uma aparência diferente de seus parentes felinos. Esta semelhança no DNA torna difícil para os cientistas descobrir quando o gato doméstico (Felus catus) se desdobrou de espécies de felinos selvagens. No entanto, a Dr. Fiona Marshall disse que mesmo se estes gatos ainda não fossem domesticados, sua evidência confirma que eles viviam em estreita proximidade com os agricultores, e que o relacionamento tinha benefícios mútuos.

  12. Raciocinem comigo:
    Na Idade Média os gatos eram tidos como demônios encarnados por causarem quaisquer tipo de DESGRAÇA.
    O papa ordenou o extermínio dos gatos que causou como consequência a DESGRAÇA chamada Peste Negra, que assolou metade da população européia!
    Logo, pela lógica, o papa era um DEMÔNIO encarnado !!!

    Ainda bem que o papado acabou. Estamos livres da influência demoníaca e… WAIT A MINUTE!!!

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s