Segundo imprensa, Antártida derreteu e tá pegando fogo, bicho!

“Quando um cachorro morde um homem, não é uma boa história. Um homem mordendo um cachorro, aí sim! É uma boa história”. Várias pessoas já foram creditadas como autores deste adágio, incluindo Mark Twain, que é uma espécie de Clarice Lispector gringa, já que há várias frases creditadas a ele. Na verdade, o autor desta frase está no livro The Stolen Story and Other Newspaper Stories, de Jesse Lynch Williams, escrito em 1899.

Se tem uma coisa patente no jornaleirismo de raiz (e isso não é exclusividade brasileira) é o título causar aquele impacto apocalíptico, já que a notícia mesmo não geraria tanta comoção. Um exemplo disso é o alarmismo que estão criando com uma coisa séria, mas não tão séria pro pessoal das manchetes. Resultado? A Antártida chegou a uma temperatura de 18,3ºC, significando que o gelo todo lá foi pro ralo e virou escárnio do pessoal de Curitiba, o lugar mais frio do Universo, segundo os próprios curitibenses.

Ao darmos um giro pelas notícias, vemos as manchetes:

Antártida Pegando Fogo!

//s.imgur.com/min/embed.js

Ah, André. Mas eles falam embaixo (nem sempre) que não era bem Antártida, Antártida.

O que não faz a diferença. As pessoas leem as manchetes e já correm pra comentar. Jornais sabem disso e fazem este estardalhaço para ganhar repercussão. Mas o que realmente aconteceu?

Este recorde de 18,3ºC foi registrado na Base de Ejército Esperanza, uma estação de pesquisa da Argentina na Antártida, localizada na Península Antártica. Este recorde foi registrou a maior temperatura desde 1961, batendo o recorde anterior de 17,5°C de 24 de março de 2015.

Esta base de pesquisas argentina é, juntamente com a base chilena Villa Las Estrellas, os únicos assentamentos permanentes no continente antártico. Como dito, a base argentina fica na Península Antártica, não “na Antártida”, como estão querendo fazer parecer. É como falar “foi registrado uma temperatura de -2ºC no Brasil durante o inverno, quando a medida foi em São Joaquim, ignorando que qualquer temperatura abaixo de 40ºC no Ceará é praticamente o Ragnarok.

“Desenhance” aí, cara!

Sim, nesta pontinha ali.

Mas o que está acontecendo?

Primeiro, você sabe que no Hemisfério Sul é verão nesta época do ano, certo? Bem, a temperatura lá na Antártida é mais alta, e na Península Antártida não é diferente. Obviamente, estar no recorde de “temperatura mais alta desde 1961” não é algo que a gente possa recostar e ficar feliz, pelo contrário. Mas é MUITO diferente de dizer “Antártida registra temperatura de 18,3ºC”. Isso vai contra qualquer coisa minimamente com noção, já que nessa temperatura não haveria um cubinho de gelo lá. (o gelo funde a zero grau celsius, caso você não se lembre do Ensino Fundamental).

Já a outra base argentina, Marambio, também anotou um recorde com temperatura 14,1°C. Puxa, resolvido, então? Temperatura mais fria significa que estamos melhor?

Não, seu idiota! Estamos ferrados, com as temperaturas aumentando e só um boçal vai defender que o gelo da Antártida está aumentando. O problema é que estas manchetes alarmistas cumprem um papel de desinformação. A pessoa acha que a Antártida foi pro ralo. Aí, um desses negacionistas, tipo Aldo Rebelo, vai mostrar que não é bem assim, que a temperatura foi só um grau maior, que a Antártida ainda está cheiona de gelo. As pessoas começam a duvidar dos jornais, com justa razão.

Voltando à Base Esperança, ainda tem pontos que devem ser observados. Um deles é aquelas montanhas que vocês não viram até agora, já que só aparecerá na foto aqui embaixo.

Essas montanhas podem fazer diferença na medição da temperatura por causa do Efeito Foehn. Basicamente, este efeito acontece quando uma massa de ar se desloca para cima de uma montanha. Você sabe que quanto mais se sobe, menos ar tem, certo? Logo, a pressão atmosférica é menor. A massa de ar subindo se expande, ganhando calor. Ao passar pro outro lado da montanha, na descida, a pressão atmosférica fará com que esta massa de ar se comprima, perdendo calor, ou seja, a temperatura sobe e todo mundo que estiver em volta vai receber este calor, e é por isso que a temperatura aumenta.

Isso explica este recorde de temperatura? Pode ser um indicativo, mas não se sabe ao certo. Climatologia depende de variáveis caóticas não-determinísticas, ou seja, variáveis que você não espera que atuem no sistema. O efeito Foehn PODE ser uma explicação, mas até o momento não se sabe se esta é toda a explicação; mas isso os jornais não se preocuparam em averiguar ou contactar especialistas. Não que o resultado não desperte a atenção e alguma preocupação, mas um veículo de informação é pra informar, certo?

ERRADO!

Veículo de informação é pra dar lucro aos seus investidores. Se você sair informado, levanta as mãos pro Céu. Quem quer informação lê Ceticismo.net, que não tem rabo preso com investidor, e o Twitter não tem poder de banir o meu site. RÁ!

Aliás, você já é investidor do Ceticismo.net? Tem o Apoia.se e o PayPal. Você não vai me fazer mentir, mas ajuda a espalhar divulgação científica séria. Você tem 5 ou dez real aí sobrando que eu sei. Se Lorenzo de Médici pôde financiar Da Vinci, você pode me financiar. Ok, você não é da família Médici. Não tem problema; eu também não sou Da Vinci.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s