Onde Deus anda se escondendo? Ciência tem a resposta

São Paulo tortura presos fazendo por onde lerem a Bíblia (Estado Laico Who?)
Pesquisa procura melhorar desempenho de exoesqueletos

Há muito tempo, eu tinha postado artigo sobre a pesquisa do dr. Edson Amâncio em que ele demonstrava que a experiência religiosa e visões eram acarretados por ocorrência de epilepsia do lobo temporal. Mas não é só isso. Imagine se você descobrisse onde moram seus espíritos, demônio e toda ocorrência sobrenatural. Legal? Legal, né? Bem, este lugar existe e pesquisadores já o encontraram.

A drª Lisa Miller é professora de Psicologia e Educação e diretora do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Espiritualidade e Mente da Universidade de YALE. Sim, eu também meio que torci o nariz pra isso e vi a bibliografia dela. Sim, ela acredita em lances espiritualistas. Entretanto, pesquisa é pesquisa. Fui lá dar uma olhada

O que Miller e seus colaboradores fizeram foi identificar um possível local neurobiológico para as chamadas “experiências espirituais”, quando você entra em conexão com alguma entidade sobrenatural ou supernatural. Em outras palavras, a parte do cérebro que faz a pessoa estar com sentimento que Deus está presente ou alguma entidade religiosa segundo sua religião particular.

Até então, pouco se sabia sobre os mecanismos neurais subjacentes de experiências espirituais, particularmente quando examinados em diferentes tradições e práticas. Ao adaptar uma tarefa de imaginação guiada individualizada, os pesquisadores investigaram os correlatos neurais de experiências espirituais pessoais mais significativos em comparação com experiências estressantes e de relaxamento.

Miller e seu pessoal descobriram que a atividade no córtex parietal, a área do cérebro envolvida na consciência e autoconsciência, assim como o processamento da atenção, parece ser um elemento comum entre indivíduos que experimentaram uma variedade de experiências espirituais.

Segundo os autores, as experiências espirituais podem ser de natureza religiosa ou não, como o sentimento de unidade na natureza ou a ausência do eu durante eventos esportivos, em que você não é você. Você é apenas mais um Zé Ruela torcendo, perdendo a condição de sentimento de individualidade. Você sequer pensa em si, apenas no time, equipe, atleta ou o que for.

Para chegar nesta informação, os pesquisadores entrevistaram 27 jovens adultos para coletar informações sobre experiências passadas de estresse e relaxamento, bem como sobre suas experiências espirituais. As cobaias, digo, voluntários foram submetidos a exames de fMRI enquanto ouviam pela primeira vez gravações baseadas em suas experiências personalizadas. Enquanto as experiências espirituais individuais diferiam, os pesquisadores observaram padrões similares de atividade no córtex parietal, conforme os sujeitos imaginavam, experimentando os eventos nas gravações.

Então, fica a dica: quanto perguntarem: Onde está seu Deus, agora? Responda: “No meu célbo!”

A pesquisa foi publicada no periódico Cerebral Cortex

São Paulo tortura presos fazendo por onde lerem a Bíblia (Estado Laico Who?)
Pesquisa procura melhorar desempenho de exoesqueletos

Sobre André Carvalho

και γνωσεσθε την αληθειαν και η αληθεια ελευθερωσει υμας

Quer opinar? Ótimo! Mas leia primeiro a nossa Polí­tica de Comentários, para não reclamar depois. Todos os comentários necessitam aprovação para aparecerem. Não gostou? Só lamento!