O russo que resolveu ir pra Encelado

Mecenato sempre foi algo legal. Os ricaços pagavam a pintores, escultores e faz-tudos em geral para produzir obras monumentais. Depois, os mecenas viram que Ciência era legal e arte virou muito mainstream. Daí passaram a financiar cientistas. Hoje, os ricaços como Elon Musk, Jeff Bezos e Richard Branson olham pro Espaço e pulam de contentamento. Sim, o Espaço, a Fronteira Final virou playground de gênios, bilionários, playboys e filantropos. Agora, temos outro na jogada: Um russo, o que estava demorando, afinal, eles conquistaram o espaço primeiro. No caso, a figura atende pelo nome de Yuri Milner e sua ambição é a lua. Não a nossa, mas o satélite saturniano Encelado.

Milner fundou o projeto “Breakthrough Starshot”. Em linhas gerais, ele usa o princípio que Arthur Clarke usou no conto chamado Vela Solar, mas cujo princípio começa muito tempo antes. Maxwell (sim, o das equações) já tinha previsto que a luz possui momento e pode exercer pressão sobre determinada área. Pyotr Lebedev foi o primeiro a demonstrar, com sucesso, essa pressão, que ainda que leve foi capaz de mover uma balança de torção, em 1899. Já Konstantin Tsiolkovsky foi o primeiro que juntou tudo isso e propôs o uso da pressão da luz solar para impulsionar a espaçonave através do espaço e sugeriu usar imensos espelhos de folhas muito finas para aproveitar a pressão da luz solar para alcançar velocidades cósmicas.

É com esta técnica que Milner pretende mandar uma nave até Encelado. Por que? Por que não? A ideia do uso de velas solares ajudaria no barateamento do custo. Mesmo porque, não iria gente a um primeiro momento.

Milner apontou que a NASA pretende ir até Encelado para dar uma fofocada por lá daqui a 10 anos, mas como Milner é russo, ele quer ir agora ou o mais rápido que puder. De qualquer forma, a NASA tem sérios problemas de orçamento, e verba é mirrada até pros projetos já existentes, quanto mais novos, que terão que ser batalhados. Já Milner com a ideia das velas solares pretende que o custo fique muito barato, apesar de não ser tão rápido, ao menos não início, mas como o Espaço a densidade de matéria é muito, muito baixa, a aceleração será constante, o que garante que se chegue lá, em que a única preocupação será os freios, mas isso não será um problemão.

É um tempo maravilhoso com esses homens loucos, e seus bilhões voadores numa competição de quem conseguirá mais façanhas, cada um se especializando num setor. E isso é muito legal!


Fonte: New Scientist

Um comentário em “O russo que resolveu ir pra Encelado

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s