A sinfonia da distância do Universo

O Hubble Ultra Deep Field é uma imagem de uma pequena região do Espaço, mas de grande importância. Ela foi obtida por seguidas exposições do Telescópio Espacial Hubble entre 2003 e 2004, e é a imagem mais profunda do universo tirada em luz visível, registrando galáxias e estrelas como com seu brilho emitido há bilhões de anos. Com certeza, muitas dessas estrelas sequer existem mais, mas é um registro do passado, um “osso estelar” encontrado por um paleontólogo espacial que observa as entranhas de um Universo que há muito se modificou.

Esta imagem retrata um universo jovem, com idade entre 400-800 milhões de anos após o Big Bang. Muito antigo, não é, mesmo?

Continuar lendo “A sinfonia da distância do Universo”

Kaijus galácticos se enfrentam e foram pegos em vídeo… ou quase

Buracos negros são aqueles corpos celestes tão foda que a gente pode chamá-lo de Gojira (prefiro o nome original japa. Me processe) das galáxias. Já estrelas de nêutrons são estrelas extremamente densas. Uma colher de material de uma estrela de nêutrons chega a pesar muitos e muitos quilos. É praticamente um King Kong estelar, não que eu esteja chamando o King Kong de gordo, veja bem.

Já pensou quando um buraco negro pega uma estrela de nêutrons? Pois é. Não vai ter nenhum Gojira robótico de tamanho absurdamente grande, então, sai um pega pra capar, com o buraco negro ganhando, obviamente. Continuar lendo “Kaijus galácticos se enfrentam e foram pegos em vídeo… ou quase”

O planeta que ganhou atmosfera de backup

Poucas pessoas têm uma segunda chance, e em se tratando de planetas, é mais raro ainda. Cientistas usando o telescópio espacial Hubble encontraram evidências de que um planeta orbitando uma estrela distante que pode ter perdido sua atmosfera, mas ganhou uma segunda por meio de atividade vulcânica.

Continuar lendo “O planeta que ganhou atmosfera de backup”

Automação com um companheiro

Vimos como Homero não só entendia a necessidade de automatizar processos como ele mesmo usou pela primeira vez a palavra “autômato”. Muito legal, mas imagino que você não queira invadir Tróia neste fim de semana. No máximo, ligar coisas elétricas em casa, como sua cafeteira, por exemplo, mas não exclusivamente. Na verdade, você pode ligar qualquer coisa automaticamente usando seu celular ou por comando de voz.

Sim, você pode mandar a sua cafeteira fazer café, mesmo que ela não seja “inteligente”, e isso vale para sua cafeteira elétrica ou qualquer coisa ligada na tomada. Pode mandar ligar a luz da sala ou qualquer dispositivo que tenha sido pensado para automatizar a sua casa. Continuar lendo “Automação com um companheiro”

Tudo o que você precisa saber sobre Titã

O titânico Titã é gigantesco; uma das maiores luas (ok, satélite natural) do Sistema Solar. Ele é um mundo à parte. Talvez, as respostas de como chegamos aqui estejam lá. Talvez as respostas para perguntas que ainda não foram feitas é que estejam. Um lugar maravilhoso e complexo, lindo e mortal. O que atualmente sabemos sobre ele?

Continuar lendo “Tudo o que você precisa saber sobre Titã”

O primeiro voo da Ingenuity em Marte

A Perseverance pousou em Marte em 18/02. Eu até contei até como foi a descida dela. Em 19 de abril de 2021, o Perseverance estava estacionado no “Van Zyl Overlook”, a cerca de 64 metros e registrou um voo muito especial e mais ainda amado: o voo da primeira aeronave em outro planeta.

Continuar lendo “O primeiro voo da Ingenuity em Marte”

Uma Homérica Automação

Estamos investigando a automação, quando surgiu e porque surgiu. Surgiu porque somos preguiçosos, mas, mais do que isso, ela se disseminou em muitas obras e algumas delas eram apenas narrativas heróicas, Antes de enveredar para isso, entretanto, primeiro de tudo, precisamos saber que diabos é isso de automação.

Continuar lendo “Uma Homérica Automação”

Explorando o Sistema Solar

A aventura humana começou há muito, muito tempo. Ela continua até hoje, pois se oceanos não nos impediram de chegar em novas terras, novos mundos, não será o vazio do Espaço que irá nos impedir.

O espaço está lá nos aguardando e há muito o que se visitar, muito o que explorar e muito o que se descobrir. Primeiro foi o quintal de casa, depois, outros lugares além do Mar Vermelho, depois, outros continentes. Já fomos à Lua e a próxima parada é Marte. Próxima, mas não última.

Continuar lendo “Explorando o Sistema Solar”