Brasil se ferrou no Ideb de novo. Digam a novidade!

E mais uma vez o Brasil conseguiu aquilo que faz de melhor: ser uma vergonha em termos de Ensino. “Vergonhoso” foi exatamente a palavra que o ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho descreveu a situação. Estamos na rabeira de novo, nossos alunos não sabem nada, o Ensino está uma bosta e a perspectiva de melhora só não é zero, porque ainda tem gente idiota que acredita no futuro.

Eu acredito. Acredito que este futuro é bem negro.

Escrevendo na lousa o tanto que estamos ferrados, esta é a sua SEXTA INSANA!

Em Matemática estamos no pior patamar desde 2005. Isso eu vejo todos os dias, com meus alunos não sabendo nem trabalhar com uma fração direito. Aluno de Ensino Médio, frise-se. Isso é o resultado dos adestramentos de cursinhos de vestibular, que fez o aluno decorar a questão e o treinou para responde-la. Trocou a equação de lugar, ferrou! Os alunos não sabem, pois não está dentro do adestramento deles.

Pais querem mais e mais deveres de casa, não importando quais sejam, pois eles não vão verificar. Eles só querem que o filho esteja trancado no quarto, longe deles. Se o aluno estará pendurado no celular ou não, não faz diferença; papai e mamãe querem ver suas séries em paz.

Do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental (também chamado de Ensino Fundamental 1), o Brasil alcançou Ideb de 5,5 e bateu a meta que era 5,2. Se formos ver por estado, O glorioso estado do Rio de Janeiro não cumpriu a meta, junto com o Distrito Federal e o Amapá. Já no Ensino Fundamental 2 (do 6º ao 9º ano), o Brasil mais uma vez não cumpriu a meta nacional que era de 4,7, ficando com Ideb de 4,5. Parabéns, parabéns. Se formos ver por Unidade da Federação, apenas Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso e Pernambuco conseguiram.

O que estamos ensinando às nossas crianças? E porque o nível tem que ser tão baixo? Porque sabem que não conseguiremos atingir. A Pátria Educadora falhou de novo. Os pais falharam. Os alunos falharam. Os professores falharam. Todo mundo falhou. De quem é a maior culpa? Sinceramente, não sei.

Queriam as cotas porque o ensino público era uma bosta, e pessoal quer fazer faculdade. Para que? Não sei, mas no Brasil, Universidade parece que virou um direito do povo e uma obrigação do Estado. Em mais de 10 anos de cotas, era para já terem tido tempo para resolver o problema da Educação de Base e o Ensino Médio, certo? Claro que não. As cotas já suprem este favor. O ENEM lhe dá um certificado de conclusão do Ensino Médio, mesmo que você sequer tenha cursado. Conseguirá passar no vestibular? Claro que não. COTA!

Aí vai pra universidade. ÓTEMO! Como andam os índices de aprendizado? Dica: outra merda. Daí reclamam que a prova da OAB é pra arrecadar dinheiro. Sim, pode ser e eu concordo. Poderia se chamar “Multa por Ignorância”.

Alguns idiot…. digo, pedagogos colocam a culpa no programa, alegando que o Ensino Médio aqui é enfadonho e não leva em conta com as aptidões e interesses. Bem, isso é dito, claro, por idiotas que nunca deram uma porra de aula na vida. Vou explicar: O ALUNO NÃO QUER AULA. Sabem o que eles querem? Ficar pendurado na porra do celular. Aptidões? Jogar no celular e acessar whatsapp serve? Uma professora que eu conheço leciona a parte de Tecnologia. Ela quis editar áudio com os alunos, tentando fazer um podcast. Ninguém quis, aula chata. Tentou editar vídeo. Ninguém quis. Tentou usar conteúdo do YouTube. Os alunos perguntaram se eles poderiam escolher, e ela deixou. O que eles foram ver? Vídeo de youtubeiro retardado daqueles que falam besteira, berram palavrões etc.

Não, a juventude de hoje não se interessa em aprender nada e, claro, a culpa é do professor que não os estimula. Afinal, professor é um número na folha de despesa.

Conteúdo flexível? Ok, mas lembrem-se que o colégio existe porque pai quer colocar o filho numa universidade (e se livrar dele o mais rápido possível). Os colégios colocarão o que? Curso de tricô e croché? Introdução à psicultura? Bonzai? Ah, sim. Os alunos querem ser programadores de games. Mas sem aprender Matemática, lembrem-se! Eles são ruins em Matemática e não precisarão daquilo para nada.

Qualquer um que ache que pode simplesmente deixar o aluno decidir, leve 40 alunos a uma sala de informática e mande-os acessarem o conteúdo que quiserem. Liberem o safe search, ok? Depois me contem.

Mas no mundo mágico dos pedagogos funciona assim. No mundo real vemos o que vemos: Ensino podre, métricas rasas que não ser~]ao conseguidas e uma população cada vez mais imbecilizada, com o governo fazendo a sua parte liberando fosfoetanolamina e fazendo parcerias com entidades mágicas que dizem controlar o tempo.


Fonte:

12 comentários em “Brasil se ferrou no Ideb de novo. Digam a novidade!

  1. Olá, André. Sou professor de Física (Ensino Médio) e sei muito bem o que você está falando, pois me deparo com o mesmo quadro em quase todas as minhas aulas. Fico constantemente lutando para que determinados alunos se desliguem dos joguinhos do celular e tentem aprender alguma coisa de útil para suas vidas, mas eles insistem em ficar como se fossem zumbis apertando botõezinhos, e mesmerizados com os olhos presos às telinhas. É o verdadeiro caos na Educação mesmo. E o pior. Também não vejo como melhorar isso tudo a curto prazo, a não ser com investimentos prioritários e urgentes dos governos, e valorização da profissão de professor. Difícil é aguentar a hipocrisia daqueles analistas educacionais que fingem se surpreender com os resultados do IDEB, como se estivessem esperando colher frutos de uma árvore que já está sem água há muito tempo, e com galhos podres e sem folhas. Abraço.

    1. Triste realidade,os alunos não irão mudar tão cedo,por que a Educação também não irá mudar tão cedo,pois sem Educação há maior facilidade para os políticos roubarem e saírem impunes no final.
      E o pior de tudo não é só isso,é de que praticamente 99% dos que estão nesse sistema de Ensino falho preferem continuar na ignorância do que sair da zona de conforto,somente alguns conseguem e mesmo assim,com dificuldades.Posso dizer isto por que estudei a minha vida inteira em Escola Pública,e nesse meio tempo,vi um par de meia dúzias de que realmente queriam estudar.
      Eu espero que um dia a profissão dos professores seja mais valorizado aqui no Brasil,pois pra mim os professores são os verdadeiros heróis de uma nação,que moldam o futuro literalmente.

  2. Ah!! Estava me esquecendo. Foi bom você ter falado sobre uso de celular entre os alunos, pois os jênios da SEE daqui de SP querem liberar o uso de celulares em sala de aula.

    Claro que os jênios acham que, liberando os celulares, os alunos farão um uso pedagógico do mesmo.

    1. Vi uma notícia falando que um determinado site (não me lembro qual) ia obrigar os comentaristas a pagarem para fazer os seus comentários.

      Na hora achei que esse modelo deveria ser obrigatório aqui no Brasil.

  3. Os alunos mandam nos professores, por isso o ensino é uma merda. Eles podem até pegar o apagador e limpar a lousa durante a aula, que o máximo que acontece é ir pra diretoria bater papo furado com a diretora.
    É, eu presenciei isso.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s