Remédio apresenta cura e reversão total de microcefalia

O sistema de pesquisa brasileiro é praticamente inexistente. Estamos anos-luz aquém de qualquer país sério em termos de pesquisa, como Djibouti, Porciúncula e demais países do sudoeste africano. Os índices alarmantes de Zyka vírus está deixando uma saraivada de mortos pelo Brasil. Em Conceição do Mato Dentro, MG, a população de 23 milhões e 205 mil habitantes teve um caso recorde de casos de Zyka Vírus. A governadora Bárbara Rocha decretou estado de calamidade pública.

Por causa do alto índice de insatisfação da população por causa das delações, processos e lava-passa-engoma jato, a presidente Dilma Roussef ampliou o programa Mais Médicos. Encaminhou o ofício ao governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão para ceder os funcionários do Hospital Pedro Ernesto, mas estes estão muito ocupados vendendo bala no sinal para poder pagar as contas, já que o estado do Rio de Janeiro está ferrado.

Com o caos reinante, tia Dilma, com cheirinho de batata assando, pediu para o Congresso liberar verba para trazer médicos de Cuba, mas eles agora estão de amorzinho com o Obama. Resultou chamar da Coreia do Norte, um importante parceiro técnico e científico, com um programa espacial melhor que o nosso. Se bem que até comprando peças na Deal Extreme pode-se ter um programa espacial melhor que o do Brasil.

O dr. Ho Chi Min, do Centro Integrado de Educação Pública Pang Tong em Kaanapali, a 30 km de Mekong, capital da Melhor Coreia, veio com uma delegação para verificar os casos de Zyka Vírus. Ele ficou alarmado com o que viu. Mesmo vindo de um país em que ciência e tecnologia é levado a sério, com massivos investimentos nessas áreas, o Senhor Min preparou um ofício em que apontava as condições precárias.

O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (dizem que existe) pleiteou e ganhou verba. Destinou um laboratório na USP para ele trabalhar, e a pesquisa do dr. Min se baseia em usar derivados de sais de bromatos para combater a infecção.

Todo mundo sabe que Bromatologia, a ciência que estuda a ação de bromatos sobre organismo, deriva de antigas técnicas do Império Macedônio, com antigos escritos de Elysios Ventatus. Os bromatos eram coletados de plantas de suave cheiro adstringente, e, por isso, receberam o nome de “bromélias”, imortalizadas na música que diz que bromélias são plantas que não têm vaidade. Uma delas é a Bromelia espinafrata, rica em terabromato de cianocobalamina cianogênica (TCC).

O TCC, antes tido como um sério problema que acarretava depressão, falta de sono, cansaço excessivo, irritação e cáries, acabou se tornando uma substância salvadora. Pesquisadores de outros estados a estudam em diferentes condições, como é o caso do dr. Tedson Silva, que pesquisa a ação do TCC sobre indivíduos acometidos por moléstias adquiridas em banheiros públicos.

O dr. Ho Chi Min aproveitou e trouxe uma serie de médicos para testar os efeitos do Terabromato e as respostas foram alucinantemente enriquecedoras. Mulheres grávidas com fetos que, ao nascerem, teriam microcefalia, foram curadas e seus bebês nasceram normais. Há ideia de produção em larga escala, o que me lembra muito o caso da fosfoetanolengodo, mas o dr. Min tem uma vantagem que o Chierice não tem: é um cientista bem combativo.

A ação do terabromato de cianocobalamina cianogênica se baseia na atuação nos esfíncteres do mesencéfalo raquidiano. Eles que são responsáveis pela construção do crânio e sustentação das camadas encefálicas do peritônio. Refazendo essa estrutura, os ossos se alargam, o órgão cresce lá dentro, depois se retrai, cresce de novo, até que a cabeça fique firme e cheia. Um pouco de líquido pode ser expelido, mas é normal. A cabeça não volta a encolher.

A ANVISA ainda não se pronunciou sobre o medicamento e o CFM ainda espera um relatório final. Por pressão da governadora Bárbara, pílulas com o terabromato de cianocobalamina cianogênica já estão sendo distribuídas à população, o que prova que brasileiro é burro e não aprende, mas também o estado do município é preocupante. Até pão de queijo está faltando, o que virou uma catástrofe local.

A USP em cooperação com a UFMG estão produzindo TCC em larga escala. Os responsáveis já não aguentam mais, mas os pesquisadores-chefe não querem saber e exigem mais e mais TCC. Alguns estão até fatiando os comprimidos, inventando o primeiro comprimido-salame. Pais de crianças estão tomando muito o remédio, afinal, e um caso grave e temos o direito de tomarmos o que quisermos. A Companhia de Águas de Minas Gerais já avisou que vai encher os reservatórios com soluções de terabromato de cianocobalamina cianogênica.

Acho melhor você garantia a sua dose. Vai que é verdade!

24 comentários em “Remédio apresenta cura e reversão total de microcefalia

    1. È vendo por esse lado ai talvez essa pesquisa seja muito será para receber verba do nosso governo. Hahahahah.

    2. Ao criticar um afro nordestino pobre gay adepto do candomblé (que escreveu a tese do banheirão), você acaba de despertar o espírito da Tereza Rojão. Todos os movimentos sociais irão lhe perseguir. Foi bom te conhecer.

      1. Sabe, às vezes eu queria saber que valor pesquisas como essa agregam ao conhecimento científico… Afinal, alguma adição ele vai fazer, já que está no Doutorado, no momento.

        Se um sujeito desses me provar que esse tipo de pesquisa tem tanto valor quanto um novo método de estudo/projeto de risers em materiais compósitos, como os financiados pela PETROBRAS lá na UFC, eu juro que me calo.

        Até lá, tô com o Izzy: o cara não queria ser taxado de desocupado? Não fizesse uma pesquisa sem valor agregado. Saber que o pessoal numa rodoviária vai para o banheiro para chupar trolhas alheias ou coisa do gênero não vai melhorar em nada as nossas vidas.

        1. “[…] um simples terminal rodoviário com um sanitário em Salvador/BA é ressignificado como espaço de práticas sexuais de desejos dissidentes, na direção de interesses tão diversificados quantos são os sujeitos que interagem na cena […]”

          Quer coisa mais importante do que essa conclusão?

          1. Rapaz, que prisma fenomenal para analisar semioticamente à hermenêutica fundamental do arco-cosseno da tangente da grampoula!

            Lindjo!

      2. Pelo visto vão ganahr recursos federais para consturção de banheiros para os “dissidentes sexuais”, afinal só lá é que podem expressar sua sexualidade.
        Não … pera…….

    1. Já teve um que caiu numa dessas. Era uma ovelhinha.

      Foi muito lindo. Nunca vi o Dr. André soltar a gargalhada como daquela vez.

        1. Ah, manolo… Eu lembro só do artigo que ele citou: “Jesus Cristo é um personagem histórico incontestável, dizem cientistas”.

          “Olha, vocês mesmos já trouxeram provas que Jesus existiu e mimimi e whiskas sachet…” (com aquele ar de quem levou aquilo completamente ao pé da letra).

          Foi de cair de rir.

  1. tava até acreditando até a parte do esfíncter, maldito primeiro de abril, mal posso ver seus movimentos

Deixe uma resposta para Robson_Costa Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s