Vão-se os dedos, ficam-se os anéis de Saturno

O Pai da região do Lácio assenta-se em seu trono. Lá ele contempla seus domínios. Senhor da Justiça, da renovação, Saturno enfrentou seu destino várias vezes, e sempre saiu vencedor, ainda que Júpiter o desdenhe. Saturno é grande por si só.

Os anéis do astro-deus são inigualáveis. Mesmo Júpiter, o rei dos Planetas não tem os anéis que Saturno tem. A bem da verdade, enquanto Galileu já tinha observado os anéis de Saturno (ele o chamou de "orelhas". Quem descobriu que eram anéis, mesmo, foi Huygens), os anéis de Júpiter só  foram observados pela primeira vez em 1979, pela sonda espacial Voyager I. Mas por que Júpiter, Saturno, Urano e Netuno têm anéis e Vênus, Terra e Marte não têm? Falta um "Meu Anel, Minha Vida?" (ok, isso soou esquisito)

O dr. Nikolai Brilliantov é professor do Departamento de Matemática da Universidade de Leicester. Ele acha anéis um luuuuuuuuuxo!Por isso resolveu estudá-los, usando dados do telescópio espacial Spitzer. Segundo as observações do referido telescópio, o asteroide Chariklo possui anéis também. O que isso significa? Significa que você não precisa ser um gigante gasoso para ter anéis orbitando à sua volta.

O 10199 Chariklo é o maior asteroide centauro conhecido do Sistema Solar. Um asteroide centauro é um corpo celeste que orbita entre dois planetas, ao redor do Sol. Esses asteroides têm órbitas instáveis e acabam sempre cruzando com as órbitas dos planetas, e já sabemos de antemão que isso não vai durar para sempre por motivos que vocês conseguem imaginar. O Chariklo é bem grandinho, com um diâmetro estimado em 258 km. Se por algum motivo fortuito ele cair na Terra, o negócio não vai prestar e aquele seu encontro imaginário com a Scarlett Johanson jamais irá ocorrer. Entretanto, como ele fica entre Saturno e Urano. Há ainda milhares deles com, pelo menos, diâmetros maiores que 1 km, mas Chariklo está chamando a atenção por ter anéis. Na verdade, 2 anéis.

O que Chariklo tem a ver com os anéis de Saturno? Nada e tudo. Na verdade, o estudo do brilhante dr.  Brilliantov não diz respeito a Chariklo. Eu o usei como exemplo para mostrar que não se precisa ser um planetão para se ter anéis.

Brilliant e seus colaboradores demonstraram que a distribuição das partículas e o tamanho observado delas obedecem a um padrão, devendo ser o mesmo para todos os anéis planetários, bem como todas essas partículas de anéis planetários têm uma natureza semelhante.

Os anéis planetários, como os belíssimos do sistema Saturniano, consistem normalmente de partículas de gelo com uma pequena adição de material rochoso, orbitando a grande velocidade. No caso dos Anéis de Saturno, a velocidade chega a 72.000 km/h (!), mas é apenas um valor médio. Quando as partículas dos anéis se colidem, a velocidade implicará no que acontecerá a seguir. Em velocidades baixas, eles se fundem, uma vez que as forças de superfície atraem-nos e os mantém juntos, formando algo como bolas de neve. Existe, contudo, um processo inverso: Uma pequena porção de partículas que tem um desvio significativo da sua velocidade a partir da uma média. Ou seja, são muito rápidos. Quando essas partículas rápidas colidem com os seus vizinhos, essas partículas desmoronam em pedaços pequenos. Em outras palavras, quando as velocidades são bem maiores, essas partículas de dividem em várias outras.

Os cientistas têm construído um modelo matemático dos processos acima em anéis e estudados neste modelo por vários métodos. Em particular, eles resolvem numericamente um grande sistema de equações diferenciais. O trabalho dos pesquisadores explicou por que a abundância de partículas é inversamente proporcional ao tamanho delas. Quanto mais partículas, menos partículas grandes esses anéis terão.

A pesquisa foi publicada no periódico PNAS.

A pesquisa não diz como criar anéis como os de Saturno aqui na Terra. Isso em nenhum momento fará o filho de Júpiter deixar mais bonito. O planeta-deus ainda tem segredos, mesmo estando na nossa cara, e sempre é legal desvendar mais um mistério. Nem que seja para aparecer outro!

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s