A volta ao mundo em um hyperlapse

Ben Mikha é um aventureiro. Natural da terra dos Hobbits, ele saiu para dar um rolé, e por três anos tem viajado ao redor do mundo, audaciosamente indo em vários lugares, registrando timelapses e hyperlapses. O hyperlapse diferencia do timelapse, porque o timelapse você simplesmente coloca o tripé com a câmera e registra o movimento de tudo à volta. Quando muito, usa uma montagem equatorial para compensar o movimento da terra e das estrelas. O hyperlapse é registrado com a câmera em movimento.

Continuar lendo “A volta ao mundo em um hyperlapse”

Drones sacrificados ao Deus do Vulcão

Eu gosto de vulcões, ainda mais que eles tão bem longe de mim. Entretanto, é extremamente fascinante a magia deles, aquela coisa destrutiva e avassaladora que, ao mesmo tempo, é mesmerizante. Imagine que máximo seria dar um rolé por um enquanto estivesse em atividade. Bem, um outro maluco teve essa mesma ideia, mas para isso usou drones.

Continuar lendo “Drones sacrificados ao Deus do Vulcão”

Artigos da Semana 114

Uma coisa interessante a respeito de ficar uma semana fora é ver o quanto as pessoas que dizem que leem o seu blog efetivamente não leem o seu blog; ainda mais quando perguntam por onde você estava, mesmo você tendo avisado na semana anterior e na seguinte dizer que estava curtindo as férias. Shame on you.

Ainda assim, eu fiz a minha parte e deixei postagens legais. Espero que tenham gostado. Se não viram, poderão ver o que foi postado durante a semana.

Continuar lendo “Artigos da Semana 114”

O Control+Tab dos antigos

Quando eu escrevo artigos, não nem que sejam informações paralelas e adicionais, que não necessariamente farão diferença, mas ajudam em trazer mais subsídios para o melhor entendimento ou simplesmente porque é legal saber mais. No caso dos artigos especiais, eu fico com mais de uma janela dedicada a isso, com trocentas abas. É um trabalhão monumental, além de eu me perder várias vezes, mas no fim tudo dá certo.

Entretanto, fica a dúvida: como os antigos historiadores, eruditos, pesquisadores e cientistas faziam quando precisavam consultar mais de uma obra? Continuar lendo “O Control+Tab dos antigos”

O Hino para Nikkal

Deixe-me louvar Nikkal e exaltar Hirihbi,
o rei do verão; Hirihbi, o rei da devastação
Nikkal, deixe-me exaltar e louvar!
Yarah é luz; então deixe Yarah banhar-te
Com luz

Este é um poema antigo, bem antigo. Encontrado na região de Ugarit, na atual Síria, este texto está num tablete de argila com escrita cuneiforme, mas não é no idioma ugarítico, e sim em hurriano, idioma dos hurritas, povo que lá vivia lá pelo século 15 A.E.C.. Só isso, já seria fascinante, mas a história não acaba aqui. Este poema é a letra de uma música, o Hino Hurriano para Nikkal, a peça de música mais antiga encontrada, datando entre 1400 e 1200 A.E.C., tendo sido descoberto nas bibliotecas da cidade de Ugarit, hoje chamada Ras Shamra. Continuar lendo “O Hino para Nikkal”

Catedrais, taças e guerras. Como um átomo fora de lugar mudou a História

Sapatos correndo apressados ecoam seu som em desespero pelo límpido piso da catedral. As figuras dos vitrais observam impassíveis o terror do homem, em que um fio de suor gélido escorre pelas suas costas. O próprio Demônio parecia estar atrás dele, e talvez realmente estivesse. O bufar da respiração exalava ar úmido que condensava na atmosfera fria. Os olhos arregalados de puro terror. Acontecera de novo. Satã operara sua perversidade mais uma vez na Casa de Deus, uma ação ultrajante! Jesus, Nosso Senhor, a tudo observava do seu Calvário, olhando com reprovação.

É preciso sair dali; sair e encontrar alguém superior, alguém mais sábio. Mais investido do Poder de Deus. O medo impedia o homem ficar ali mais um minuto. O tubo rachara e aquilo era a ação maligna da crueldade lancinante de Lúcifer. O que poderia explicar isso? Continuar lendo “Catedrais, taças e guerras. Como um átomo fora de lugar mudou a História”

Artigos da Semana 102

Dia hoje foi de trabalho aqui (sim, a ironia do dia). Quase não tive tempo de postar os artigos que foram ao ar na semana. Sabe aquele lance de trabalhar muito porque a alternativa é trabalhar mais ainda no dia seguinte? Pois é, eu não tenho isso, já que eu já tenho bastante coisa pra fazer amanhã.

Bóra pros artigos!

Continuar lendo “Artigos da Semana 102”

Analisando séries e filmes de super-heróis XXVI

Adam West é o único The Batman possível

Eu sou fã do Batman, e esse sentimento começou quando eu era criança e via o melhor Batman de todos os tempos: O Batman do Adam West. Era galhofa, eu sei e não me importo! Tinha SOC, PUNCH, OOOOOF e várias onomatopeias. Eu achava e acho o máximo. Entendam, sou de um tempo que a gente aprendia a curtir os filmes e seriados de sua predileção, e não ver algo para ir reclamar. Todo mundo que assistiu ama este seriado.

Continuar lendo “Analisando séries e filmes de super-heróis XXVI”