A beleza catastrófica chilena

Às vezes, eu penso que sou um sádico. Mesmo sabendo da desgraça que é ter um vulcão em seu quintal, não consigo parar de admirar uma erupção vulcânica. A biola da vez é o vulcão Calbuco, no sul do Chile. O país está em alerta vermelho por causa dele, cerca de 4000 pessoas já foram removidas. A catástrofe está às portas, um bando de idiotas já acha que é o fim-do-mundo

Mas, ainda assim, eu acho bonito. My bad.

O Calbuco é um estratovulcão. Ele passa por longos períodos inativo, mas quando volta, vem com força total, e não fica só naquela de derramar sua lava como uma caldeira, mesmo sendo um estratovulcão, ou seja, um vulcão com forma cônica que muitas vezes expele lava de forma transbordante. O Cabulco é um pouquinho mais temperamental. Ele já teve, pelo menos, 10 erupções desde 1837. Uma das maiores erupções históricas no sul do Chile ocorreu lá em 1893-1894 e a última está ocorrendo agora, nesse instante, tendo começado no dia 22 p.p., depois de estar adormecido desde 1972.

O vídeo a seguir é um time lapse de fotos tiradas quando a erupção começou. Divirtam-se:

Aquilo que você viu relampejando não é bem um temporal. Quer dizer, até pode ser, mas criado por outros motivos.

Erupções são responsáveis em lançar na atmosfera grande quantidade de gases, cinzas, lava e sua vida, se você der mole. Você pode notar que os relâmpagos são sempre mais intensos quando dos estágios iniciais de uma erupção, mesmo porque, a quantidade de materiais sendo jogados pra fora é sempre maior.

Substâncias químicas em alta temperatura acabam se dissociando em íons. Isso sem falar na imensa quantidade de elétrons chutados fora por causa do atrito de partículas em suspensão. A atmosfera vai se carregando eletricamente, até que qualquer mínima perturbação faz com que o equilíbrio entre partículas positivas e negativas seja atingindo, quando um enorme fluxo de elétrons caminha de um pro outro. O vapor d’água começa a se condensar nas camadas superiores, formando nuvens (que ao contrário do que muitos pensam, é água no estado líquido), devido a temperaturas mais baixas, e com a alta quantidade de partículas finamente divididas, essas gotículas de água se juntam e caem sob a forma de chuva.

Essa água da chuva se combina com os óxidos de enxofre, também expelidos pelo vulcão, formando chuva ácida e as seguidas explosões geram vento, o que faz disso tudo uma maravilha chamada "SAI DA FRENTEEEEEEE!!!!!!!"

Quando as cinzas hiperaquecidas, nuvens de vapor ácido e explosões que muitas vezes geram ondas de choque quase com a velocidade do som, temos fluxos piroclásticos vindos na sua direção. Então, ou você é queimado vivo pela lava, ou é tostado por fluxos piroclásticos ou é queimado por chuva ácida ou é intoxicado por gases extremamente corrosivos ou tudo isso de uma vez.

De acordo com a Globo News, as autoridades locais (que não estão no local, por não serem idiotas) decretaram o toque de recolher em Puerto Montt e em outras duas localidades para evitar saques ou roubos nas casas que tiveram que ser esvaziadas. As aulas também foram suspensas. O ministro do Interior recomendou à população que fique calma e que se mantenha informada.

Ainda assim, eu gosto de ver estas explosões, da mesma maneira como vocês gostam de ver documentários sobre a Savana Africana. Mas ficar encarando um leão, cara-a-cara, sem nada lhe protegendo não é algo que você iria querer, não é mesmo?

5 comentários em “A beleza catastrófica chilena

  1. Li um livro a alguns anos, acho que se chamava Colapso, que investigava como algumas civilizações entraram em declínio e lá dizia que a ilha de Páscoa (Rapa-Nui para os íntimos) teve uma corrida entre os lideres locais onde eles tentavam construir estátuas cada vez maiores esgotando, os famosos Moais, os recursos da ilha.
    O problema é que Rapa-Nui não fica ao alcance da poeira dos vulcões próximos que serviriam para manter o solo fértil e com isso a civilização local entrou em colapso.

    E vulcões são muito maneiros, mesmo!!

  2. A um grande alarde por parte da mídia. Mas apesar da comoção devido os estragos que o grande vulcão causa, não vejo muita mobilização por parte das pessoas para ajudar de alguma forma…

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s