CERN encontra partículas semelhantes ao Bóson de Higgs

Por que este famigerado bóson é importante? Aliás, o que é um bóson? É de comer? Bósons são partículas que possuem spins inteiros e obedecem à estatística de Bose-Einstein, por exemplo, o fóton, o glúon, o átomo de Hélio-4 e o bóson de Higgs. Isso já ajuda a elucidar muita coisa, certo? Pra mim, não. A questão é que essas partículas ajudam a explicar como o Universo é o que é, e eu não perderei meu tempo gastando bytes desnecessários para explicar cada um deles.

Detectar essas partículas não é algo fácil, ainda mais o tão falado bóson de Higgs, que em tese seria a partícula que explica porque as coisas possuem massa, a qual deforma o espaço-tempo em maior ou menor grau. Ele era uma das partículas mais caçadas pelos cientistas do CERN, que até agora não tinham achado nadica de nada… pelo menos, até agora.

O bóson de Higgs é, talvez, o mais safadinho dessas partículas, é preciso muitas experiências para tentar achar sua assinatura, colidindo partículas a incríveis velocidades e com energias absurdas, sendo que o distinto bóson possui vida extremamente curta. Hoje, o CERN divulga que foi encontrado uma partícula que tem muitas semelhanças com o bóson de Higgs, a partícula que os retardados dos jornalistas se apegaram à mania de chamar de "partícula de Deus", sendo que nenhum cientista o chama assim. A bem da verdade, a expressão vem expressão vem do livro do ganhador do prêmio Nobel Leon Lederman, em cujo esboço de título era "A Partícula Maldita" ("The Goddamn Particle", no original), dada a dificuldade de encontrar aquela… aquela maldita partícula. O editor era politicamente idiota correto e mudou o título para The God Particle, ou "A Partícula de Deus".

Saindo de tais elucubrações e indo para a notícia, para o dr. Sergio Bertolucci (que é diretor do CERN e não de cinema) é difícil não ficar empolgado com os resultados e que a observação desta partícula indica o caminho pelo qual teremos uma compreensão mais detalhada de tudo que existe por aí. Obviamente, nada acabou, pois é preciso estudar esta partícula, e o próximo passo será entender a natureza dessa partícula e quais as suas características.

Enquanto trilhões de dólares são gastos com armamentos, bilhões são dados de graça a políticos e suas "bases", milhões são "investidos" em programas sociais que não resolvem nenhum problema a não ser rechear a conta de presidentes de ONGs, o que se gastou no LHC mostra-se uma ninharia pelo tanto que aprenderemos e pelas tecnologias que foram desenvolvidas no decorrer desse processo. As criancinhas na África? Ah, puxa, me conte sobre as várias quentinhas que você doou aos pobres,das visitas que fez aos asilos e dos livros escolares que deu a crianças carentes, sim?

A descoberta de uma nova partícula não mudou a minha vida, não impediu que eu pegasse um congestionamento monstro de manhã e outro à tarde. Não impediu que pessoas morressem em guerras estúpidas e nem curou o câncer ou a AIDS. Não era função dos cientistas do CERN descobrir isso. A função deles é entender o mundo e isso traz uma série de conhecimentos paralelos, que podem não ser úteis a pessoas comuns, assim como pessoas do século XIX não viam muita utilidade em algo tão perigoso e mortal como a eletricidade. Que diferença faz se um rato respira em um gás e é sufocado em outro? Os pobres e miseráveis ainda eram achincalhados pela nobreza indiferente e um clero dominador. Nenhuma babuska da Rússia teve sua vida mudada depois que um siberiano de cabelo desgrenhado resolveu fazer tabelinha, e uma tabela que não tinha nada a ver com gravidez. Saber que uma maçã caindo e a Lua se erguendo sofrem ação da mesma força fez alguma diferença para quem morreu de peste negra? Não fez diferença nem pra quem dependia do fluxo das marés, então para que saber da existência de uma partícula idiota?

São perguntas como muitas outras. O que separa as pessoas comuns dos cientistas não é o ato de fazer perguntas e sim fazer as perguntas certas. Parabéns ao pessoal do CERN não pelas respostas, que ainda estão chegando, mas por terem ousado a fazer as perguntas.

Science, motherfuckers. SCIENCE!!!


Fontes:

18 comentários em “CERN encontra partículas semelhantes ao Bóson de Higgs

      1. @André, tudo bem, desculpe-me… Eu estava online quando chegou. Eu também fiquei estático quando lí o título, parei tudo pois queria notícias do CERN.

          1. @André, mano, eu jurava que você tinha ficado bravo… Enfim, valeu, agora eu sei de onde veio a explicação de que o planeta X ou Nibiru são farsas. O Bad Astronomy tem coisas interessantes lá ^^

  1. grande notícia! hoje de manhã, meu professor de física estava muito animado haha. Deixou de lado o vestiba e falou a aula inteira sobre isso. O triste é ter que ouvir um colega do meu lado sussurando: -af, ao invés de dar matéria ele fica enrolando.

  2. :twisted: Agora eu quero ver aonde mais o os deuses poderão se esconder, especificamente o deus cristão……………..nossa o Craig deve tá louco de raiva agora kakakakakakaka. Cada vez mais a ciência explica o universo como um todo e a religião se encolhe aos fatos.

  3. Li em alguma esquina da inet que essa descoberta, se comprovada, põe por terra a teoria das supercordas. Porém, não vi relação entre as duas.

  4. Alguém já reparou do sensacionalismo da Globo ao falar sobre ciência? Eu ontem li no G1 na hora do almoço que PODERIA ser o bóson de Higgs, hoje de manhã eu tranquilamente vendo o telejornal eles anunciam: “Descobriram o bóson de Higgs”! Eu fiquei em um mix de felicidade e espanto, “puxa já comprovaram, esse povo do CERN não está de brincadeira”. Quando durante a matéria de no máximo 2 minutos, eles falaram que tinham indícios. :cry:
    E o Corinthias na libertadores ocupou o resto do jornal, faltaram mostrar a cueca da sorte que garantiu o título ¬¬.

  5. Imaginem como o Sr.Peter Higgs deve estar se sentindo agora.Se realmente a partícula se confirmar como sendo o Bóson que ele previu,a satisfação que ele irá sentir será inigualável.

  6. É fantástico pensar que a 50 anos uma partícula que não possuíamos tecnologia para observar foi prevista através de modelos científicos e hoje estamos próximos de confirmá-la.

    É mais fantástico ainda ler notícias que tem gente reclamando do fato dos cientistas terem usado “comic sans” como fonte nos slides do anúncio da descoberta. Não deixo de ficar surpreso com a futilidade de algumas pessoas que, em meio a algo “histórico”, reclamam da fonte usada nos slides.

    1. Quando vc tem pós-doutorado em Física de Partículas e prestes a ganhar um prêmio Nobel, vc pode até mandar seu filho de 5 anos escrever a notícia com garranchão característico ou fazer o site com fonte Quenya ou Sindarin.

Deixe uma resposta para Afonso Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s