Para Vaticano, Bóson de Higgs prova que Deus existe

Ah, sério que algum de vocês achou que seria diferente? Para Dom Sánchez Sorondo, chanceler da Pontifícia Academia das Ciências, alguma criatura bondosa pôs o Bóson de Higgs lá e isso prova que Deus existe, levando a níveis inimagináveis a tosqueira que é o Argumento (para mim, falácia) de Kalam, também conhecido como Argumento Cosmológico de Kalam. E isso já era idiota quando foi proposto, ainda mais agora com versão 2.0.

Promovendo colisões em todos os lugares, esta é a sua SEXTA INSANA!

O Argumento de Kalam como nos é apresentado hoje é uma idiotice proposta por um idiota. E qual idiota seria superior em idiotice senão o tosco do Willian Lane Craig, que tomou piau de todo mundo com quem debateu e só na mente de crentes fanáticos é que ele ganhou algo (ser refutado por Bart Ehrman logo nas suas primeiras frases é algo lindo de se ver).

O Argumento de Kalam tem este nome porque "kalam", em árabe significa "discussão", o que implica que quem inventou este termo tem certos problemas com o idioma árabe. Entretanto, vamos deixar isso de lado e mencionar que um dos primeiros a usar este tipo de argumento foi Aristóteles, e não por acaso a ele é creditado um atraso de 500 anos no pensamento científico. Em sua época, esta falácia era conhecida como Argumento Cosmológico. E ele se baseava em premissas tolas como:

  1. Tudo que existe precisa de uma causa.
  2. O Universo existe.

Conclusão: O Universo tem uma causa primeira

Na mente tacanha de Craig, isso é substituído por:

  1. Para que algo exista, é preciso um Criador.
  2. O Universo existe.

Conclusão: O Universo teve um Criador.

Perceberam a falácia? Ora, o primeiro axioma diz que tudo precisa de uma causa. Sério? Qualquer cético que começou seu ceticismo ontem só precisa perguntar: "É mesmo? Prove!". Daí, vem a palhaçada de Pailey e seu relógio mágico. Só que eu construí um relógio para ver as horas. A tal causa mágica criou o Everest para…?

Os desígnios da Causa Primeira são misteriosos.

Ahan, tá. Então, vem a segunda pergunta mais que óbvia: Quem causou a Causa Primeira?

A Causa Primeira é a primeira, então não foi criada por ninguém.

Sei, tudo que existe precisa de uma causa, a Causa Primeira existe e não precisou de uma causa, o que é um paradoxo que inviabiliza este encadeamento lógico. Indo por este ponto, temos:

  1. Tudo que existe precisou de um Criador.
  2. Existe um Criador

Conclusão: O Criador foi criado por alguém.

Sendo o Criador, ele não precisou ser criado. Ele sempre existiu.

Então, usando de extrema força interior para não dar um tapa no sujeito, pergunta-se: E por que o Criador pode aparecer do nada e o Universo, não?

Vou rezar por você.

Num encadeamento lógico, o segundo axioma não pode contrariar o primeiro. Ou o primeiro axioma é verdadeiro, ou o segundo, ou nenhum dos dois. Querem um exemplo?

  • A sentença a seguir é verdadeira.
  • A sentença anterior é falsa.

(Com tiradas assim, Parmênides não deve ter feito muitos amigos.)

Isso não passa de falácia Ad Hoc, com sua vertente "!alácia da consequêcia". Ela é anti-científica, porque para ser considerado um argumento válido na Ciência, é necessário isolar os fatores. Então, teríamos que estabelecer o seguinte: O Universo existe e tudo que existe foi criado. Eu tenho que aceitar que o que criou o Universo também foi criado, ou, caso contrário, eu terei que algo NÃO FOI criado. E se algo não foi criado, o axioma perde o sentido e não é tudo que existe tenha necessariamente que ter um Criador. Logo, o próprio Universo não precisou de um Criador, e para eu poder afirmar do contrário, eu terei que provar que sem um Criador eu jamais teria um Universo.

Sorondo diz que o Bóson de Higgs existe porque algo o criou mas não consegue determinar que sem este "algo" o referido bóson jamais existiria. E ainda vou mais além: sou capaz de afirmar sem sombra de dúvida que para Sorondo o que fez aparecer o bóson de Higgs é o deus judaico-cristão, implicando na falácia Preto-no-branco, onde apenas duas hipóteses são verificadas: ou o bóson amado por todas as nações foi causado pelo deus judaico-cristão, ou jamais teria sido crido. Bem, eu posso dizer que sim, o bóson com IBOPE foi criado por uma divindade, mas não o deus judaico-cristão e sim o deus Goku. Sendo Goku o único e verdadeiro deus, aquelas histórias bíblicas falando de um deus chamado Javé é mentira. Se não existiu nenhum deus Javé, então a Bíblia mentiu e, com isso, fica provado teologicamente que Jesus jamais existiu, posto que ele não pode ser filho de algo que jamais existiu, ou então é filho de Goku. Então a Santíssima Trindade é, na verdade, Goku, Gohan e Goten.

Então, Sorondo, meu filho, este blábláblá que Deus foi provado pelo Bóson de Higgs, a partícula amiga da garotada, serve para provar qualquer deus e o seu anda com baixa popularidade. De repente, Mohammed mandou o Bóson vir nos abençoar em nome de Allah.

Para Sorondo, o cientista descobre leis que não colocou lá, como se eles quisessem alterar a realidade dos fatos. Ele se pergunta, então, quem foi que colocou a partícula lá, o que, ainda segundo ele, implica numa questão teológica: "O cientista é simplesmente diz o que ele descobriu, o crente vê o fruto da vontade de Deus "

Acredite em algo, e este algo existirá! Agora, troque a palavra "Deus" por: Rael, Cuculmatz, Quetzalcoatl, Shiva, Osíris, Lula, Maluf, Tiririca, André do Ceticismo.net…


Fonte: Vatican Insider

31 comentários em “Para Vaticano, Bóson de Higgs prova que Deus existe

  1. Excelente texto, depois da onça morta todo mundo vai lá tirar uma foto. Milhares de cientistas estudando e debatendo (e aposto que Jesus nem apareceu em reunião alguma ou pra dar uma mão na manutenção do LHC) pra no final os líderes religiosos vierem com este papinho…

    Só falta algum religioso vir falar mal da garganta do Diabo, dizendo que ela tem mau hálito por pertencer realmente ao tinhoso.

    1. @leandrosansilva, Só dá IBOPE por causa do nome “partícula de Deus”(sic), se fosse apenas Bóson de Higgs esses “xiitas” continuariam rezando para os famintos dentro de seus templos cobertos de ouro.

  2. É só desespero de causa dos padrecos do vaticano. Estão pegando carona no estardalhaço provocado pelo título “Partícula de Deus” e tentando tirar proveito disso. A crentalhada mais ignara vai cair na conversa mole e, no futuro, é provável que aparece alguma igreja ou religião tipo “Igreja dos Seguidores da Fé Inabalável da Partícula de Deus” ou qualquer outra catrevagem semelhante. Observem só os comentários que rolam nos sites de notícias.

  3. Fico imaginando quantas mais partículas os cientistas irão encontrar com o passar dos anos e o aumento da tecnologia para, justamente, mostrar aos fanáticos de plantão, que “eles” devem olhar o mundo de forma diferente!!?? André, não esqueça do São Vedita… além da ” Santíssima Trindade, Goku, Gohan e Goten.”

  4. KAKAKAKAKKA eu sabia que não ia demorar nada para os “crentelhos”, começarem as suas falacias, quando se é descoberto algo tão importante e que anula a existência de deus, esses caras sempre usam o mesmo bordão QUEM FOI QUE COLOCOU AI, é de se admirar o desespero dessas pessoas que acreditam em contos de fadas, mas já chegou a base do ridiculo tudo isso que eles vomitam.
    Fico cada vez mais contente a cada dia em saber que não é preciso que um amigo imaginario tenha feito tudo isso “Universo”. :grin: E agora aonde os “crentelhos” vão esconder os deus deles agora ??????

  5. Tudo culpa do editor daquele livro – esqueci o nome do autor – que decidiu mudar o título para “Partícula De Deus”, e dos jornalistas, já que todo cientista de verdade usa o termo “bóson de Higgs”. Belo texto.

  6. A questão da primeira causa tem razão de ser. Ela está baseada na tentativa de se encontrar os princípios primeiros, coisa que a ciência nunca vai conseguir, e Platão ja´sabia disso e por isso se preocupava com a questão da contemplação, para achar as causas primeiras(ao contrário do que você, que nunca leu uma obra do cara, defende, ele não era um estúpido. E eu sei que você nunca leu porque o chamou de misógino, coisa que ele estava longe de ser)

    “Suponha que tenhamos uma crença p, por exemplo, de que o vácuo existe. Essa crença pode ser objeto de controvérsia, isto é, alguém poderia sustentar ~p, ou seja, que o vácuo não existe. Na medida em que há controvérsia, é preciso que se justifique uma opinião, que se deem boas razões para aceitar p e para recusar ~p. Podemos justificar p a partir de outra crença, digamos q (o movimento existe). Mas podemos perguntar novamente: por que afirmar q e não ~q? Podemos então responder que aceitamos q tendo em vista r (só há movimento onde há vácuo). Ora, mas novamente se coloca a questão: por que afirmar r e não ~r? É fácil perceber que esse processo se segue indefinidamente, que ele não tem fim. Trata-se de uma regressão ao infinito. Uma aparente solução é parar em algum lugar e dizer que tal crença é evidente por si mesma e não precisa ser justificada. No entanto isso é arbitrário. Ademais, se adotamos uam crença arbitrariamente para servir de base para todo o edifício das justificações, por que já não afirmar de modo arbitrário, desde o princípio, p? Uma outra tentativa seria justificar r a partir de p, mas isso seria uma justificação circular.

    1. A questão da primeira causa tem razão de ser.

      Qualquer crente pode afirmar isso.

      Ela está baseada na tentativa de se encontrar os princípios primeiros, coisa que a ciência nunca vai conseguir

      Apelo à Ignorância. A Ciência pode não conseguir, mas ficar com a bunda sentada e se dar por vencido é ótimo na mente tacanha dos religiosos, mas não dos cientistas. por exemplo:

      — Por que pessoas ficam se sacudindo, babando e tendo um comportamento pra lá de esquisito?

      Religioso: É por causa de espíritos malígnos.

      — Por que isso?

      Religioso: porque o cara é pecador.

      — Quem determinou que tinha que ser assim?

      Religioso: Deus quis assim.

      Assim é fácil.

      e Platão ja´sabia disso e por isso se preocupava com a questão da contemplação, para achar as causas primeiras

      Pois é. Ficar contemplando ao invés de fazer testes, experimentos e repetição de medições. Deve ser por isso que Galileu é considerado Pai do Método Científico e Platão disse que as substâncias eram feitas de sólidos perfeitos e blábláblá.

      Diz aí: qual é a causa primeira que causou a causa primeira? Oh, ficarei com a bunda sentada pensando e pensando…

      (ao contrário do que você, que nunca leu uma obra do cara, defende, ele não era um estúpido. E eu sei que você nunca leu porque o chamou de misógino, coisa que ele estava longe de ser)

      Pelo menos eu não sou analfabeto ao ponto de ter visto o nome “Platão” no artigo acima.

      Enquanto isso, enriqueça-se com esses links:

      http://plato.stanford.edu/entries/feminism-femhist/
      Trecho do livro Women in the Ancient World: The Arethusa Papers
      http://www.philosophicalmisadventures.com/?p=30
      http://classicsnetwork.com/essays/The_Nature_of_Women_in_Plato_and_Aristotle/786

      Aceito suas humildes desculpas por duas MERDAS que a ´rincesinha falou: 1º Eu não mencvionei o débil mental do Platão no texto. Segundo, os textos que referenciei demonstram a visão do greguinho, que achava que mulheres eram inferiores e isso era importante para a manutenção da república.

      Ah, e terceiro: filosofia é a arte de procurar um gato preto que não existe em meio à escuridão. Pode chorar. :D

      “Suponha que tenhamos uma crença p, por exemplo, de que o vácuo existe. Essa crença pode ser objeto de controvérsia, isto é, alguém poderia sustentar ~p

      Blábláblá tirado do livro do Ceticismo por Plínio Junqueira Smith. Vamos encurtar: Alguém tem a prova da existência da Causa Primeira? Não? Então vão à merda. Depois, quando estiverem lá, me digam como a Causa Primeira apareceu. :D

      O pensamento cético se baseia em provas e evidências. Filosofias assim são pura masturbação mental do que se quer acreditar. Filósofos não são mais inteligentes nem mais reflexivos, são tão-somente idiotas que se fazem de cultos e copiam e colam parágrafos de obras alheias sem citar a fonte, mostrando como são honestos intelectualmente. Eu só pergunto uma coisa: COMO SURGIU A PORRA DA CAUSA PRIMEIRA?

      Té mais, senhor felózofo de boteco. E não adianta xingar. Quero a resposta à pergunta (as desculpas eu sei que vc jamais terá coragem e honestidade de pedir).

      1. @André,

        Se uma pessoa dizer que Deus existe e dizer que é filósofo, prova que não estudou filosofia em nada.

        No máximo, Deus pode existir, assim também das fadas.

  7. Traduziram errado o apelido do Bóson de Higgs. Não é “Partícula DE deus”, mas “Partícula deus”, já que em inglês o apelido é “God Particle”. Quem a cunhou foi um físico ateu. Era para o apelido ser “maldita partícula”, dada a dificuldade em acha-la, mas acabou sendo “Partícula deus” mesmo, só que em todo lugar que vejo, a imprensa usa “partícula de deus”. Aí a confusão está gerada..rsrs

    Rei Childerico confundiu Aristóteles com Platão? Ou ele não leu o texto ou leu com má vontade rsrsrsr.

  8. Mesmo que a causa primeira seja um dia revelada, os teístas “nunca” a aceitarão.
    Quer saber… Talvez todo o universo não passe de solipsismo da parte do Rei Childerico!!!

    1. @pklaatu, Os religiosos não aceitam que o universo tenha surgido de forma espontânea. Eles acham que partículas não podem vir do “nada” e que tem que haver um ser que as tenha criado. Mas isso não é necessário e a cada dia a ciência descobre que o “deus das lacunas” é menos necessário.

      Se deus sempre existiu e criou o tempo e espaço, porque as partículas também não podem ter sempre existido e um belo dia o big bang as espalhou de forma que passados bilhões de anos o universo o qual conhecemos hoje tenha se formado?

      A questão é que não podem aceitar que o universo não foi feito para nós, que estamos sozinhos nesse mundo, que não existe paraíso nem inferno e que não há um ser bonzinho controlando seus destinos. Isso daria a eles um sentimento de inferioridade e de vazio existencial muito grande, então preferem viver na ignorância “confortável” que na realidade dura.

  9. O Argumento Cosmológico de Kalam, não é bem assim. Tem um erro grave que invalida toda essa discussão. O argumento correto é:
    1. Tudo que TEVE UM COMEÇO, tem uma causa
    2. O universo TEVE UM COMEÇO,
    3. Logo, o universo teve uma causa

      1. @André, A “Possibilidade” do universo existir é algo que existe, mas não teve um começo. A “Possibilidade” do universo existir é eterna. Não esquecendo que a Possibilidade depende dos evento necessários para se confirmar.

          1. @André,

            Possibilidade = Qualidade do que é possível.
            Me explica esta logica…
            O universo existe, mas não existe nenhuma possibilidade dele existir, por que ele existe e fim de papo? :shock:

          2. Olha só, o Universo pode muito bem não existir. Isso inclui vc também. Somos apenas elétrons percorrendo o sistema da Matrix.

  10. Este argumento admite, que a primeira causa tem que ser eterna, desta forma algo que é eterno não tem um começo, portanto não necessita de uma causa.
    Por muito tempo se pensou que o universo fosse eterno, o que eliminaria a necessidade de uma causa, porém as evidencias cientificas mostram que o universo teve um começo e se a premissa 1 estiver correta, segue a conclusão logica que o universo teve uma causa.

    1. Agora, vamos às suas provas…

      (by the way: o Universo pode não ter tido um início, e sim expande e se contrai em ritmos. Logo, seria eterno)

      1. @André, A teoria do Big Bang – Big Crunch eterno é falseável? Se ela não é falseável ou empírica, então é pseudociência pela impossibilidade de se aplicar os Métodos Científicos, para sua comprovação.
        Se for comprovado que a densidade do universo for superior a densidade critica, poderíamos dizer com certeza que ao menos um Big Crunch do universo seria possível, mas daí a afirmar que este ciclo é eterno, é apelar para pseudociência, pois isso não tem como observar.
        Observações cientificas, revelam que a expansão do universo tem uma aceleração positiva e até agora não se observa como isso possa se reverter, (A bendita energia escura está soprando este balão até ele estourar) a tendencia é que universo vá se expandir indefinidamente e talvez, até a matéria ser desintegrada.

  11. ao contrário do que todo mundo pensa a partícula não vai provar se deus existe ou não, é um mistério não sabemos, e mesmo que uma pessoa diga que é ateu e ela tem a pura certeza que deus não existe ela não consegue provar porque de que ele não existe.
    Não estou afirmando também que a a partícula é só mais uma descoberta ciêntifica, mas levando em consideração de que tudo no mundo ciêntifico é provado é uma burrice tentar guerrar com contra uma coisa que ninguem tem certeza.
    bóson higgs só vai afirmar que a matéria pode se formar do nada, mas mesmo assim por que ela surge simplesmente assim? Vocês acham que os ciêntistas não vão querer saber o por que disso também como os cristãos? afinal apenas estamos dando voltas quando se estamos tratando de ateus e cristãos, falando isso e guerreando por aquilo, apenas temos que esperar, é como dar um tiro no escuro em ambas as partes não temos certeza. ;-)
    e como anjelvila disse o nome: A Partícula De Deus só gerou uma discução, o que deveria ser “a particula divina”só se tornou a maldita entre os cristãos.

    1. @giovana, Por favor, Parem com essa história de que a matéria veio do nada. A Ciência não diz isso! A Teoria do Big bang não diz isso!
      O Bosón de Higgis Apenas ajuda a entender como a matéria se relaciona, como se formam as forças fundamentais do nosso universo.
      E finalmente sim, é muito dificil provar que algo não existe, já que quem tem que provar que algo existe/aconteceu é quem afirma e não quem nega!

  12. Andre,
    “Sim, é falseável. Maiores detalhes no seu livro de divulgação científica mais perto de vc.”

    Acho que isso é uma resposta tão boba quanto :
    “Sim Deus existe, veja em uma bíblia mais proxima de voce.”

    As vezes da preguiça mas é melhor não responder do que soltar uma dessas.

    Se o cara pos dúvida sobre a falseabilidade, provavelmente quer uma elaboração sobre a ideia.

    “O Big Bang prevê a expansão cósmica pela lei de Hubble, a existência da radiação de fundo na temperatura atual de 3 kelvins, a homogeneidade e isotropia do Universo, a abundância relativa de hidrogênio, deutério e hélio, tudo isso confirmado observacionalmente. Veja isto:
    http://www.astro.ucla.edu/~wright/cosmology_faq.html

    retirado de :
    http://wolfedler.blogspot.com.br/2011/08/qual-o-seu-criterio-de-falseabilidade.html

    Bem se não fosse observado uma radiação de fundo ou o universo não apresenta-se uma isotropia isso seria inconsistente com a teoria do Big Bang.
    A teoria é falseável pois certas observações poderiam contradize-la.

    Quanto ao Big Crunch, acho que é falseavel. Pois se for determinado que a densidade média do universo é igual ou inferior à densidade crítica então não teremos o Big Crunch. Não existe impossibilidade teórica (até onde sei) para inferirmos a densidade crítica do universo, a impossibilidade é técnica. Mas creio que a teoria mais aceita é o Big Freeze na ausência de evidencias que suportam que o universo irá desacelerar.

    Não conheço muito sobre o assunto então me avisem se escrever qq bobagem.

    1. Acho que isso é uma resposta tão boba quanto :
      “Sim Deus existe, veja em uma bíblia mais proxima de voce.”

      Só numa mente altamente perturbada a ideia que um livro baseado em modernas pesquisas, embasadas por zilhões de artigos indexados é comparável a um monte de relatos coletados desde a Idade do Bronze. Não tenho culpa se vc nunca leu nada mais profundo que postagens de Facebook.

      As vezes da preguiça mas é melhor não responder do que soltar uma dessas.

      Existe uma coisa chamada biblioteca. Se vc não conhece, garanto que existe alguma na sua cidade. E eu não tenho obrigação de dar aula particular de graça.

      Se o cara pos dúvida sobre a falseabilidade, provavelmente quer uma elaboração sobre a ideia.

      Leia o pai da criança: Popper.

      “O Big Bang prevê a expansão cósmica pela lei de Hubble(…)

      Viu? Melhor que dar tudo de bandeja. Vcs têm preguiça de pesquisar.

  13. @André, já vi você citar várias vezes que Aristóteles atrasou a ciência em 500 anos.Tenho interesse no assunto mas não consegui achar nada a respeito na net, você poderia por favor me mandar algum artigo sobre esse tema?

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s