As aves de rapina de uma tragédia

urubus.jpgA essa altura do campeonato, você já deve estar de saco cheio ler, ver e ouvir sobre o terremoto de proporções cataclísmicas ocorrido no Haiti. Milhares de pessoas morreram, o país – que por si só já vive em algo pior que uma tragédia grega – está devastado. Os hospitais tornaram-se depósitos de mortos e desesperançados. Muitos brasileiros, entre eles os militares que estavam em missão de paz e a ilustríssima Zilda Arns, perderam suas vidas lá. Não há palavras na língua dos homens, dos elfos ou dos anões que possam demonstrar terror ante o ocorrido. Mas, contudo, devemos saber quando parar, e algumas coisas estão passando dos limites.

Percorrendo por notícias, blogs etc, vejo um exagero, hipocrisia e aproveitamento do fato. Alguns usam a tragédia para ganhar hits, arrumando uma graninha com o adsense, outros clamam por justiça divina, dizendo que devemos orar pelos acidentados e que a alma dos mortos encontrarão o Senhor Deus Benevolente que matou de forma cruel e bárbara mais de 40 mil pessoas. Eu adoro este deus. Tão bonzinho… Mas, vamos ordenar nossos pensamentos.

Primeiramente, o que, em nome de Odin, tropas brasileiras estavam fazendo lá. Levando paz? QUE PAZ? Vamos ser sinceros: o Haiti, antes conhecido como a Pérola das Antilhas, tornou-se um lixo de lugar. O mais miserável país do Ocidente. Séculos sob colonialismo extrativista fez com que uma das mais ricas ilhas da região se tornasse o depósito da imundície, onde nada de bom cresce ou se desenvolve lá. Não me refiro ao povo, subjugado por europeus, onde negros escravos e criminosos foram jogados lá, como lixo que é varrido pra debaixo do tapete por uma empregada preguiçosa. O Haiti é um grave erro cometido em algum ponto da História, tenda um crescimento real previsto para 1%, no levantamento feito em 2008 (os dados presentes aqui são do CIA’s World Fact Book), onde 80% (OI-TEN-TA) das pessoas estão abaixo da linha da pobreza, morando num país com cerca de 9 milhões de pessoas vivendo em 27.750 km² de tristeza. Só para vocês terem uma idéia, o município de São Sebastião do Rio de Janeiro (mais conhecido como Rio) possui uma população de cerca de 6 milhões de habitantes vivendo numa área superior a 1.100 km² (dados do IBGE [1] e [2]). Eu preciso explicar o significado desses números? O índice de violência no Haiti faz qualquer um que more no complexo Pavão-Pavãozinho achar que vive na Suíça. Isso significa que Lula, o Primeiro Molusco, está certo em mandar tropas de paz para lá, certo?

ERRADO!

Me solidarizo com o pessoal do Haiti, mas eles não são a minha prioridade. Eu não pago impostos para ajudar ao Haiti. pago impostos, tributos, o escambau aqui para que este dinheiro seja revertido em obras AQUI. No Brasil temos segurança? Não. Temos um sistema educacional decente? Não temos nem algo que possa ser chamado sequer de indecente. Lá tem fome e pobreza? Ok, que o Brasil não chegou àqueles índices (ainda) – o que é facilmente explicável dado o tamanho do Brasil e o tamanho do Haiti -, mas aqui não é o paraíso também. Sim, temos fome, doença e pobreza. Ainda há gente morrendo de esquistossomose, leishmaniose e outras “oses”. Aqui temos pesquisa de medicamentos, o Haiti não tem. Por que temos que resolver os problemas de lá se não resolvemos nem os daqui? Mas, não. Foram falar pro Lula que ele era estadista e o Obama cometeu um tremendo erro ao dizer que o Lula “era o cara”. Bem, ele disse isso porque não mora aqui nem trabalha na área de pesquisa, caso contrário, tio Barack teria 1 bilhão de motivos para achar que Lula não é tão popular assim. Qual o resultado disso? Lula acreditou nisso tudo. Ele deve até ter um imenso mapa na sala dele, tendo o Brasil no centro, com setas saindo de Brasília e indo em direção a outros países, num sonho megalômano de que realmente é algo relevante para o mundo, a ponto de ele ligar pro Obama e pedir “coordenação em ajuda ao Haiti”. Pelo visto, moramos num paraíso, mesmo…

Eu não quero bancar o defensor de idiotas tipo Reinaldo Azevedo e o Olavo de Carvalho, mas devemos ter em mente que tendo muitos problemas aqui, qual o sentido de mandar ajuda para o Haiti? É a velha história de descobrir um santo para cobrir outro.

Nesse ínterim, blogs estão salivando de satisfação. Uns, com apelo comercial, fazem usos e fundos da tragédia afim de ganhar mais visitação (e moedinhas com o AdSense), enquanto outros primam pelo mal gosto das piadas. E, não. Não tenho tanto senso de humor assim. Vi sites ateus fazendo piadinhas perguntando onde está deus e comentando sarcasticamente que a Drª Zilda Arns (ela era médica, bando de desinformados) morreu numa igreja. Um pouco de humor negro é algo comum no ser humano. Nem mesmo eu escapo disso, logo não sou hipócrita; apenas dou vazão à minha veia satânica. Mas tudo tem limite. Em nenhum momento eu critiquei Gunther por ter sua fé, assim como nunca atacaria Zilda Arns que fez mais coisas pelos pobres do que muitos moleques metidos a ateus farão juntos durante suas vidas.

As Aves de Rapina religiosas estão fervilhando com o terremoto, apregoando que finalmente Jesus está vindo, pois aqui estão os sinais. Que sinais, bando de retardados? Terremotos existem todos os anos. Querem um simplíssimo exemplo? Em 21 de janeiro de 2003, ocorreu um terremoto em Colima, México, com intensidade de 7,6 graus na Escala Richter. Os débeis mentais, arautos do Apocalipse também disseram que G-zuis estava vindo e o arrebatamento começara. Vocês viram algum arrebatamento? Eu não vi, pois continua o bando de crentes acéfalos falando bobagens. Se tivesse havido arrebatamento, já estaríamos livres deles e o mundo seria um lugar melhor para se viver.

Na Terra-Sem-Lei chamada Orkut, explodiram muitas comunidades e perfis do tipo “Vamos orar pelo Haiti”. Orações.., o melhor meio de não fazer nada e ainda dizer que está ajudando. Pessoas hipócritas que não são capazes de ajudar nem o vizinho, preferindo externar seus “sentimentos” pelo Haiti, já que está a milhares de quilômetros daqui, isentando-se de fazer algo com mil e uma desculpas. Colocam um laço negro no avatar e pronto, fizeram a sua parte. Patético!

Este é o sinal dos tempos. Não de um julgamento vindouro, pois tal não vai acontecer. É o sinal que mostra cada vez mais como o ser humano é mesquinho, tosco, hipócrita e aproveitador. Quando eu passar por um bairro pobre daqui, ver uma escola depredada, ler notícias sobre sequesatros e assaltos com morte, violência no trânsito e outras mazelas, não me impressionarei. Afinal, muitos de nossos soldados morreram no Haiti para proteger aquele lugar.

58 comentários em “As aves de rapina de uma tragédia

  1. Megalomania é um termo corretíssimo para definir esta e outras Repúblicas de bananas da América do sul,lembrando também que o molusco resolveu doar alguns bilhões para o FMI como se não houvesse pobreza demais por aqui… :???:

  2. Como novo leitor, deixo clara minha satisfação por ter encontrado um blog sincero e objetivo. Parabéns.

    O engraçado foi o texto se abster sobre os lucros gerados on-line. Mais incrível é quando levamos isso para fora da internet, onde peixes grandes abocanham suas “humildes” parcelas geradas da desgraça alheia. Empresas de comunicação e igrejas são especialistas em fazer dinheiro nas turbulências, tenham acontecido na própria cidade ou do outro lado do mundo.

    Mesmo quando as pessoas notam isso, se calam e continuam de mãos dadas rezando pelas mais novas vítimas das calamidades causadas por nossos pecados. Malditos hipócritas.

  3. Hoje eu fiquei horrorizado pelo sensacionalismo no Jornal Nacional, entre uma matéria e outra tinha uma vinheta (acho que é isso) que dizia “O Haiti pede socorro!” e uma cena de um pé pra fora de um escombro ou uma pessoa gritando em agonia pela perda de alguém próximo. Precisa disso? Claro que não, mas eles fazem questão de mostrar.

    A propósito, preparem-se pra ver muito telejornal falar disso por muito tempo. Esqueçam as notícias locais, o que tá interessando agora pro IBOPE é o Haiti.

      1. @André,

        Não se esqueça que está passando BBB10, depois da primeira eliminação o país esquece de tudo isso, porque nesse país para votar em participantes do BBB eles pesquisam muito bem, ao contrario quando precisam eleger o políticos, ahauhauaahuahaah.Até na outra semana volta tudo o normal.

      2. @André,
        Já está acontecendo… começou o BBB10.

        Ótimo texto André. Consegue colocar em palavras a verdade encoberta pela gigante hipocrisia que parece ter dominado o mundo moderno.

  4. “Aconteceu isto com eles, porque são um bando de macumbeiros”.
    Incrível! Mas ouvir dizer que um mané do consulado disse isto, vai ver que o cabra é um católico apostólico romano ortodoxo, óxido, monóxido. Não é preciso ser um perito em arte sacra pra manjar nas estatuas que, quem não tiver embaixo do sovaco de anjos, santos etc, carregados de amoletos… tá no sal. Alguns antropólogos da atualidade questionaram tais imagem, alegando que isto é uma maneira de causar medo nas pessoas. Tema também discutido em filmes por aí. Então quem não seguir a risca o que manda o Cara Lá de Cima, vai sofrer. Deveriam ouvir o Clássico Panela do Diabo, onde Rauzilto e Marceleza diziam”Embaixo do sol não há nada novo, não seja bobo, meu rapaz”. Quanto ao nosso desamparo de segurança, mandando rambos pra fora, e a situação socioeconomica, concordo sim. Lembrando que como postei antes, num país em que o site mais visitado é o orkut, não é muito sensato falar de um …da Silva, com pouca escolaridade.

  5. É sempre assim. Os religiosos (principalmente os evangelicos) so falam MUITA merda, em se tratando de tragedias que vitimizam milhares a milhoes de pessoas, como as que aconteceram com a inundacao de Nova Orleans e o tsunami na Asia.

    Ainda agora ha pouco, o evangelico Pat Robertson declarou que Haiti sofreu o terremoto por causa de um “pacto com o diabo”.

    E nem imagino o que é que estao falando por aqui.

    Esses religiosos sao pessoas que perderam total e completamente qualquer nocao de realidade. Anseiam pela morte para que possam ir a um ceu imaginario, junto com os amigos imaginarios deles, nao se importam com o mundo onde vivemos, nao se importam com o futuro de seus filhos e netos, nao se importam em fazer deste mundo um lugar melhor para se viver. So querem que tudo termine, para que um barbudinho venha em gloria em cima de vapor de agua e que um chines na China consiga o milagre de enxerga-lo a olhos nus em cima de Jerusalem.

    Oracoes nao resolvem nada. Preces tem eficacia nula. Rezas sao inuteis. Uma declaracao publica ou privada de que vao “orar pelas vitimas” é um atestado de inutilidade, pois é a mesma coisa que nada.

    Entre um religioso que reza pelas vitimas e um humanitario que vai ao Haiti ajuda-las, eu escolho o humanitario. Sabe porque ? Porque ele é milhoes de vezes mais eficiente. Ele é real e realiza acoes concretas, melhor do que um ser imaginario, invisivel e dependente de crencas e que nao faz absolutamente nada.

    Lembram-se do desabamento do teto da Renascer ? Pois e, as vitimas e os familiares nao receberam ate hoje nenhum tipo de ajuda e estao brigando na justica por isso.

    E a TV Record que fica fazendo propaganda de uma velha de 71 anos que mora na rua, e fica cobrando das autoridades para que deem uma casa a ela ? O Edir Macedo nao esta nem ai, e nem vai dar um centavo a ela. Justo ele, que poderia doar bastante.. mas nunca ouvi falar de uma doacao publica da parte dele.

    E a filha dele, ainda por cima, riu da tragedia que vitimou as pessoas em Angra. Isso esta divulgado no You Tube. Sera que ela esta rindo histericamente dessa nova tragedia ?

    É uma vergonha que tenhamos esse tipo de gente entre nos.

  6. Não concordo.

    Eu acho que os paises devem sim se mobilizarem pra ajudar o Haiti e se for preciso outros paises que passerem por tamanha tragedia. Que o Brasil é um país carente de ajuda pra inumeras mazelas, isso sabemos, mas sabemos também que muito disso é culpa nossa, falamos dos politicos ladrões e agimos pior em inumeras outras coisas de nosso cotidiano, mas isso besteira tem gente que faz pior. Queria ver se fosse aqui no Brasil, se derrepente acontecesse algo semelhante ou pior (me refiro a esse tipo de tragedia), se você André não ia querer que paises vinhessem te ajudar com um prato de comida, roupas e outras utilidades para sua sobrevivência. Queria ver se vc ia se preocupar se estão querendo só aparecer na mídia ou se auto promoverem numa desgraça assim. Muitas vezes falamos e reclamamos poque estamos acostumados no nosso mundinho, que derrepente muda. Tem pessoas morrendo nas ruas por la, mas tudo bem, não é um filho meu, irmão, esposa, marido, que se danem, o Brasil ja tem suas desgraças, vemos isso todo dia, mês que vem ja começa outra, o CARNAVAL!!

    1. Pegue um avião e vá pro Haiti ajudar, então.

      Chegaram os hipócritas moralistas que escrevem “vinhessem”. Antes de criticar alguém, critique seu péssimo português.

      1. Que bela resposta!!

        “É próprio da insensatez apontar os defeitos dos outros e esquecer-se dos próprios.” (Cícero)

          1. Não, Andre!

            Não vim aqui apontar defeito seu, mesmo sabendo que você os possui, ja que é humano. Apenas discordei de um ponto de vista seu. Só porque tenho opinião própria e diferente da sua, não quer dizer que sou crente!! Pode guardar as armas.. :razz:

          2. Acredite, filhote, eu ainda nem comecei. A propósito, não posso ter defeitos, pois sou uma entidade suprema. Até mesmo Galactus sai correndo quando eu chego perto.

    2. @anantramananya,

      Pode ficar tranquilo(a) que o brasileiro já se ajuda o suficiente (por incrível que pareça). Basta olhar as enchentes da região sul de 2 anos atrás. Se você quer tanto ajudar, por que não ajuda as dezenas de países africanos que já estão na merda por natureza? Ninguém lembra da fome na Etiópia, só vão lembrar se lá acontecer uma catástrofe natural. Dizer que temos que ajudar o Haiti é hipocrisia. Merda por merda tem muito país que tá FODIDO sem desastres naturais.

      1. Meu caro
        Rodrigo Garcia,

        Caso você não saiba existe ajudas humanitárias nesses paises que você está citando, é existe!! Procure se informar, como estava existindo ou melhor existe la no haiti, porque ainda há nesse mundo egoista, pessoas que pensam além do próprio eu. Não sou hipocrita em ter um pouco de senso de compaixão por vidas que estão nesse exato momento agonizando, sem espectativas de nada na vida. O Brasil precisa é de vergonha na cara!!

        1. Ajudaram tanto que até resolveu o problema…

          Vc não é hipócrita por ter compaixão, é hipócrita por achar que todos devem ajudar, sem levantar o bundão da frente do computador. No máximo deve ficar no Twitter colocando #ajudehaiti e ficar recostado pensando “pronto, fiz minha parte”.

          1. André

            Não fico com meu bundão na frente do pc e nem muito menos nessa besteira de twitter. Já ajudar, ajudo. Não apenas com palavras, mas com atos, ja que trabalho com isso. Entrei em seu site sem querer e vendo você falar de uma forma tão insensível, me cadastrei e dei meu ponto de vista. É muito bom viver aqui no Brasil e falar tanta coisa sem saber o que é sofrer de verdade, sem ver o desespero no olhar de uma criança faminta ou de uma mãe. Pra quem ja viu o despero nos olhos de gente que sofre por causa de pessoas que pensam assim como você, com falta de amor. Você não precisa ser cristão pra demosntrar um pouco de sensibilidade pelo sofrimento do próximo. Mas respeito sua opinião, apenas não concordo!!

          2. Solo de Violinos.

            Sensibilidade com o sofrimento dos outros eu tenho, assim como tenho MAIS sensibilidade com o sofrimento do povo DAQUI. Diz aí: quantos soldados brasileiros foram mortos no Haiti nos últimos 12 meses? A troco DO QUE?

        2. @anantramananya,

          Eu sei que existem ajudas humanitárias ao redor do mundo, o ponto em questão é que tem pouquíssimas pessoas por lá, o resto do mundo só vai “se lembrar” de que esses lugares existem o dia em que acontecer outra tragédia. Fala a real, quantas vezes no ano passado INTEIRO você pensou na péssima qualidade de vida no Haiti?

          1. Rodrigo

            O ponto é esse. A maioria das pessoas são egoistas e pior que isso ainda se acham CRITICAS para justificar sua falta de capacidade de ajudar alguém. Aqui mesmo no seu país, tanta gente sofre e ao mesmo tempo elas acabam seguindo de forma errada certos progragras do governo, por questão de sobrevivência e necessidade. Se existe poucas pessoas ajudando pessoas carentes pelo mundo, é justamente pelo egoísmo e pelo comodismo, é mais fácil falar do que não vive. Você não precisa sair de seu país pra ajudar alguém, vai num orfanato ou asilo para idosos e leva ao menos um sorriso e um abraço pra eles, isso ja faz diferença. Eu trabalho com isso, vejo muita coisa feia por esse mundo!!

  7. [modo jeca=on]
    altroismo puro bom é isso, nois pode ta pobre cum fome, nois pode ta semi-anarfabeto, nois pode ta doente de cirrose nos figo, nois pode se assaltado no onibus todo dia, ainda assim nois ajudemo os outro!
    filma nóis ajudando os outro, deuzão! :grin:
    [modo jeca=standby]

    1. Sorete

      Normalmente são esses pobres analfabetos que ajudam uns aos outros mesmo. Não possuem cultura e conhecimento suficiente pra ter pouco de compaixão, isso não foi dado a eles de presente. Eles sabem o que é fome!!

      1. @anantramananya, existe uma pequena diferença entre altruísmo e essa outra coisa que pessoas fazem às outras para lhes garantir a entrada no céu (ou outras formas de recompensa não-transcendentes). Você seria capaz de me dizer qual é?

        1. Posso.

          Não me referi só as pessoas que são cristãs, me referi a todos os pobres marginalizados aqui no seu país e em outros a fora. O problema é que vocês só levam tudo pro lado cristão. Caramba deixa esse povo em paz!!Se eles acreditam no Deus deles, qual o problema meu filho? Você não acredita no seu?

          1. Talvez porque cristãos são a maioria: Não só em número como em tosqueira também. Quantas notícias vc quer que eu coloque aqui de cristãos fazendo merda?

            Podemos voltar ao artigo, onde vc vai me mostrar um arranha-céu criando um terremoto?

          2. Andre,

            Vemos tosqueiras em tudo nesse mundo. Não precisa gastar seu tempo enumerando fatos de cristãos fazendo besteiras. A religião distorce tudo, pela ganancia. Não vou ficar aqui defendendo um terreno que não faço parte. Não tenho religião, mas tenho minhas crenças.

  8. Andre,

    Será? Não é o que tenho visto aqui em seu site anti-cristão!!

    Mas posso te responder que soldados morreram no Haiti, como morrem em outros paises, por acreditarem que esse mundo pode melhorar. Veja os policiais aqui no Brasil, a troco de que sobem em favelas como as do Rio de Janeiro e arriscam suas vidas? Eu creio que é pra ver o que estão vendo, em algumas delas, o povo tendo liberdade pra viver em paz. Mesmo que muitos policiais e defensores estejam enterrados por lutarem por algo melhor, as pessoas estão vivendo e lutando por suas…VIDAS!!.

    1. Será? Não é o que tenho visto aqui em seu site anti-cristão!!

      O site não é anti-cristão. É anti-idiotas, independente da religião que for.

      Mas posso te responder que soldados morreram no Haiti, como morrem em outros paises, por acreditarem que esse mundo pode melhorar.

      Não, meu filho. Eles morrem porque governantes mandam eles irem pra lá. Vamos deixar o patriotismo hollywoodiano. Um exemplo: a Tomada de Monste castelo foi uma verdadeira CAGADA orquestrada pelos toscos generais brasileiros. Não era necessário morrer a quantidade de soldados que morreram.

      Veja os policiais aqui no Brasil, a troco de que sobem em favelas como as do Rio de Janeiro e arriscam suas vidas?

      Por 700 reais… sei. O cara presta concurso para PM, muitas vezes FRAUDANDO só para subir morro por menos de mil reais só paragarantir o bem-estar da população? De qual planeta vc veio? Mas, tudo bem. Deve ser por isso que não há índices ALARMANTES de corrupção policial, não é mesmo?

      Eu creio que é pra ver o que estão vendo, em algumas delas, o povo tendo liberdade pra viver em paz.

      Tolinho…

      Mesmo que muitos policiais e defensores estejam enterrados por lutarem por algo melhor, as pessoas estão vivendo e lutando por suas…VIDAS!!.

      Podemos voltar ao foco que eu abordei? Por que mandar soldados para morrerem naquela pocilga se temos problemas AQUI?

      Obs. No Rio há um adágio: A diferença entre PM e bandido é que um usa farda, o outro não.

      1. Bom Andre,

        Voltando a questão. Eu creio que é porque no Brasil o exercito só vive de treinamento, já que não existe guerra. Então eu acho que é válido eles colocarem em prática seus aprendizados, não acha?

        1. Não existe guerra? Ok, eu arrumo um divertimento pra eles: Favelas aqui no Rio é o que não falta, assim como São Paulo etc.

          Se bem que o exército mal tem grana pra pagar a comida dos soldados. Aqui tem muito quartel que manda os soldados almoçarem em casa.

          1. Ta uma coisa que me intrigava. Porque essa violência no Rio de Janeiro não poderia ser resolvido pelas forças armadas. Mas lendo suas palavras nas respostas acima, ficou claro pra mim!!

        2. @anantramananya,
          Então eu acho que é válido eles colocarem em prática seus aprendizados, não acha?
          Ou seja: para espantar o tédio da paz, nada melhor que se meter em uma zona de conflito, se sujeitando a matar ou ser morto?

          1. Estou aqui imaginando para que Forças Armadas. Pensei que era para garantir a segurança da Nação e não ir pra outros países para agradar a megalomania de certos moluscos.

    2. @anantramananya,
      Será? Não é o que tenho visto aqui em seu site anti-cristão!!
      Só para completar: o cet.net não é um site anti-cristão, como foi dito pelo André, é um site anti-idiotas de qualquer credo (neo-ateus e aborrecentes metidos a ateus, inclusive).
      Se você acompanhar as discussões, verá que o tratamento dado à imbecilidade é bem democrático.

      1. Joseph K

        É um site anti-cristão. Como existe e sempre existirá perseguição e muitos antis pelo mundo, isso não é novidade e nunca será. Seria bom que aqui fosse como na Irlanda…queria ver em que lado vocês estariam? :evil:

        1. Eu sou irlandês, filhote. Nasci no condado de Armagh, no Ulster (o que vcs, pobres coitados, chamam de Irlanda do Norte). Lá é cristão matando cristão. Então, pode-se dizer que quase todos são ant-cristãos, inclusive os próprios cristãos. Se o site ofende seu coraçãozinho puro,não acesse. Vc não faz falta, nunca fez e não perderei noite de sono se nunca mais ler suas besteiras.

          Em suma: ALT+F4 é serventia da casa.

          1. Não fique ofendido Andre. Você não é e nem nunca passou perto de ser um Irlandes. Lá ao menos eles assumem e lutam pelo que acreditam e depois a guerra lá nem religiosa é de fato, é politica. Não estou ofendido e meu coração não se abala fácil.

          2. Bem, o que eu sou ou deixo de ser é coisa que sua notocorda jamais entenderá. Os idiotas que ficam se matando lá são exatamente isso: idiotas. Se fossem minimanente inteligentes, teriam visto que colocar bombas não resolveu nada e ficar hostilizando crianças no caminho da escola é algo extremamente repulsivo.

            Claro, não se pode esperar nada muito diferente de religiosos fanáticos. A questão da Irlanda, princesa, é unicamente religiosa, e não política. A Inglaterra não vai NUNCA emancipar a Irlanda do Norte enquanto os babacas do IRA estiverem lá bancando os libertadores. Eles não libertaram nada e os ideais de Michael Collins e Earmon de Valera (que nem puramente irlandês era) já se perderam nas brumas do tempo. A Inglaterra já se desfez de muitas de suas colônias e não libertou a Irlanda, que não produz nada de interessante a ela, por pura pirraça. A missão de William Orange (daí o termo “orangistas”) era um só: aniquilar católicos. Como a Irlanda nunca foi expressiva em termos comerciais, nem o vaticano se importou e o resto do mundo caga e anda pra isso.

            Vocês, leitores de wikipédia, não sabem nada.

          3. @anantramananya,
            O conflito na Irlanda não é religioso? Ah, tá, só porque você escreveu vou considerar o resto do mundo como errado.

            Sobre seu comentário infeliz, lá em cima:
            @anantramananya,
            Então eu acho que é válido eles colocarem em prática seus aprendizados, não acha?
            Ou seja: para espantar o tédio da paz, nada melhor que se meter em uma zona de conflito, se sujeitando a matar ou ser morto?

            anantramananya respondeu:
            janeiro 19th, 2010 às 16:33

            E eles têm outra opção. Leia as palavras do dono do site acima.

            Se você está insinuando que utilizar as forças armadas, para resolver problemas de segurança pública é válido, então além de ter péssimo conhecimento de geografia, ainda estará devendo em bom senso.

            Não estou ofendido e meu coração não se abala fácil.
            Emo detected. :wink:

        2. @anantramananya,
          É um site anti-cristão.
          Sua incapacidade em reconhecer um fato, apenas mostra sua inclinação para o dogmatismo e o fanatismo: não muda a realidade do que eu escrevi.

          Como existe e sempre existirá perseguição e muitos antis pelo mundo,
          Sempre lembrando que, uma grande parte dessa perseguição e proliferação de “antis”, é causada pela religião.

          isso não é novidade e nunca será.
          Novidade seria as pessoas abandonarem as crendices, e aprenderem a viver decentemente.

          Seria bom que aqui fosse como na Irlanda…
          Bom como a Irlanda? Onde cristãos explodiam bancas de jornais de cristãos; onde há escolas separadas para cada tipo de cristão, que evitam se misturar, mesmo por casamentos? Em outras: bomo como na Irlanda, onde cristãos odeiam cristãos?
          Ou você adoraria que os herdeiros do IRA matassem todos que, como nós, não seguimos asneiras religiosas DE NENHUM TIPO.

          queria ver em que lado vocês estariam?
          Com certeza não seria do lado que acha que segregação, preconceito e atentados são a solução, mas sua imagem da Irlanda faz pensar que seria essa, a sua postura.

          1. Só uma observação: Não existe apenas o IRA. Existe o PIRA (ou IRA Provisório, muito mais fanático que o IRA) e sua contraparte protestante: a Mão Vermelha do Ulster, que é unionista e tão violento quanto. São terroristas matando terroristas, levando toda a população junto a uma guerra estúpida.

          2. Eu sei o que existe por lá. A sua visão mais uma vez errada das coisas.

          3. Sabe como? Através das wikipédias da vida? Na boa, acho melhor parar com a trollagem, ou então apresente fatos. Primeiro e último aviso. Não tenho paciência com trolls.

  9. Acho que deveríamos priorizar nosso próprio país, lógico, mas acho que deveriam ajudar o Haiti sim, afinal olhar para o outro e saber o que ele sente é ter empatia, que é a capacidade de se por no lugar do outro,de se imaginar na mesma situação, não falo de caridade religiosa.Isso é científico.Uma pessoa que não tem empatia, é classificada como psicopata, pois é extramamente racional,e a razão ao extremo tende a fazer com que a pessoa tenha um comportamento que beneficie sempre a ela mesma em detrimento dos outros.Já a falta de razão…

    cria religiosos!

    rs brincadeira pessoal.Adoro o blog.abraços.

Deixe um comentário, mas lembre-se que ele precisa ser aprovado para aparecer.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s